Sistemas Operacionais

10/04/2012 13h11 - Atualizado em 10/04/2012 13h11

PagSeguro lança serviço de NFC no Brasil, para pagamentos via celular

Victor Vasques
por
Para o TechTudo

Realizar pagamentos pelo celular, como pagar o ingresso de um cinema, ou um café, já é uma realidade aos brasileiros desde 2006, graças a serviços como o Oi Paggo. Mas nesta segunda-feira (09), uma nova forma de se fazer isso - até então só usada lá no exterior - finalmente chegou ao Brasil. A PagSeguro apresentou um novo sistema que utiliza a nova tecnologia NFC (Near Field Communication). Desenvolvido em parceria com a Nokia, a ideia é fazer e receber pagamentos apenas aproximando os aparelhos celulares, mais ou menos como a tecnologia existente nos cartões de ônibus e metrô de algumas grandes capitais.

PagSeguro NFC: Novo sistema permite pagamento com celulares Nokia (Foto: Victor Vasques)PagSeguro NFC: Novo sistema permite pagamento com celulares Nokia (Foto: Victor Vasques)

Desenvolvido inicialmente para os sistemas MeeGo (presente no N9) e Symbian (no Nokia 701 e Nokia C7), o novo aplicativo PagSeguro NFC permite que o usuário e comércios adotem o celular como uma opção para o dinheiro em papel ou cartões.

O que é NFC? E como funciona o PagSeguro NFC?

O NFC (Near Field Communication) é uma tecnologia que permite a troca de informações através da aproximação de dois dispositivos. No caso do PagSeguro NFC, são necessários dois celulares (o vendedor e o comprador) para que a transação seja efetuada. Por meio do aplicativo, basta que o vendedor digite o valor que será debitado do comprador e aproximar os dois aparelhos. Feito isso, o comprador visualizará o valor, fará a escolha da forma de pagamento (cartão de crédito ou crédito PagSeguro) e autorizará a transação. Por utilizar a rede 3G ou EDGE do celular, a transação é aprovada ou recusada no mesmo instante, bem semelhante ao que já acontece com as máquinas tradicionais de cartões.

O aplicativo também permite visualizar relatórios de pagamento, assim como acontece em faturas do cartão de crédito, e gerar estorno de valores com a mesma rapidez que o pagamento. Rapidez, aliás, que transforma o sistema em algo competitivo com os sistemas tradicionais. Por se tratar de um sistema que possui menos riscos do que a compra via internet, a empresa garantiu que o novo sistema terá taxas semelhantes aos meios tradicionais.

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS MOSTRANDO O FUNCIONAMENTO DO SERVIÇO

Quando questionados sobre a segurança, a equipe do PagSeguro explicou que por usar o sistema de transação da empresa, nenhuma informação vital dos cartões de créditos transitam de celular para celular, garantindo a segurança das informações tanto para comprador quanto para vendedor.

As vantagens e desvantagens do pagamento via NFC

Por se tratar de um sistema que pode ser integrado aos celulares, o PagSeguro NFC se sustem com três pilares: Facilidade de uso, segurança e comodidade. No primeiro quesito, a nova tecnologia garante que qualquer pessoa pode usar o pagamento, desde que tenha costume de usar um celular.

No caso da segurança, por usar o sistema PagSeguro como intermédio, os dados do cartão de crédito não ficam expostos em nenhum momento. Para quem já teve o cartão clonado, sabe quanta utilidade isso tem. Outra vantagem do serviço implementado pelo PagSeguro é o tamanho da carteira multibandeira do sistema, além de permitir o pagamento com créditos do PagSeguro.

O objetivo inicial do serviço é atingir estabelecimento com ticket médio-baixo (por volta dos R$ 100,00), o que inclui restaurantes, cafés, cinemas e outros comércios. Por isso, por enquanto, o aplicativo não permitirá o parcelamento de valores. Apesar de não exigir que o vendedor possua um CNPJ, o PagSeguro promete algumas vantagens para aqueles que são comércios fixos, entre eles o sistema de comodato dos aparelhos, já que por se limitar a uma pequena fatia do mercado, inicialmente o projeto pode não parecer atrativo para pequenos comerciantes.

Mas uma desvantagem dessa tecnologia é que o sistema de NFC ainda não está tão presente em smartphones vendidos no Brasil. Além disso, esse sistema da PagSeguro funciona apenas - por enquanto - em telefones Nokia com MeeGo ou Symbian, como o Nokia N9, o Nokia C7 e o Nokia 701.

E tem outro detalhe: o sistema apresentado pelo PagSeguro exige a autenticação do pagamento via 3G ou rede EDGE. Qualidade que, em alguns casos, pode se tornar uma desvantagem.


O futuro dos pagamentos via NFC no Brasil

Se o NFC agiliza significativamente os pagamentos, por que não criar hotspots de pagamento? Segundo equipe do PagSeguro NFC, os sistemas presentes no mercado brasileiro ainda são muito caros, o que inviabiliza a implementação do sistema fora dos celulares. No entanto, não é descartado a parceria com empresas do ramo.

Apesar da parceria com a Nokia ter uma grande vantagem estratégica, o PagSeguro deixou claro que já pensa na implementação do sistema para outros modelos e sistemas operacionais, assim que forem mostradas soluções de NFC em outras marcas. Coisa que não deve demorar a acontecer, já que vemos celulares Android ganhando a tecnologia e rumores dizem que a Apple tem interesse neste mercado para o seu iPhone.

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS MOSTRANDO O SERVIÇO EM FUNCIONAMENTO

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Dhyego Barbosa
    2013-01-15T11:20:16

    "Mas uma desvantagem dessa tecnologia é que o sistema de NFC ainda não está tão presente em smartphones vendidos no Brasil. " MAIS UMA VEZ UM JORNALISTA POSTA UMA MATÉRIA SEM CONHECIMENTO . VÁRIOS CELULARES POSSUEM ESSA TECNOLOGIA . MEU S3 TEM .

  • Fillipy Braga
    2012-08-04T12:31:29

    Meu Nokia 808 PureView tem...!

  • Luiz Junior
    2012-04-12T13:51:00

    Só funciona para Symbian? Tsc, tsc tsc..

  • Paulo Bonggasto
    2012-04-10T23:47:14

    adorei a ideia de poder pagar com meu nokia... mas a questão mesmo é a segurança.