Notebook

26/01/2012 17h57 - Atualizado em 12/12/2012 13h19

Saiba o que é ultrabook e por que ele é tendência no mercado

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

Ultrabooks são uma tendência no mercado de computadores portáteis. A aposta em portabilidade é uma opção para combater a crescente evolução dos tablets. Mais finos e leves, no entanto com características de notebooks, os ultrabooks oferecem capacidade e desempenho para jogos superiores do que os ebooks, bem como contam com exibição de vídeos em alta-resolução e softwares pesados.

ACES5Ultrabook da Acer (Foto: Divulgação)

Há também a preocupação da Intel – que criou e patrocina diretamente o conceito – em criar um nicho de mercado que seja capaz de resistir aos solavancos que as vendas de PCs vem sentindo nos últimos tempos (desde a crise no suprimento de HDs ao surgimento de novos gadgets, que relativizam a importância do PC). Para a Intel, também é importante que os ultrabooks prevaleçam por conta da concorrência com os MacBooks da Apple.

Para ser considerado um ultrabook, o computador portátil deve atender a alguns critérios definidos pela Intel. Em primeiro lugar, o aparelho deve ter menos de 21 mm de espessura. Outro requisito é a capacidade de inicialização rápida: o sistema deve despertar da hibernação em menos de sete segundos. Em relação à bateria, a Intel definiu que ela deve durar entre cinco e oito horas.

Além disso, um ultrabook deve ter as tecnologias da Intel desenvolvidas para a proteção da máquina e com a Intel Smart Respons, que permite acesso rápido aos aplicativos e arquivos favoritos do usuário.

Embora ceda processadores e chipsets para os laptops da Apple, a Intel precisa que o multifacetado e plural mercado de PCs continue firme. A Apple lança poucos modelos e opta por processadores muito específicos para cada um de seus lançamentos. Sendo assim, se o mercado de PCs portáteis ficar restrito a isso, a Intel tende a perder a larga margem de mercado que conquistou ao longo dos anos.

toshMuito mais finos. (Foto: Divulgação)

Além da pressão de mercado

O que determina a relevância do ultrabook no mercado atual de computadores é seu apelo de portabilidade, leveza e bom equilíbrio de hardware.

Mas como chegar a 15 mm de espessura, no ponto mais desfavorável, como é o caso do Acer Aspire S5, recordista do aspecto fineza?

Ao decorrer dos anos, a tendência é que os chips reduzam de tamanho e agreguem funções. A esse pressuposto, soma-se a necessidade cada vez maior de um bom trabalho de eficiência energética, que reduza as demandas dos sistemas para garantir que a bateria resista por mais tempo.

ACERUltrabook Acer (Foto: Divulgação)

A somatória destas questões e circunstâncias “desenha” o perfil fino dos ultrabooks. No aspecto técnico, já temos processadores que, sozinhos, congregam num único silício mais de 1.2 bilhão de transistores.

Na outra ponta, o consumidor precisa de equipamentos fáceis de carregar e que ofereçam um desempenho proporcional e satisfatório para todas as aplicações do dia a dia.

Tem alguma dúvida de tecnologia? Entre no Fórum do TechTudo!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Caio Assis
    2012-02-02T13:15:55

    "os ultrabooks oferecem capacidade e desempenho para jogos superiores do que os ebooks". ???

  • Gustavo Assunção
    2012-02-01T19:17:46

    Matéria paga pela Intel?