Sistemas Operacionais

17/04/2012 16h10 - Atualizado em 25/04/2012 13h43

O que é e como usar o MySQL?

Pedro Pisa
por
Para o TechTudo

O MySQL é um sistema gerenciador de banco de dados relacional de código aberto usado na maioria das aplicações gratuitas para gerir suas bases de dados. O serviço utiliza a linguagem SQL (Structure Query Language – Linguagem de Consulta Estruturada), que é a linguagem mais popular para inserir, acessar e gerenciar o conteúdo armazenado num banco de dados.

Logo do MySQL (Foto: Reprodução)Logo do MySQL (Foto: Reprodução)

Na criação de aplicações web abertas e gratuitas, o conjunto de aplicações mais usado é o LAMP, um acrônimo para Linux, Apache, MySQL e Perl/PHP/Python. Nesse conjunto de aplicações, inclui-se, respectivamente, um sistema operacional, um servidor web, um sistema gerenciador de banco de dados e uma linguagem de programação. Assim, o MySQL é um dos componentes centrais da maioria das aplicações públicas da Internet.

O sistema foi desenvolvido pela empresa sueca MySQL AB e publicado, originalmente, em maio de 1995. Após, a empresa foi comprada pela Sun Microsystems e, em janeiro de 2010, integrou a transação bilionária da compra da Sun pela Oracle Corporation. Atualmente, a Oracle, embora tenha mantido a versão para a comunidade, tornou seu uso mais restrito e os desenvolvedores criaram, então, o projeto MariaDB para continuar desenvolvendo o código da versão 5.1 do MySQL, de forma totalmente aberta e gratuita. O MariaDB pretende manter compatibilidade com as versões lançadas pela Oracle.

Como usar o MySQL

Para utilizar o MySQL, é necessário instalar um servidor e uma aplicação cliente. O servidor é o responsável por armazenar os dados, responder às requisições, controlar a consistência dos dados, bem como a execução de transações concomitantes entre outras. O cliente se comunica com o servidor através da SQL. A versão gratuita do MySQL é chamada de Edição da Comunidade e possui o servidor e uma interface gráfica cliente.

Interface inicial do MySQL Workbench (Reprodução / Divulgação).Interface inicial do MySQL Workbench (Foto: Reprodução)

O servidor deve ser instalado e configurado para receber conexões dos clientes. No MySQL, o principal cliente é a interface gráfica cliente fornecida pela Oracle, denominada MySQL Workbench. Através do MySQL Workbench, pode-se executar consultas SQL, administrar o sistema e modelar, criar e manter a base de dados através de um ambiente integrado. O MySQL Workbench está disponível para Windows, Linux e Mac OS.

Na interface de modelagem de base de dados do MySQL Workbench, pode-se definir as entidades da base de dados, seus atributos e relacionamentos. Em banco de dados, deve-se definir configurações importantes para os bancos de dados, como as chaves primárias e estrangeiras e os atributos que devem ser indexados. Todas essas configuras são definidas nessa interface.

Interface de modelagem da base de dados do MySQL Workbench (Reprodução / Divulgação).Interface de modelagem da base de dados do MySQL Workbench (Foto: Reprodução)

Na figura abaixo, apresenta-se a interface de administração do aplicativo, a qual consiste de informações sobre o status do sistema, como uso de processamento, memória e conexões simultâneas, e de configurações do sistema de gerenciamento e das bases de dados.

Configurações do sistema gerenciador consistem, entre outras mais complexas, da porta TCP, que deve ser conectada, e da pasta onde os arquivos das bases de dados são salvos no disco. As configurações específicas das bases de dados consistem na codificação dos dados, nas permissões de acesso, por exemplo.

Interface de administração do MySQL Workbench (Reprodução / Divulgação).Interface de administração do MySQL Workbench (Foto: Reprodução)

No editor genérico de consultas, ilustrado na imagem abaixo, o administrador pode executar consultas para buscar informações especificas ou testes. Basta inserir a consulta SQL, na parte superior da janela, e os resultados são exibidos na guia “Output” da metade inferior da janela. Na guia “Overview”, o administrador pode obter os nomes das tabelas, visões e rotinas de cada base de dados criada no sistema.

Editor genérico de consultas SQL do MySQL Workbench (Reprodução / Divulgação).Editor genérico de consultas SQL do MySQL Workbench (Foto: Reprodução)
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • John Silva
    2012-04-25T11:03:36  

    NOssa, muito boa matéria ,muito exclarecedora. Sou estudante da area de TI e há tempos venho procurando um artigo que me deixasse sem nenhuma duvida sobre MySql. Obrigado!

    recentes

    populares

    • John Silva
      2012-04-25T11:03:36  

      John, cara, esse curso de TI foi criado a pouco tempo. Sou estudante de Engenharia de Telecomunicações do Instituto Federal do Ceará (IFCE), por gentileza, me tire uma dúvida. Em TI se estuda o que, especificamente? Estuda-se cálculos e projetos? Muita programação? É técnico, tecnólogo, Bacharelado? E qnt tempo?

    recentes

    populares

    • John Silva
      2012-04-25T11:03:36  

      Então o meu curso é Análise e Desenvolvimento de Sistema. O curso tem muita programação,banco de dados e a parte de projetos como diagramas e UML, tem cauculos sim, mas não é o foco.