Áudio e Vídeo

06/09/2011 14h00 - Atualizado em 06/09/2011 14h02

Déjà Vu aposenta lembretes de papel e aposta em análise fotográfica

Hélio Bentzen
por
Para TechTudo

A proposta do aplicativo Déjà Vu é mudar a forma com que você registra seus lembretes. Do tradicional hábito de criar bilhetes escritos, veio a ideia de utilizar processos mnemônicos visuais. Ou seja, a ideia do Déjà Vu é explorar a sua memória visual, que consegue guardar, muitas vezes, muito mais informações que um dado escrito.

Déjà Vu (Foto: Reprodução)Déjà Vu (Foto: Reprodução)

Além disso, quantas e quantas vezes você sequer teve tempo de anotar o que acabava de ver? Seria bem mais fácil somente bater uma foto e, posteriormente, agregar uma informação. Portanto, essa é uma importante estratégia do Déjà Vu. Vejam abaixo um vídeo explicativo (em inglês) da ferramenta, que está disponível no iTunes.

A Déjà Vu foi projetada para você armazenar fotos de coisas que você quer se lembrar. Sua navegação é bem simples e fácil, e você pode realizar pesquisas por tags, mapas, etc. É possível sincronizar os dados armazenados nos dispositivos móveis em uma "nuvem", que permite que você acesse e altere de qualquer browser as informações cadastradas no aplicativo.

Além disso, uma de suas mais importantes funcionalidades é a do aprendizado conforme você vai registrando as imagens. Dessa forma, pode-se identificar muitas coisas em sua memória visual e, automaticamente, categorizar as tags em conformidade. Isto lhe poupa trabalho.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares