31/03/2011 17h14 - Atualizado em 14/07/2011 06h56

Conceito: Uma pilha AA com porta USB

Renato Galisteu
por
Para o TechTudo

No princípio, as pilhas recarregáveis precisavam de um suporte (por vezes grande e desajeitado) para que tivessem suas cargas a pleno vapor novamente. Depois os fabricantes resolveram fazer com que as baterias internas fossem recarregáveis, exatamente para evitar problemas com toda a parafernália das pilhas, aquela lenda de coloca-las na geladeira para que rendessem mais, etc.

Continuance (Foto: Divulgação)Continuance, conceito de pilha com porta USB para ser recarregada (Foto: Divulgação)

Bem, para quebrar esse paradigma das pilhas, os designers chineses Haimo Bao, Hailong Piao, Yuancheng Liu e Xiameng Hu, que trabalham para a iF Design, desenvolveram a Continuance, uma pilha que é recarregável a partir de uma entrada USB!

O conceito foi criado para tornar fácil carregar qualquer aparelho, para qualquer lugar, e poder recarregar em tomadas com adaptadores USB, computadores, note e netbooks, e até mesmo recarregar enquanto utiliza o aparelho do qual a pilha está inserida, assim como fazemos quando usamos ao celular durante a recarga da bateria.

Não há informações extras sobre a capacidade de energia que é gerada pela entrada USB. O que sabemos é que esse espaço utilizado para criar o adaptador dentro da pilha, consome um espaço importante para o armazenamento de carga.

Se de fato essa tecnologia conseguirá gerar toda a potência de uma pilha AA para longas utilizações – como em carrinhos de controle remoto, relógios, televisores portáteis ou até mesmo os controles remotos de rádios, DVDs e televisões -, isso ainda é um mistério. Mas que a ideia é muito prática e atual, isso não é mistério para ninguém.

Aliás, uma das ideias dessas pilhas é que elas possam carregar seu celular quando a bateria dele acabar! Basta conectar a saída de energia do celular à entrada USB da Continuance e pronto! Seu celular será recarregado, em qualquer lugar, a qualquer hora, sem precisar de tomadas!

Por se tratar de um conceito, informações quanto a disponibilidade da invenção no mercado ou até mesmo o custo para o desenvolvimento e criação das pilhas, não foram divulgadas. Agora é esperar para ver quando esses novos gadgets chegarão às estantes de lojas de departamentos.

Via: Wired e Yanko Design

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares