Notebook

10/08/2011 11h15 - Atualizado em 10/08/2011 12h07

Com escassez de alumínio, ultrabooks terão fibra de vidro

Paulo Vanderley
por
Para o TechTudo

Você deve se lembrar de que recentemente a Intel lançou uma nova categoria de notebooks leves e finos, a qual chamou carinhosamente de ultrabooks. Para viabilizar o projeto, os fabricantes idealizaram o equipamento necessário usando chassi de alumínio, que, além de ser leve, ajuda a dissipar o calor. Mas, acredite, esse metal está se tornando escasso. Para complicar, a Apple chegou na frente e já demanda grande quantidade do material para sua linha de produção.

Notebook de fibra de vidro da Toshiba é bonito, porém caro. (Foto: Divulgação)Notebook de fibra de vidro da Toshiba é bonito, porém caro. (Foto: Divulgação)

Com os fabricantes de chassis de alumínio direcionando sua produção para a Apple, outros nomes, como Acer, Samsung, Sony e HP, ficaram chupando o dedo. E agora, quem poderá ajudar? A solução é pesquisar materiais que possam substituir o alumínio nos equipamentos, mas sem interferir em outros fatores, como a espessura e o peso final do aparelho.

Antecipando o futuro, a ASUS lançou notebook de bambu.  (Foto: Divulgação)Antecipando o futuro, a ASUS lançou notebook de bambu. (Foto: Divulgação)

Tempos atrás, a ASUS lançou um notebook de bambu, que possui mais resistência à tração que muitas ligas metálicas. Entretanto, acredito que este não seja o padrão que a indústria deseja. Especulações à parte, por enquanto, a opção mais viável é usar fibra de vidro.

A empresa Mitac, nascida em Taiwan, garante fabricar chassis para computadores tão fortes quanto os de alumínio, usando uma mistura de fibra de vidro e plástico. O melhor é que o custo dessa estrutura pode ficar até US$ 10 mais barato do que o modelo de alumínio. A solução chega a diminuir o preço final do notebook de US$ 50 a US$ 100. Mas... o que as fabricantes estão esperando?

A Toshiba já tem dois modelos de notebook feitos de fibra de vidro: o Tecra R840 e o R850. Apesar de não serem os notebooks mais baratos da marca, uma das vantagens anunciadas pela empresa é justamente a durabilidade dos aparelhos - além do belo design.

Será que os dois modelos da Toshiba inauguram uma nova era de portáteis? O que a Apple fará diante da escassez de alumínio? A ASUS vai lançar mais notebooks de bambu? Essas e outras perguntas apenas o futuro será capaz de responder.

Via: Digitimes

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares