Notebook

23/10/2012 18h00 - Atualizado em 23/10/2012 18h00

iPad mini, canibalismo e tudo que a Apple mostrou. E o que não mostrou!

Elis Monteiro
por
Para o TechTudo

Se o que a Apple queria era fazer barulho, ô, mandou bem à beça. Até os especialistas ainda estão confusos depois da série de anúncios explícitos (e não tão explícitos assim) feitos no California Theater em San Jose, na Califórnia. Algumas coisas ficaram bem claras: a Apple admitiu publicamente aquilo que nós mais ou menos já percebemos – o “iPad 3” ou “novo iPad” foi um erro de trajetória. Na verdade, um tapa-buraco; no caso, o buraco deixado pelo que viria a ser o iPad 4, agora sim “uma nova geração de iPad”. E como cliente de iPad não é necessariamente o mesmo de iPhone, mesmo depois do anúncio do iPhone 5 a Apple teve coragem de lançar o iPad mini (a partir de US$ 329, o de 16GB), que nada mais é do que um meio termo entre um iPad e um iPhone.

iPad mini é apresentado oficialmente (Foto: Reprodução)iPad mini foi apresentado oficialmente pela Apple (Foto: Reprodução)

Ficou confuso, sim, e essa coluna nasce em pleno momento de confusão (sendo assim, perdoem caso cometa algum sacrilégio). E que não venham dizer que foi só uma correção de portfólio – a Apple admitiu, sem dizer claramente, que foi mexida pela concorrência e que precisava entrar no mercado dos “foblets”, incluindo aí o Google Nexus 7, o Galaxy Note, Kindles e todos os outros – não são poucos. Sua arma é o iPad mini, que não chega a brigar com o iPhone porque… não é telefone! O iPhone 5, vamos lá, fica por aqui nesta coluna, já que é um bicho à parte. Bicho, aliás, que pelas palavras de Tim Cook hoje está agradando bastante – já vendeu cinco milhões de unidades.

Para tentar entender o que aconteceu hoje, vamos por partes. O que é certo: a Apple lançou um “foblet” (iPad mini), equipamento que tem potencial para ser xodó, por vários motivos. Vamos a alguns? O iPad mini cabe na bolsa, é ligeiramente mais barato, tem visualização de apps igualzinha à da geração mais recente dos iPads; tem versões só Wi-Fi e Wi-Fi mais 3G/4G; tela de 7,9 polegadas; pesa 300 g, tem resolução de 1028 x 768; chip dual-core A5; câmera principal de 5 megapixels e secundária (para FaceTime) de 1,2 megapixel; gravação de vídeo, Nano-SIM (não mais Micro-SIM, como a Apple já tinha sinalizado com o iPhone 5); novo conector Lightning (substituiu o de 30 pinos); bateria com duração de dez horas (diz a Apple que garante mais de nove horas de navegação na web) e uso de… tcharammm, Siri!

E para que adquirir um iPad se você pode optar por um iPad mini? Pois em verdade vos digo, amigos: pela primeira vez na história recente da nossa amiga Apple, ela lança dois modelos que podem competir entre si. Ok que é a primeira vez que ela lança um foblet, mas corre um risco danado de 1) não convencer de que os produtos da concorrência, já no mercado há tempos, são piores ou “menos modernos”; 2) que o consumidor acabe optando por um ou por outro e não encontre um jeito de fazer caber os dois em sua vida, como muitos chegaram a fazer com o iPhone e o iPad, iPad 2 e “novo iPad”, que “casaram”.

Game de carro rolando no novo iPad mini (Foto: Reprodução/Apple)iPad mini fica entre o novo iPad e o iPhone 5 (Foto: Divulgação)

Temos de considerar, contudo, que o iPad mini não é um telefone, por isso pode ser oferecido como um produto completamente à parte. O problema é que a própria Apple o está colocando “num mesmo pacote iPad”. Ou seja, a sensação é de que ela decidiu matar de vez o iPad 3 (na verdade, não é só uma sensação, ela tirou do mapa mesmo). Ou seja, fingir que o “novo iPad” nunca existiu, passar uma borracha com mão pesada e, para pedir desculpa aos consumidores descontentes, ofereceu – de verdade – um “ops, foi mal”.

Simples assim. “Foi mal aí, galera, mas tiramos o iPad 3 do caminho e resolvemos fortalecer nossa linha de iPads com duas opções: uma pequena e uma grande”. Parece que simplifica. Mas na verdade… complica! Afinal, qual é o público do iPad mini? O mesmo para o iPad com tela Retina (o 4)? E o que dizer deste, é tão diferente assim do anterior? Pesa 652 g; tem tela de 9,7 polegadas; resolução de 2048 x 1536 (bem melhor que a do iPad mini, notem); processador dual-core A6X, com gráficos quad-core; câmera principal de 5 megapixels e secundária (FaceTime) de 1,2 megapixels. Ou seja, estou louca mas sua configuração é muito parecida com a do iPad mini?

Minha sincera opinião (opinião, leram?): acho mesmo que a Apple não está ligando para a concorrência entre seus dois aparelhos. De qualquer forma, quem comprar um ou outro vai pagar por ele e a grana entra em seus cofres. O que ela fez foi se posicionar no tal novo nicho de mercado dos foblets ou “tablets-pequeninos-que-cabem-na-palma-da-mão”. Precisava disso, não pode não ter, e o iPad mini é mesmo opção super interessante para quem ainda não sacou a da Amazon (Kindle), acha que a Samsung não está com essa bola toda (Note e outros) ou ainda não foi seduzido pelo Android do Google. No mundo dos iOSs, o iPad mini seria a minha opção para “tablet de bolsa”.

Minha sincera opinião: acho mesmo que a Apple não está ligando para a concorrência entre seus dois aparelhos."
Elis Monteiro

E antes que vocês saiam correndo, precisamos falar sobre o que, para mim, foi o anúncio realmente importante: o novo iMac, ultra slim, light, magrelo, uau! Como assim um iMac 80% mais fino, do nada? Isso sim foi de parar o mercado, uma carta sensacional tirada da manga! Quem melhor definiu o susto foi o vice-presidente de Marketing da maçã, Phil Schiller, ao apresentá-lo: “Há um computador inteiro aqui dentro.” É que não dá mesmo para acreditar naquela espessura rodando uma senhora máquina. Imaginem um micro capaz de armazenar até 3 TB de armazenamento (três terabytes!)? O filhotinho, de 21,5 polegadas, terá preço inicial de US$ 1.299 e traz processador 2,7 GHz Core i5, 8 GB de RAM, placa de vídeo GeForce GT 640M e HD de 1 TB, e chegará aos Estados Unidos em novembro. Já o de 27 polegadas virá pelo preço inicial de US$ 1.799 e oferece 2,9 GHz Core i5, 8 GB de RAM e 1 TB de armazenamento.

Novo iMac tem apenas 5 mm de espessura (Foto: Reprodução)Novo iMac tem apenas 5 mm de espessura (Foto: Reprodução)

 

Ah, sim: e ainda teve um MacBook Pro com tela Retina e 13 polegadas, além de uma versão atualizada do Mac mini, a primeira desde 2011, agora com processador Intel Ivy Bridge (US$ 599). O modelo mais barato tem processador dual-core i5 de 2,5G GHz, com 4 GB de RAM e disco rígido de 500 GB. A versão superior (US$ 999) tem processador quad-core i7 de 2,3 GHz e dois drives de 1 TB.

Como é de costume, nada de preços e lançamento no Brasil. E, sim, vamos precisar de outras colunas pra comentar tudo isso. Dessa vez ficamos cansados! Ufa!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Fabiano Ferreira
    2012-10-26T09:10:55

    Oi Elis, tudo bem ! Apenas para que possamos entender um pouco mais seu artigo. Você quiz dizer "canibalização" e "phablets", certo ? Quanto ao primeiro termo, ele seria o mais correto para o contexto, não ? E quanto ao segundo termo, acredito que ele não se aplique ao iPad Mini, pois o mesmo não se encaixa nessa categoria (não possui interface de voz celular).

  • Cadu Oliveira
    2012-10-24T16:41:08

    Eu comprei o iPad3 a alguns meses atrás mas não me arrependo nem um pouco, mesmo sabendo do lançamento do Novo iPad. O iPad3 atende perfeitamente bem todas as minhas necessidades, é rápido, resolução perfeita e tem tudo que preciso. Mas que acho uma P/U/T/A sacanagem da Apple, isso não tenho dúvidas.. Ta parecendo a Ford que lança um Fiesta diferente por ano.

  • Luciano Luz
    2012-10-24T10:24:36

    Mais do mesmo. Só pra lembrar que todos os Ipad$$$ da vida não fazem nada se vc não trablah nele. As pessoas compram cada "novidade" achando que resolveram os problemas de suas vidas, mas ai descobrem que aquilo não faz milagre. ACORDA GENTE! OLHA O CONSUMISMO! Ainda mais dessa apple que a cada "lançamento " coloca algo que na concorrência já tinha a séculos...Oh! Uma saída Hdmi"....fala sério.

  • Bruno Paula
    2012-10-24T09:09:50

    vejo que tem muita gente dizendo que foi sacanagem da apple lançar um novo ipad em 6 meses, mas acho o seguinte: se vc compra um produto da apple sabe que esta propicio a esse tipo de mudanças radicais com um novo lançamento, se vc compra é pq vc tem dinheiro, e se vc tem dinheiro, nao reclame, va e compre outro. mas o povo compra e parcela no carne em 24x...é esse o publico da apple?...nao me surpreende se a mesma lançar em março um novo iphone...se Jobs escolheu Tim Cook para CEO nao foi a toa. e nao, a configuração do ipad novo nao tem nada a ver com a do mini..só o chip A6X diz td. abraço

  • Roberto Souza
    2012-10-24T02:23:53

    Simples, pra quem acha que 8" é suficiente vai comprar o mini, quem acha que precisa de uma tela maior e melhor, vai de Ipad 4G, embora eu ache que vai ficar uns 80% pro mini daqui pra frente.

  • Francisco Angelini
    2012-10-23T19:33:40

    Acho muito legal a mídia cobrir a apple, agora faz quase 2 meses que estou em uma briga com a apple, alem de mim muitos outros usuários de equipamentos com saída de video HDMI. Nenhum veículo de mídia procurado por mim se prontificou a ajudar e divulgar, basta uma simples busca no forum da própria apple por HDMI POOR QUALITY ou somente HDMI para ver user de retina, ipad,imac, mac mini reclamando que ao tentar usar a saída tem baixa resolução. Abri chamado na apple e recebi a seguinte resposta: Não será resolvido, não tem solução e vai ficar assim. Quer saber mais entre em contato comigo.

  • Thiago Vianna
    2012-10-23T19:05:00

    7 mil reais, eu compro a passagem para os Estados Unidos, compro o Pro 13 retina, um tablet NEXUS 7 vou no Universal Studios e ainda sobra dinheiro.

  • Rafael Lima
    2012-10-24T12:28:37  

    Elis,discordo de você quando você diz que o ipad mini foi lançado sem foco.A apple foi bem clara no lançamento dizendo que o ipad está sendo muito utilizado nas escolas dos EUA.Assim, ela lança um produto que não está competindo com o "ipadão" pq foca em um publico mais jovem, como uma ferramenta para contribuir no aprendizado nas escolas, um gadget portátil, leve e confortável.Junto com ele ela lança a nova versão do iBook que você esqueceu de mencionar. Nesse caso ela cria concorrencia direta com o Kindle e Nexus 7 que possuem o mesmo foco. o "ipadão" mantém a concorrencia com os "grandões".

    recentes

    populares

    • Rafael Lima
      2012-10-24T12:28:37  

      exatamente!

  • Bruno Paula
    2012-10-24T08:59:32  

    Elis, nao acho que a apple jogou um "ops foi mal". Na minha opiniao, nao tem pq do ipad mini vir com uma configuração exuberante se o publico alvo nao sao os profissionais e sim estudantes. É um tablet acessível a todos, e claro, jogada de marketing da apple, pois pq lançar uma configuração muito boa agora se podem lançar depois? " nossa meta é vender X milhoes de ipad mini, dps vendemos mais X milhoes na proxima geração" é assim q apple pensa...o ipad mini nao mira o publico profissional, apple deixou clara essa informação, o profissional vai de ipad...

    recentes

    populares

    • Bruno Paula
      2012-10-24T08:59:32  

      Bruno Paula, acho q só vc não percebeu que o lançamento desse produto foi em função do sucesso do Kindle e do Google Nexus. A Apple perdeu tempo e dinheiro.

  • Rafael Lima
    2012-10-24T12:31:50  

    Vamos deixar claro que não sou um fãboy. Utilizo android e estou satisfeito. Admiro a apple pela qualidade dos aparelhos que normalmente duram anos, principalmente os computadores. Por falar nisso, realmente o imac foi o que mais chamou a atenção pelo simples fato de não ser esperado tal mudança.

    recentes

    populares

    • Rafael Lima
      2012-10-24T12:31:50  

      Só as bordas da tela que são finas no novo iMac não é tão impressionante assim, repare que a apple quase nunca mostra ele realmente de lado pra esconder a barriguinha que ele tem atras.

    recentes

    populares

    • Rafael Lima
      2012-10-24T12:31:50  

      Raffael Sousa , isso é verdade...tem fotos na net que mostram o corpinho gordinho por trás... ;)

  • Andersen Juni
    2012-10-23T18:50:56  

    os melhores gadgets do Planeta nao ha nada que se compare a APPLE impossivel botar fora,guarda se.nao é como samsun xxpto 54 ou samsuntre54fd ou samsung xoxta3254 ou noki lumininho54s5 ou nokinho trey67hy Androides e jellis uma panoplia de merdices de usa e bota fora eu tenho um IPONE nao uso telemovel eu tenho IMAC nao uso pc eu tenho um IPAD nao uso tablet eu tenho e amo o MAC PRO.nao uso portatil eu tenho IPOD TOUCH nao uso isso que toda gente usa o Banal conceito chines..APPLE é arte e sonhar fantasiar ficar apaixonado sem tocar se tocas.,paixao perpetua

    recentes

    populares

    • Andersen Juni
      2012-10-23T18:50:56  

      Bruno Paula, vc está quase no mesmo nível desse Andersen Juni, continua tentando. Foi o texto mais h-o-m-o-depressivo que eu li de fanboy, hahahahahahahahaha

    recentes

    populares

    • Andersen Juni
      2012-10-23T18:50:56  

      Rafael Gardini fabricados pela samsung, mas desenhados e pensados tecnologicamente pela apple...ou vc acha q o chip do iphone , ipad etc, é o mesmo dos produtos samsung???? isso nao quer dizer nada, e se vc nao sabe, a apple vai largar a samsung na fabricação dos chips