Antivírus

01/02/2012 17h01 - Atualizado em 01/02/2012 18h25

Como impedir que o pen drive seja invadido por vírus

Aline Jesus
por
Para o TechTudo

Para evitar que um pen drive seja contaminado por vírus ou que o dispositivo contamine os computadores com os quais entre em contato, é importante instalar, tanto no PC quanto no pen drive, um bom software de segurança. Outra alternativa é desativar o “autorun” do Windows.

O TechTudo listou dois programas importantes que realizam esse serviço. Abaixo, você ainda confere o procedimento necessário para fazer com que o sistema não execute qualquer dispositivo automaticamente.

Programas de proteção

Avast! U3 Edition é um exemplo de programa gratuito e portátil que protege pen drives U3 USB Flash Drive escaneando arquivos e pastas que possam estar contaminadas com vírus. Dispensando instalação, o programa roda automaticamente no dispositivo móvel quando conectado ao computador. Desta forma, o software protege tanto sua máquina quanto seu pen drive.

proteção avastComo impedir que o pen drive seja invadido por vírus (Reprodução: Aline Jesus)

Se você já tem a versão completa do Avast!Free Antivirus ou deseja instalá-lo em sua máquina, basta conectar seu pen drive, escolher a opção “Escaneamento” e depois “Escaneamento de mídia removível”.

Outro programa que protege o pen drive da invasão de vírus é o ClanWin. Este, contudo, necessita da instalação do software no dispositivo e no computador. Para o pen drive, o processo é um pouco diferente: após baixar o programa, salve no diretório que você quiser. Em seguida, conecte o dispositivo no USB do computador, clique duas vezes sobre o ClanWin, dê “Next” e informe a porta USB que o pen drive está conectado (opção “Browse”). Em seguida, continue a instalação normalmente, clicando em “Install” e “Finish”.

Impeça o “autorun” do Windows

Já reparou que ao “espetar” o pen drive no computador, o Windows o executa automaticamente? Isso ocorre por conta do “autorun”, uma tecnologia incluída no recurso “Reprodução automática” (“Autoplay”) do Windows. Para evitar esta execução automática, é necessário fazer algumas configurações no sistema.

Para Windows 7 e Vista, basta ir ao "Painel de Controle" e escolher a opção “Hardware e Sons”. Então, clique em “Reprodução Automática”. Se você optar por desmarcar “Usar Reprodução Automática em todas as mídias e dispositivos”, ao inserir CDs e DVDs ou qualquer dispositivo USB, eles não serão reproduzidos automaticamente. Para usá-los, você precisará acessar o dispositivo manualmente através do menu “Computador”.

proteção windowsImpedir a reprodução automática de mídias e dispostivos USB pode ajudar a proteger o seu PC (Foto: Reprodução/Aline Jesus)

Contudo, se preferir não desativar a opção “Usar Reprodução Automática em todas as mídias e dispositivos”, basta descer a barra de rolagem até “Dispositivos”, identificar seu pen drive e então marcar “Nenhuma ação” ou “Sempre perguntar”. Desta forma, toda vez que alguém conectar um pen drive na sua máquina, você será perguntado sobre o que deseja fazer ou, do contrário, nada ocorrerá.

Usuários do Windows XP que queiram fazer o mesmo precisarão acessar “Configuração do Computador”, “Módulos de Administrador”, “Sistema” e, por fim, marcar a opção “Desativar Autoexecutar”.

proteção windowsEscolha a ação padrão do Windos ao executar mídias ou pen drives (Foto: Reprodução/Aline Jesus)

Com as "opções de executar" automaticamente desativadas, quando você precisar conectar o dispositivo no computador, basta acessar o Windows Explorer e clicar com o botão direito do mouse sobre o pen drive. Dependendo do antivírus que estiver instalado, escolha a opção de escanear para evitar arquivos maliciosos que danifiquem sua máquina.

Uma história real

No site do movimento Brasil sem Vírus, o cirurgião-dentista Tiago Cielo Pontelli, voluntário da campanha, contou sua história sobre a experiência com um pen drive infectado. Tiago teve seu dispositivo contaminado em uma loja de revelação de fotos.

"Meu pior caso com um vírus aconteceu quando estava tentando revelar algumas fotos. Salvei o conteúdo do cartão de memória num pen drive e o levei até uma loja de revelação. A loja, no entanto, estava com os computadores contaminados. Em casa, quando conectei o dispositivo, o Avast detectou uma ameaça e sugeriu uma varredura. A questão é que eu usei o mesmo pen drive no computador do meu escritório. Quando notei que o sistema operacional estava demorando mais para iniciar do que o normal, percebi o problema. Na verdade, o vírus tinha por objetivo desativar qualquer antivírus e permitir a instalação de um Cavalo de Troia, que estava disfarçado de atualização para o MSE".

Cheguei a pensar em descartar o HD e o pen drive, pois nada resolvia"
Tiago Pontelli, cirurgião-dentista

Para resolver o problema, Tiago precisou recorrer a vários antivírus. Levou aproximadamente sete dias passando programas conhecidos, inclusive versões pagas, antispyware e vacinas específicas da Symantec e de outras desenvolvedoras.

"A formatação não resolveu, apenas minimizou o problema. Cheguei a pensar em descartar o HD e o pen drive, pois nada resolvia. Foi quando me lembrei de uma dica que vi em um site estrangeiro: criar os arquivos "ini" e "exe" no pen drive, impedindo que o vírus o fizesse de forma oculta. Sei que depois de tentar todos os antivírus que consegui baixar, utilizar máquinas limpas para baixar vacinas e pesquisar soluções, consegui remover a praga. Até hoje não sei que vírus era, pois cada antivírus apontava um nome diferente", concluiu.

O TechTudo apoia o Brasil Sem Vírus, movimento que dissemina práticas de segurança e distribui antivírus gratuitamente. Estima-se que 80% dos brasileiros já estiveram com os computadores ameaçados por vírus e ataques de hackers. Você pode ajudar sua rede de amigos enviando uma vacina para eles. Seja voluntário!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Vinicius Passamai
    2012-02-16T11:17:20

    Andre SantosRio Largo, AL Achei meritória a matéria. Uso os sistemas operacionais Win7 e Linux nos últimos 6 anos. Porém, nunca tive problemas com vírus ou similares no Linux. Quanto ao Windows tive até que formatar várias vezes a máquina para ter plena certeza de não infecção. Gostaria de ver o Windows muito mais seguro e estável. Porém essa parece não ser a política da Microsoft. Aprecio muito o Linux e não discordo de quem gosta mais do Windows. Cada um corre o risco que deseja. O melhor antivírus é o usuário. -------------------------------------- Concordo plenamente com teu pensamento!

  • Andre Santos
    2012-02-07T20:13:09

    Achei meritória a matéria. Uso os sistemas operacionais Win7 e Linux nos últimos 6 anos. Porém, nunca tive problemas com vírus ou similares no Linux. Quanto ao Windows tive até que formatar várias vezes a máquina para ter plena certeza de não infecção. Gostaria de ver o Windows muito mais seguro e estável. Porém essa parece não ser a política da Microsoft. Aprecio muito o Linux e não discordo de quem gosta mais do Windows. Cada um corre o risco que deseja. O melhor antivírus é o usuário.

  • Jerry Wendel
    2012-02-04T13:43:51

    Quer se ve Livre de virus? Use Linux. o resto é conversa fiaada pra vender antivirus

  • Valério Vito
    2012-02-02T11:06:34

    "Poderião" Leonardo? Procura essa palavra do dicionário pra ver se existe, pqp!

  • Hudson França
    2012-02-07T15:27:35

    Concordo que o Linux é uma ótima opção para não adquirir vírus,mas pra quem prefere continuar com o windows, como no meu caso,pode testar o G Data Internet Security 2012....Melhor antivírus do mundo ( na minha opinião ). Procurem informações sobre ele e vão ver.

  • Oséiasstumm
    2012-02-04T14:07:50

    Essa matéria realmente é uma diarréia técnica, fraquíssima, e como disse o Júnior, desatualizada. Espero que coloquem no ar alguma coisa mais sólida e que tenha algum fundamento real. Viva Linux

  • Breno Ferreira
    2012-02-02T08:11:37

    Eu prefiro bloquear a gravação de dados na raiz do Pen Drive, assim n tm como autoruns serem executados ou um virus do PC gravar nd no meu Pen Drive. Sempre fiz isso e nunca tive prob.

  • Leonardo Broering
    2012-02-02T00:35:19

    "A formatação não resolveu, apenas minimizou o problema. Cheguei a pensar em descartar o HD e o pen drive, pois nada resolvia." Na próxima vez manda para um técnico formado que é fácil de resolver. Obs: Essas palavras para confirmação poderião ser maiores.

  • Junior
    2012-02-02T09:13:25

    Impressionante como um site (neste caso o TechTudo) praticamente SUGERE um software (Avast U3 Edition) que já foi DESCONTINUADO. Aliás, não só o produto (Avast U3), mas também a tecnologia utilizada na plataforma U3 também foi descontinuada (em 2008). A Sandisk (detentora da tecnologia até então) tirou o site U3 do ar em 2010. Em se tratando de TECNOLOGIA, na minha opinião, esta matéria é uma baita FURADA! Só podia ser coisa da Globo mesmo...

  • Giulia Arone
    2012-02-01T23:11:48

    Olha um ótima matéria, mas eu prefiro utilizar o avast e não configurei o computador, tenho ele a mais de 5 anos e não tenho problemas em utilizar somente o anti-virus. Mas mesmo assim foi uma boa matéria...

  • Thiago Silva
    2012-02-01T21:22:37

    meu windows é o XP e não encontrei a opção Configuração do Computador. alguém poderia me dz? muito boa a dica de desativar a execução automática.