Internet

13/08/2012 16h43 - Atualizado em 13/08/2012 16h51

'Segurança do Outlook.com será mais forte que do Gmail', diz Microsoft

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

A segurança é uma das apostas da Microsoft como forma de acirrar a disputa pela preferência dos usuários da sua nova plataforma de e-mails. O serviço Outlook.com, segundo a Microsoft, é desenvolvido para oferecer soluções e recursos que o façam mais seguro e mais prático que o principal concorrente mais famoso, o Gmail, do Google.

Segundo a Microsoft, Outlook.com será mais seguro que o Gmail (Foto: Reprodução)Segundo a Microsoft, Outlook.com será mais seguro que o Gmail (Foto: Reprodução)

Uma fonte da Microsoft explicou ao site Mashable que a ideia é usar recursos mais práticos que a autenticação em dois passos oferecida pelo Gmail. Entre esses recursos, estão a exigência de senhas mais fortes e o uso de códigos descartáveis.

Ao falar de senhas fortes, a Microsoft refere-se à exigência de que os "passwords" criados pelos usuários preencham alguns requisitos para que se tornem mais difíceis de serem descobertos por hackers. Já o recurso de códigos descartáveis refere-se ao envio de mensagens por celular com um tipo de senha, que só pode ser usada uma vez.

Essa senha dá acesso ao e-mail do usuário e é ideal para uso em computadores públicos. Mesmo que seja descoberta por um software malicioso, ela tem prazo de validade de uma sessão e não pode ser usada novamente pelo usuário ou por um eventual hacker.

Ainda de acordo com a Microsoft, existem novas ferramentas em estágio de pesquisa e desenvolvimento para o Outlook.com. A intenção é desenvolver métodos práticos de autenticação em dois passos para cada conta do serviço.

Via Mashable

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Helvecio Rocha
    2012-08-13T21:06:26

    Algo melhor que a verificação de duas etapas do Google? Essa eu quero ver.