13/07/2012 16h29 - Atualizado em 13/07/2012 16h29

Quando usar o flash?

Fernando André
por
Para o TechTudo

Uma das dúvidas mais frequentes entre aqueles que estão começando a se aventurar no mundo da fotografia é quando usar o flash da câmera. Muitas vezes, é preferível utilizar a iluminação natural da cena, mas em certas situações o uso dessa ferramenta é necessário, quando não preferível para uma foto mais bonita. Abaixo você encontra algumas dicas de quando usar o flash e quando evitá-lo.

Photo 09-07-12 20 23 00Na ausência de luz ambiente para iluminar o objeto próximo, o flash é recomendado (Foto: Fernando André)

O uso mais simples e óbvio do flash é quando não há luz suficiente para realizar uma foto sem que ela fique tremida. Normalmente isso ocorre quando o tempo de exposição necessário para capturar a imagem é maior do que 1/60. Câmeras com estabilizador conseguem evitar as fotos tremidas com uma exposição mais longa, da forma que alguns fotógrafos conseguem fazer apenas com mãos bem firmes. É claro que você pode usar um tripé para resolver o problema.

Note que, se você quiser uma fotografia com bastante contraste, é preferível evitar o flash, pois ele acaba por eliminar as sombras projetadas pela luz natural sobre o objeto fotografado. Alterando a abertura do diafragma e o ISO da máquina, muitas vezes é possível compensar a falta de luz no ambiente.

IMG_2062Sem o flash, captura-se apenas a silhueta do objeto contra a luz (Foto: Fernando André)

Você quer capturar um objeto em primeiro plano, mas a fonte de luz está exatamente atrás desse objeto. Pode ser um vaso, uma estátua ou uma pessoa, a possibilidade de você conseguir capturar apenas sua silhueta é grande. A não ser que esse seja seu objetivo, é recomendável que você use o flash para compensar a falta de luz frontal.

Nesse tipo de situação a fotometria é bastante difícil, pois já existe bastante luz na cena. Por isso, pode ser necessário diminuir levemente o tempo de exposição da foto para que o fundo não fique superexposto.

07510024O alto tempo de exposição exigido pela ausência do flash causa o efeito de movimento (Foto: Fernando André)

Às vezes, apesar da quantidade de luz no ambiente parecer suficiente, o objeto ou pessoa que você quer fotografar aparece borrado. Nesses casos, o uso do flash é indispensável - a não ser que você queira causar um efeito de movimento na foto, como na imagem acima.

Apesar de uma ferramenta bastante útil, existem situações em que é melhor deixar o flash de lado e não se sentir tentado em usá-lo. Em grandes eventos, por exemplo, sejam musicais ou esportivos, ele provavelmente não terá o alcance necessário para iluminar o palco, gramado ou quadra. Quando o objeto a ser fotografo está muito distante, a luz do flash costuma ser insuficiente.

Outra situação em que você deve evitar o flash é em fotografias através de vidros. Normalmente nesses casos, a foto vira uma grande explosão de luz devido ao reflexo. Essa dica vale para qualquer superfície reflexiva, como espelhos ou telas de gadgets. Caso ele seja absolutamente necessário, não o aponte diretamente para a superfície. A dica é buscar um ângulo mais aberto.

A melhor maneira de aprender em qual momento e como utilizar o flash é praticando bastante. Principalmente comparando fotografias tiradas sem flash com fotos iluminadas pelo flash. Com o tempo, você saberá exatamente quando sacar essa ferramenta e utilizá-la com sabedoria.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares