22/02/2011 18h07 - Atualizado em 14/07/2011 07h03

Podcasts americanos contra podcasts brasileiros

Pedro Zambarda
por
Para o TechTudo

Podcasts de áudio, conhecidos também como audiocasts, ainda não são familiares para parte dos internautas brasileiros. Em geral, a mídia é utilizada por programas de rádio para disponibilizar conteúdo em seu hotsite e distribuir aos internautas via RSS.

Podcast (Foto: Reprodução: iStockPhoto)Podcast (Foto: iStockPhoto)

Infelizmente, os podcasts internacionais não podem ser encontrados em um site especializado, como acontece com os vídeos no YouTube e no DailyMotion, e para encontrá-los, é preciso procurá-los na rede ou então ir diretamente a um site já conhecido que oferece o conteúdo. Pelo menos aqui no Brasil isto já é possível, graças ao site PodPods, uma criação do nosso colunista Jonny Ken.

Pensando nisso, reunimos podcasts de cinco categorias diferentes, com representantes brasileiros e americanos, e elegemos os melhores. Não importa tanto saber se o Brasil ou o Estados Unidos é o melhor país de podcasters. O que está valendo é conhecer cada gênero e seus principais representantes! Você vai conferir quem são os melhores em edição, estilo dos apresentadores, temas abordados e a duração, mas vale lembrar que este post reflete apenas a opinião do autor, e não da redação do TechTudo.

Categoria 1 – Cultura Geek

Assunto comum em sites e blogs americanos, só recentemente esse tema tem aparecido com mais evidência no Brasil. Os destaques são o que há de mais característico e chamativo nos nerds e geeks, ou seja, qualquer pessoa curiosa por estudos e culturas profundas. Normalmente, os veículos falam sobre tecnologia com linguagem descontraída e acessível ao grande público.

Representante norte-americano: Gadget Lab WIRED Podcast
Edição do programa: Vídeo e áudio. Não é um modelo de edição só de som. No entanto, ele valoriza a conversa entre os apresentadores.
Estilo dos apresentadores: Locutores variam, mas todos possuem fala descontraída, focados apenas em apresentar notícias sobre acontecimentos no mundo da tecnologia.
Temas abordados: Gadgets, cultura geek/nerd e testes com tecnologia
Duração: Cerca de 10 minutos

Representante brasileiro: Nerdcast, do blog Jovem Nerd
Edição do programa: Áudio. Editado com diversas trilhas-sonoras adequadas aos temas que são discutidos em cada episódio. Volume de vozes equalizado e alto.
Estilo dos apresentadores: Locutores com fala descontraída, focados no tema de cada episódio, com convidados especiais. O programa é sempre apresentado por Alexandre “Jovem Nerd” Ottoni e Deive “Azaghal” Pazos. O primeiro âncora gosta de assuntos nerds, enquanto Azaghal entra como alívio cômico em certos temas, sem dominá-los.
Temas abordados: O programa funciona como um bate-papo sobre temas que vão de RPG até celebridades e séries geek/ nerd, sem muito foco definido.
Duração: Cerca de uma hora

Vencedor da categoria: Nerdcast
Motivo: O material de Azaghal e Jovem Nerd é cuidadosamente editado, obedece frequência semanal e aborda um leque muito maior de assuntos, durante uma hora e de maneira engraçada. O único ponto em que o Gadget Lab da WIRED supera é na qualidade da apuração e na simplicidade do programa.

Categoria 2 – Cinema

Assunto que cresceu muito entre os sites brasileiros desde as revistas especializadas nos anos 90, cinema é um tema que requer muito cuidado, porque os americanos tem acesso muito antecipado às informações que chegam no Brasil.

Representante norte-americano: Hollywood Babble-on
Edição do programa: Áudio. Com efeitos sonoros para manter o ritmo da fala sobre filmes. Não há censura de palavrões. O programa é gravado com o público.
Estilo dos apresentadores: Kevin Smith é um dos apresentadores. Sendo desenhista de HQs e ícone da televisão, Smith consegue manter a seriedade ao passar as informações, ao mesmo tempo que descontrai nas apresentações. Ralph Garman, o segundo apresentador, é um alívio cômico perto do vocabulário de Kelvin Smith.
Temas abordados: Cinema, lançamentos e filmes
Duração: Mais de uma hora

Representante brasileiro: RapaduraCast
Edição do programa: Áudio. Com efeitos sonoros para manter o ritmo da fala sobre filmes. Edição valoriza a discussão estilo mesa redonda entre os participantes.
Estilo dos apresentadores: Jurandir Filho e Maurício Saldanha normalmente apresentam o programa. Há uma grande valorização das opiniões enviadas por e-mail e nas discussões em comentários. Também há debates sobre os temas de filmes, carreiras de diretores e curiosidades sobre o cinema.
Temas abordados: Cinema, lançamentos e filmes
Duração: Cerca de uma hora

Vencedor da categoria: Hollywood Babble-on
Motivo: Por muito pouco, o programa de Kevin Smith supera o podcast brasileiro, justamente por ter uma linguagem mais descontraída e repleta de palavrões típicos de seu personagem na mídia. Um dos problemas no Rapaduracast é o excesso de opiniões sobre o tema. No entanto, mesmo elegendo um dos programas, os dois são altamente recomendáveis.

Categoria 3 – Tecnologia

Muito parecidos com os podcats de Cultura Geek/ Nerd, os programas de tecnologia se diferenciam pelo alto grau de especialização e a necessidade de sempre abordar lançamentos recentes do mercado. Pontos que contam para casts dessa categoria é a precisão de informações, nem tanto os apresentadores descontraídos.

Representante norte-americano: Engadget Podcast
Edição do programa: Áudio. Com efeitos sonoros básicos, sem muitos intervalos e com falas corridas.
Estilo dos apresentadores: Apresentado por Joshua Topolsky, o programa empolga muito pouco. São falas cruas que misturam risadas e informação. A única grande vantagem é que o programa possui uma divisão por minutos de cada assunto abordado.
Temas abordados: Tecnologia, lançamentos, aparelhos
Duração: Cerca de uma hora e meia

Representante brasileiro: TargetHD Podcast
Edição do programa: Áudio. Com efeitos sonoros simples para manter o ritmo da fala sobre tecnologia. Edição valoriza pausas no tempo certo para manter a clareza do texto falado.
Estilo dos apresentadores: Eduardo Moreira, que também é colaborador do TechTudo, apresenta sozinho os principais acontecimentos da tecnologia. No estilo de antigas rádios brasileiras, Moreira discute assuntos de e-mails e lança suas previsões sobre o que será revolucionário entre os novos gadgets.
Temas abordados: Tecnologia, lançamentos, aparelhos
Duração: Cerca de uma hora

Vencedor da categoria: TargetHD
Motivo: Por muito pouco, o podcast de Eduardo Moreira mantém uma clareza muito mais contagiante do que o programa em conjunto do Engadget. Embora os americanos tenham as informações antes de nós, o TargetHD mostra que um áudio melhor tratado faz toda a diferença. A única coisa que talvez entedie é o fato de ter apenas um apresentador..

Categoria 4 – Economia

Gênero dificil de ser abordado em áudio, justamente por ser um assunto complexo, economia exige um alto conhecimento por parte dos locutores. Escolhemos dois representantes de sites jornalísticos, que apresentam melhor cobertura sobre o tema.

Representante norte-americano: The Wall Street Journal Podcast
Edição do programa: Áudio. Com trilha sonora elaborada, para não atrapalhar a locução. Formato tradicional de programas: escalada de notícias e reportagens em profundidade, com repórteres nos locais.
Estilo dos apresentadores: Os apresentadores possuem uma postura similar a de um noticiário na televisão, procurando ser o mais claro e objetivo possível na narrativa.
Temas abordados: Economia, política e mercado
Duração: Cerca de 30 minutos

Representante brasileiro: CBN Comentaristas
Edição do programa: Áudio. Com efeitos sonoros simples para manter o ritmo da fala sobre economia.
Estilo dos apresentadores: Diversos comentaristas de peso, como Arnaldo Jabor, Carlos Alberto Sardenberg e Miriam Leitão falam sobre economia e acontecimentos recentes fazendo análises abrangentes sobre os fatos. O áudio das opiniões é mais pobre do que o âncora, mas mesmo assim a voz é clara para os ouvintes.
Temas abordados: Economia, política e mercado
Duração: Cerca de 10 minutos

Vencedor da categoria: Empate
Motivo: A CBN tem um problema de qualidade de áudio, enquanto o WSJ faz um programa muito longo e denso sobre um assunto complexo. Ambos os programas adotam formatos consagrados no rádio, mantendo a tradição nos podcasts. Como os assuntos são pesados em qualquer um dos dois programas, o resultado final é similar, com um pouco de empolgação adicional no programa brasileiro, embora o americano supere em qualidade técnica.

Categoria 5 – Videogames

Gênero abundante na Internet, os podcasts de games são bem editados e feitos sempre com muitas novidades sobre o tema. Escolhemos o brasileiro Matando Robôs Gigantes para competir com o podcast norte-americano The Hotspot.

Representante norte-americano: The Hotspot, da Gamespot
Edição do programa: Áudio. Trilha sonora em desnível com a fala dos locutores. Programa mensal.
Estilo dos apresentadores: Conversas com palavrões liberados e bem descontraída. Muita opinião sobre videogames.
Temas abordados: Games, tecnologia e aparelhos
Duração: Cerca de duas horas

Representante brasileiro: Matando Robôs Gigantes (MRG)
Edição do programa: Áudio. Com efeitos sonoros em sincronia e variado com a locução. A equalização de som não agride os ouvidos e há muita música. A edição empolga.
Estilo dos apresentadores: Podcast do colunista do TechTudo, Affonso Solano, ele aborda um leque de assuntos variados: Videogames, quadrinhos e cinema. O papo é solto, mas é cuidadosamente cortado e conta com uma frequência alta de atualizações, justamente pela diversidade dos tópicos abordados.
Temas abordados: Games, HQs e longas-metragens
Duração: Cerca de meia hora

Vencedor da categoria: MRG
Motivo: Embora o Gamespot seja um dos maiores sites norte-americanos, um dos primeiros a adquirir informações, eles sofrem do mesmo problema do Engadget – não editam bem seus programas de rádio. O MRG dá um banho tanto na qualidade de edição quanto na linguagem acessível de seus debatedores. A alta frequência de atualizações também convida o ouvinte a retornar várias vezes ao site.

Saldo final: O Brasil se saiu melhor nas cinco primeiras categorias avaliadas. Você tem alguma sugestão de podcast? Gostou das avaliações? Deixe um comentário para o próximo post sobre esse assunto.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Taike Franco
    2011-04-13T10:50:46

    Só não concordei com a categoria Video Games. Super Controle, Now Loading e Gamecast( apesar dos dois ultimos podcast acabaram) são melhores do q o do MRG.

  • Rodrigo Rodrigues
    2011-02-25T23:38:32

    Concordei com quase todas as comparações, exceto a feita na categoria videogames. Acho que poderiam escolher pods com uma frequência de publicação maior, eliminando o HotSpot, e voltados exclusivamente ao debate sobre videogames, o que afasta o MRG, que se divide em game, HQ e cinema. Indico o Game Scoop! da IGN - que conta com uma cadeia de pods, Rebel FM (internacionais), Games on the Rocks e o GamerSpeak da Gamerview - que também conta com uma cadeia de pods (nacionais). Fica a sugestão do podcast We're Alive, que narra a sobrevivência de um grupo de humanos após um ataque zumbi. abraços

  • Renan Lopes
    2011-02-23T10:59:31

    Gostei da seleção, e venho aqui para mostrar minha opinião é relação o podcast sobre cinema, assisto todos os rapaduracast, e por um lado você tem razão, mostra muita opinião e comentários tanto dos apresentadores como os ouvintes, mais a questão de ser irônico achei sua conclusão incorreta, para min muito espontâneo sem palavras bonitas nem fazes complicadas, para min muito engraçado... fora isso, todos estão muito bem analisados, abraço.