28/01/2011 19h09 - Atualizado em 25/07/2014 11h57

Realidade aumentada: entenda essa tecnologia que vem ganhando espaço

Marcelo Ramires
por
Para o TechTudo

Realidade aumentada é uma técnica utilizada para se alterar digitalmente a percepção que um indivíduo tem sobre a realidade. Em outras palavras, é a interação absoluta entre realidade e mundo virtual por meio de elementos reconhecíveis pelo computador, seja simulando algo que não existe no mundo real, ou até mesmo alterando objetos ou pessoas.

Com certa frequência se vê aplicações interessantes da técnica em ações de marketing. Em 2008, por exemplo, a Mini criou um anúncio em uma revista que, se você entrasse no site da promoção e filmasse o anúncio da revista com uma webcam convencional, um Mini Cabrio apareceria estacionado na sua revista, na reprodução do vídeo na tela do computador, dando a possibilidade de vê-lo de diversos ângulos.

Watch Dogs: conheça os mini-games de “realidade aumentada” do jogo

Realidade Aumentada do Mini Cabrio em ação (Foto: Reprodução)Realidade Aumentada do Mini Cabrio em ação (Foto: Reprodução)

Em 2009 foi a vez da Elma Chips utilizar realidade aumentada, inserindo imagens digitalmente reconhecíveis nas embalagens de Doritos, e assim como a Mini, criou um site que adicionava um personagem à imagem da embalagem em tempo real, quando filmada.

Outro exemplo interessante é o das iTags, que usam uma espécie de cartão estampado que, além de permitirem a adição virtual de um personagem, simulam a presença de botões que podem ser pressionados para dar vida ao personagem. Confira no vídeo abaixo uma demonstração dos iTags de Avatar, filme de James Cameron.


Outro meio que utiliza essa técnica extensivamente, e muitas vezes passa despercebida, é a transmissão de esportes televisionados. Inúmeros exemplos podem ser reparados, como a linha de referência do primeiro colocado na natação, a linha que indica distância da barreira em uma cobrança de falta no futebol, e a indicação do local onde a bola toca o chão, no vôlei.

São exemplos de como a realidade aumentada pode aprimorar nossa percepção de algo que não teríamos visto se referências não houvessem sido adicionadas.

Como funciona

No caso da inserção de elementos gráficos, são tomadas referências, como linhas e marcações de campo, etiquetas coloridas, qualquer forma reconhecível (como os anúncios da Mini e do Doritos), assim como reconhecimento corporal e qualquer padrão que possa ter seu movimento rastreado. Então, pelo computador, uma imagem é sobreposta com o elemento detectado em tempo real, dando a impressão de que aquele objeto virtual existe e interage com o ambiente.

Drone no Brasil, é verdade? Comente no Fórum do TechTudo.

Realidade aumentada não se trata apenas de manipulação digital de imagem. O conceito envolve qualquer tipo de alteração da realidade, o que pode significar até a adição sons, respostas táteis, vento, e até aromas ao ambiente, criando uma forma de imersão que dificulte a distinção entre o real e o virtual.

O que vem por aí

Sixth Sense, apresentado no TED (Foto: Reprodução/YouTube)Sixth Sense, apresentado no TED (Foto: Reprodução/YouTube)


Realidade aumentada não é usada exclusivamente para o entretenimento. O termo “realidade aumentada” foi cunhado por Tom Caudell, funcionário da Boeing em 1990, que usou a técnica para auxiliar os operários a realizar montagens mais eficientes da fiação em aviações. São inúmeras as aplicações possíveis, como a visualização de locais úteis, linhas de referência em espelhos retrovisores, informações adicionais de produtos em prateleiras, experimentar roupas virtualmente no reflexo de um espelho, e até informações sobre um ponto turístico.

Um conceito recente que foi apresentado no TED por Pattie Maes e Pranav Mistry é o SixthSense, uma espécie de assistente pessoal, com um projetor e uma câmera. Ele realiza várias funções de identificação, como com pessoas, livros, produtos, e diversas outras. Uma de suas funções mais interessantes é a possibilidade de se tirar fotos fazendo gestos, e discar um número em um teclado numérico projetado na mão. Confira a apresentação.



Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares