23/11/2011 09h31 - Atualizado em 23/11/2011 09h31

Agência norte-americana de inteligência afirma que criptografia dos discos atuais é muito eficiente

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

A US-CERT é a agência de inteligência norte-americana dedicada a combater casos de cyberterrorismo. E, em um relatório recente, a agência admitiu que os atuais sistemas de criptografia total de discos (FDE) são muito eficientes. Segundo a agência, o FBI, a CIA e a NSA enfrentam problemas na hora de violar as informações de uma unidade capturada.

O estudo aponta que a criptografia de dados apresenta três grande problemas: o primeiro deles é o fato de que ao tentar forçar a entrada num sistema, ele pode simplesmente entrar em colapso, bloqueando o acesso de qualquer um. A única alternativa é conseguir a senha do suspeito, o que não é sempre possível.

Caso a equipe tente ler algo absolutamente ilegível por conta da criptografia, vai acabar perdendo horas e recursos humanos cruciais numa investigação que precisa ser ágil. E, em casos mais graves, há a criptografia em nível de hardware: qualquer tentativa de rompê-la pode desencadear a destruição total dos dados e, naturalmente, das evidências.

Diante destes problemas, o relatório recomenda soluções, como aprimoramento das técnicas de investigação, para não depender tanto de dados virtuais. Captura de dados a partir de outros recursos, como a memória RAM – que não pode ser criptografada e pode ter suas informações recuperadas a partir de congelamento criogênico.

Criptografia de disco é algo hoje acessível. Há aplicativos que se encarregam de codificar todo o conteúdo de seu HD. As revelações do relatório da agência mostram que, por mais que a preocupação da perda de privacidade trazida pela tecnologia seja real, ainda há maneiras de se resistir. O lado ruim nisso tudo é que a ferramenta, também, pode estar a serviço de criminosos.

Via Extreme Tech

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares