Tablet

21/03/2011 17h18 - Atualizado em 14/07/2011 06h58

Que tal pagar 1 centavo pela música que você ouve?

Thássius Veloso
por
Do Tecnoblog
Psonar (Foto: Reprodução)Psonar (Foto: Reprodução)

No Brasil ainda somos reféns da pirataria no que diz respeito à distribuição digital de músicas. Nenhuma iniciativa parece surtir efeito e pegar junto ao público que navega na internet e já desistiu do CD faz tempo. Enquanto isso, empresários da Europa e dos Estados Unidos continuam tentando formular a equação mágica para ganhar dinheiro com música na internet. Um pessoal do Reino Unido quer cobrar 1 centavo por música que você escutar.

O serviço se chama Psonar. Depois de fazer seu cadastro, o usuário terá a opção de os créditos do celular pré-pago ou a fatura do celular pós-pago para arcar com os custos do seu entrenimento musical. Cada centavinho investido no serviço dá direito a reproduzir a canção apenas uma vez.

Por exemplo, um crédito de 10 libras esterlinas garantiria nada menos que 1.000 reproduções de música. Se o assinante gosta muito de uma canção da Lady GaGa, que é febre entre o público jovem, poderia utilizar essas 1.000 reproduções apenas ouvindo a mesma música em loop infinito. Não é a maneira mais inteligente de gastar seu dinheiro, mas a opção está aí.

Para completar a oferta de serviços, o Psonar pretende permitir que um assinante ofereça créditos de presente para outra pessoa, o que em última escala é o mesmo que dar um CD de presente. A diferença é que a pessoa presenteada poderia escolher as músicas. Ou não, caso o compartilhamento seja de uma lista de reprodução previamente definida.

O Psonar já tem aplicativo para iTunes, que curiosamente não foi bloqueado pela Apple. Sua estreia se dará nos mercados da Irlanda e do Canadá. Mas não é por acaso: segundo a startup, esses mercados servem para alinhar os recursos e funcionalidades antes de partir, na cara e na coragem, para a oferta de músicas na Inglaterra e nos Estados Unidos. Músicas por apenas 1 centavo.

Via: The Next Web

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares