13/07/2012 17h57 - Atualizado em 13/07/2012 18h01

Dicas de fotometria para iniciantes

Gisele Goes
por
Para o TechTudo

Não existe certo ou errado quando se trata de fotografia - isso vai de acordo com cada um. O conhecimento das funcionalidades de uma câmera, no entanto, pode ser muito útil para conseguir uma imagem do jeito desejado. E no que diz respeito à luz, compreender a fotometria é fundamental.

Antes de começarmos a falar de forma mais detalhada sobre fotometria é importante compreender o que é o fotômetro. Ele é o aparelho responsável pela medição da quantidade de luz que existe no ambiente a ser fotografado. Algumas câmeras profissionais possuem fotômetros externos, mas ele está presente internamente em todos os aparelhos de fotografia.

Quando a câmera se encontra no modo automático, o fotômetro realiza todos os ajustes sozinho com o objetivo de evitar que a foto fique tremida. Já no seu modo manual, o aparelho pode ser ajustado de acordo com o objetivo e prioridades do fotógrafo.

No caso do ajuste automático existem algumas situações de risco, pois nem sempre a câmera consegue captar o que é ideal em relação à medição de luz. Isso pode acontecer na presença de objetos que refletem mais luz do que outros ou dependendo da intensidade das fontes de luz do ambiente (fotografias na praia, por exemplo).

Então, se o objetivo é evitar esse tipo de situação e ter total controle da iluminação, é importante ter conhecimento dos tipos de fotometria. Separamos alguns exemplos de fotos, com diferenças bem sutis. Veja que a escolha da fotometria depende muito do objeto que você vai fotografar.

Medição Média

Encontrada no modo automático de todas as câmeras, ela é a medição que considera toda a quantidade e tipos de luz existentes na cena. Escolha essa função em cenas com contraste menor de cores e no caso de iluminação mais intensa em toda região fotografada. Um exemplo clássico é a fotografia de flor, na qual é recomendável priorizar todos os detalhes igualmente. No exemplo abaixo, o fundo está praticamente igualado ao objeto; os dois estão mais claros em relação às fotos que veremos a seguir.

Medição Média. A área cinza da segunda imagem representa o que será priorizado na foto. Fonte ReproduçaoMedição Média: a área cinza da segunda imagem representa o que será priorizado na foto (Fonte: Reprodução)
Foto utilizando a opção de Medição MédiaFoto utilizando a opção de Medição Média (Foto: Gisele Goes)

Mediação Centralizada Média

Esse modo é indicado para quem deseja fotografar retratos. A medição centralizada média possui uma precisão um pouco maior do que a anterior. Mesmo sendo utilizada como uma forma de medir a luz de todo o quadro, ela define uma prioridade para a área central. Ela é ideal quando o objeto principal da foto apresenta uma pequena diferença de iluminação em relação ao fundo. Esse é o tipo de fotometria a ser utilizada se a foto possui duas cores muito diferentes (uma mais clara e outra mais escura) próximas uma da outra. Por exemplo, uma pessoa de roupa branca ao lado de outra com roupa preta. Na foto abaixo, o fundo e o objeto estão num tom aproximado e numa intensidade de luz similar, mas existe uma prioridade para o objeto central mesmo assim.

Medição Centralizada Média. A área cinza da imagem a direita representa o que será priorizado na foto. Fonte ReproduçaoMedição Centralizada Média: a área cinza da imagem à direita representa o que será priorizado na foto (Foto: reprodução)
Foto utilizando a opção de Medição Centralizada MédiaFoto utilizando a opção de Medição Centralizada Média (Foto: Gisele Goes)

Medição Central ou Spot

Nesse tipo de medição, a fotometria é realizada pela parte central do visor da câmera, o que faz com que o resto das informações da cena sejam desprezados. Ela é indicada em casos de grande diferença de iluminação entre o objeto principal e fundo. Um exemplo clássico é em shows ou peças de teatro, em que há uma iluminação intensa nos personagens principais em relação ao resto do ambiente. É fundamental que o fotógrafo mire bem o centro do vistor no objeto que ele deseja fotometrar para que não haja erro. Utilize esse tipo de fotometria quando o fundo é muito mais claro ou escuro do que o objeto principal da foto. Outra dica é pra quem deseja tirar alguma foto muito perto (macro) ou de pequenos objetos. Na foto abaixo, o fundo é totalmente desprezado e o foco e a iluminação acontecem apenas para o objeto central.

Medição Central ou Spot. A área cinza da segunda imagem representa o que será priorizado na foto. Fonte ReproduçaoMedição Central ou Spot: a área cinza da segunda imagem representa o que será priorizado na foto (Fonte:  Reprodução)
Foto utilizando a opção de Medição Central ou SpotFoto utilizando a opção de Medição Central ou Spot (Foto: Gisele Goes)

Medição Parcial 

Esse tipo é recomendado em caso de grande diferenças de brilho ou quando há a necessidade de precisão na medição. Ele limita a medição à uma área central do visor e cobre geralmente 9,5% da imagem, descartando todo o resto. É uma opção um pouco menos drástica do que o Spot.

Compensação de Exposição

Mesmo com todas essas possibilidades de ajustes, nem sempre conseguimos resolver nossos problemas em relação à fotometria. Em situações como essa ainda existe a alternativa da compensação de exposição.

Ela é representada por uma caixa com os valores + e -, presente em todas as câmeras digitais. Ao acionar esse recurso, é possível regulá-lo em até dois pontos positivos ou dois negativos. Caso você coloque os pontos positivos, mais luz será colocada na foto. Já na escolha dos pontos negativos, menos luz será colocada. Só não se esqueça de voltar a compensação de exposição para o número zero depois, para que a câmera não acrescente ou retire a luz de fotos sem necessidade.

ícone que representa a função de compensação de exposição na câmera Foto ReproduçãoÍcone que representa a função de compensação de exposição na câmera (Foto: Reprodução)
Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Antonio Rhoden
    2012-07-18T19:33:31

    Ótimo artigo. Parabéns!