Fabricantes

07/11/2011 09h54 - Atualizado em 01/09/2016 15h25

Em vídeo de 1990, Steve Jobs faz previsões sobre a tecnologia

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

Se você pedisse para várias pessoas resumirem Steve Jobs em uma só palavra, boa parte diria algo como: visionário, inovador. Em uma entrevista de 1990 de Steve à emissora norte-americana PBS, disponível na internet sem legenda, você pode ter uma ideia de até onde Steve Jobs enxergava o futuro.

Steve Jobs: eufemismos para quê? (Foto: Reprodução)Steve Jobs: eufemismos para quê?
(Foto: Reprodução)

Na época, ele comandava sua nova empresa, a Next, que posteriormente seria absorvida pela Apple. Nesta entrevista ele fala sobre computadores, como eles podem se tornar ferramentas importantes (naquele tempo a internet não existia), fala também sobre a eficiência das pessoas, sua experiência com programação e o que ele via no futuro da computação pessoal na década de 1990.

Jobs ressalta que as redes – em 1990 ele estava há cinco anos do primeiro boom da internet – seriam a próxima revolução da informática e “criarão e definirão o mercado de computadores”. A noção de rede de computadores já existia enquanto terminais ligando militares e universidades, o verdadeiro embrião da internet, mas Jobs vai além e fala da rede enquanto ferramenta acessível a todos: no lazer e no trabalho, mas sobretudo no trabalho.

É aí que Jobs usa o exemplo da Next em termos de concepção de rede e de como computador iria tomar o espaço da nossa rotina de trabalho. Por exemplo, ele fala que a instituição de uma rede funcional organizando cada um dos computadores da Next possibilitou uma drástica queda no número de reuniões inócuas e trouxe muito mais eficiência para a empresa. Hoje sequer nos damos conta disso, mas em 1990 a concepção de computadores interligados em rede e com cada funcionário dispondo de um terminal exclusivo era algo bastante futurista.

Jobs também fala que cada usuário poderia conectar seu computador a uma rede sem fios ou por fibra ótica. Uma notável antecipação da conectividade que dispomos hoje em nossos múltilpos dispositivos.

Embora seja difícil mensurar até onde Steve foi visionário e até onde reciclou ideias e conceitos já existentes, a entrevista mostra que Jobs sabia para onde olhar e o que esperar da tecnologia enquanto mercado. O que não impede, por exemplo, que ele tenha tido algumas impressões erradas: em dado momento, ele afirma que computadores não agregariam funções e seriam sempre e apenas computadores.

Via: Mashable

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Everton Barbosa
    2011-11-20T23:41:35

    Video indisponivel!