Internet

31/01/2013 09h22 - Atualizado em 31/01/2013 10h41

Coluna do B. Piropo: Google de cara nova

B. Piropo
por
Para o TechTudo

Há pouco menos de um ano eu escrevi uma pequena série de colunas sobre o Google Docs, depois Google Drive, então um dos meios mais populares de armazenamento de arquivos “na nuvem”. Grande parte do texto foi dedicado à interface, espartana como tudo o que se refere ao Google.

Pois bem: recentemente o Google mudou sua interface. E não me refiro à do Google Drive, mas à da própria página de pesquisas, seu carro-chefe.

A mudança da interface de um dispositivo de pesquisa é um tópico que nada tem a ver com Hardware, o presumível assunto desta coluna. Porém o fato do Google ser um instrumento tão universal para a execução de pesquisas me levou a crer que, mesmo fugindo do assunto, caso eu escolhesse o tópico como tema desta coluna, os leitores haveriam de aprovar. Afinal, não conheço quem não recorra ao Google para dirimir suas dúvidas e, embora tenha facilitado a pesquisa, a mudança na interface “escondeu” algumas funções. Nosso objetivo aqui é ajudar a encontrá-las. Por esta razão aqui vai uma estranha coluna sobre “hardware” que versa sobre uma interface. Que eu sugiro ler enquanto se mantém aberta em uma segunda janela as páginas correspondentes do Google para acompanhar melhor o assunto.

A nova interface do Google foi desenvolvida inicialmente para uso em dispositivos de tela sensível ao toque, primeiro os tabletes, depois os telefones espertos. O resultado foi bastante positivo e os desenvolvedores do Google passaram a testá-la em micros convencionais a partir de agosto passado. Tendo sido aprovada, foi adotada inicialmente nos EUA e depois nos demais países. Agora chega ao Brasil.

Não sei se o preclaro leitor lembra-se do aspecto da antiga interface usada pelo Google para retornar o resultado de uma pesquisa. Ela trazia, à esquerda da janela, um menu ou barra de ferramentas com diversas opções cujo objetivo, em sua maioria, era aprimorar a pesquisa.

Figura 1: nova interface de pesquisas do GoogleFigura 1: nova interface de pesquisas do Google (Foto: Reprodução)

Pois bem, como mostra a Figura 1, esta barra desapareceu. Grande parte do que se encontrava nela, juntamente com o que se poderia encontrar clicando no atalho “Pesquisa avançada” (que também desapareceu), passou a se concentrar em um singelo, porém elegante, menu horizontal que se estende logo abaixo da caixa de pesquisa, contendo as entradas “Web”, “Imagens”, “Mapas”, “Shopping”, “Vídeos” e “Mais”, esta última ladeada por um triângulo apontando para baixo cujo objetivo é indicar que leva a outro conjunto de opções.

A entrada correspondente ao local onde se está (no caso da Figura 1, “Web”, já que a página mostra o resultado de uma pesquisa na Internet) aparece destacada em vermelho. Um clique nas demais, com exceção de “Mais”, leva diretamente à página correspondente que já exibirá um conteúdo relativo ao assunto contido na caixa de pesquisa. Por exemplo, veja, na Figura 2, o que acontece quando eu clico em “Imagens” na janela exibida na Figura 1, cuja caixa de pesquisas contém “b piropo” (e note que agora o destaque em vermelho passa para “Imagens”).

Figura 2: Janela de “Imagens”Figura 2: Janela de “Imagens” (Foto: Reprodução)

Quando se clica em “Imagens” com um termo ou expressão já na caixa de pesquisas, o Google faz uma varredura na rede em buscas de imagens relacionadas a este conteúdo. No caso da Figura 2, buscou imagens que tivessem algo a ver com este escrevinhador cujo nome aparece na caixa de pesquisas e as mostra em ordem de importância. Algumas de fato têm a ver comigo e exibem minha carantonha, sozinho ou na companhia de amigos. Outras mostram apenas amigos, como a do mestre Renato Degiovani que aparece perto do canto inferior direito. Outras ainda, que não aparecem na figura por se situarem mais abaixo na página, são imagens que eu usei na ilustração de colunas aqui e alhures. É claro que, de cambulhada, surgem também imagens que absolutamente nada têm a ver comigo, como a daquele estranhíssimo indiano que aparece na segunda linha de imagens e que, conforme descobri clicando nela, ilustra um artigo intitulado “Haxixe: Origem, Classificação, Efeito…” que eu juro minha mãe mortinha que jamais consultei. Eu, hein! Logo o Google, levantando este tipo de suspeita contra este pobre velho que nunca foi dado a essas coisas…

Já um clique em “Vídeos” leva a resultados semelhantes, porém menos comprometedores: vídeos comigo ou contendo alguma referência a meu nome ou a “piropo”, palavra muito popular em espanhol. E um clique em “Mapas” leva à página do Google Mapas, tentando localizar em algum lugar do mundo algo que se refira à palavra ou expressão contida na caixa de pesquisas. No caso da nossa janela exemplo, o máximo que ele conseguiu foi sugerir que eu talvez estivesse me referindo a “V. del Piropo – Fracciones de Sangre de Cristo, León de Los Aldama, GTO, Estados Unidos Mexicanos”. Parece uma coisa inútil, mas se você lembrar que em qualquer janela que esteja, se digitar um endereço na caixa de pesquisas e clicar em “Mapas” será levado sem delongas a um mapa com a localização do endereço perceberá como esta entrada pode ser útil.

GPC20130131_3_ShopFigura 3: janela Shopping (Foto: Reprodução)

Restam as entradas “Shopping” e “Mais”. A primeira leva a um sítio de compras patrocinado pelo Google que, como fornece seus resultados de graça, sempre que pode dá um jeito de arrumar uma graninha (e, assim como quem não quer nada, já arrumou tanta que se tornou uma potência econômica). Começou nos Estados Unidos e vem se espalhando por outros países, inclusive o Brasil. Um clique em “Shopping” leva à página correspondente, ainda mostrando resultados relacionados ao conteúdo da caixa de pesquisas. No nosso caso, como eu não sou um produto muito popular, tudo que aparece, como mostra a Figura 3, são ofertas de meu último livro, “Dicas do Piropo”, que aliás eu recomendo (é muita cara de pau, pois não? Mas o livro é bom e ainda pode ser útil para muita gente que usa Windows).

Já um clique no pequeno triângulo à direita de “Mais” abre o menu de cortina que aparece na Figura 4 oferecendo praticamente as mesmas opções que eram oferecidas pelo menu correspondente na velha interface: “Notícias”, “Livros”, “Places”, “Blogs”, “Discussões”, “Aplicativos” e “Patentes”. Não dá para descrever aqui o que se encontra em cada uma delas, mas nada impede o preclaro leitor de fuçar um pouco por lá para descobrir (sugiro reservar algum tempo, pois a quantidade de opções é enorme).

Figura 4: menu de cortina “Mais”.Figura 4: menu de cortina “Mais” (Foto: Reprodução)

Então, gostou da nova interface? Bonita e simples, pois não?

Então diga-me lá: em uma pesquisa “Web”, como restringi-la aos resultados publicados, digamos, no último mês? E na pesquisa por “Imagens”, como fazer para que sejam mostradas apenas as de tamanho grande? E nos “Vídeos”, como escolher apenas aqueles contidos no You Tube? Na versão anterior, todas estas opções – e mais umas tantas – estavam ao alcance de um clique. Nesta, aparentemente desapareceram…

Mas só aparentemente, Pois todas as velhas funções continuam disponíveis na nova interface. Só é preciso saber onde encontrá-las. E o caminho é o botão “Ferramentas de pesquisa”, na extremidade direita da do menu horizontal situado abaixo da caixa de pesquisas.

O botão é sensível ao contexto e só aparece quando se está em uma das páginas “Web”, “Imagens” ou “Vídeos”, as únicas que oferecem opções adicionais.

Figura 5: opções de “Web”Figura 5: opções de “Web” (Foto: Reprodução)

Veja, na Figura 5, o que ocorre quando se clica neste botão: imediatamente abaixo do menu que a partir de agora chamaremos de “principal” aparece um novo menu secundário (assinalado com a seta vermelha na figura) com todas as opções disponíveis na versão anterior. Um clique em cada uma delas abre um menu de cortina com as ações pertinentes.

Por exemplo: um clique na opção “Em qualquer data” do menu secundário da página “Web” abre o menu de cortina correspondente à data, que na Figura 5 aparece destacado em vermelho. Se eu pretendesse, como no exemplo citado acima, limitar a pesquisa na Web apenas ao material publicado no último mês, bastaria abrir este menu e clicar na linha “No último mês”.

Cada entrada do menu secundário corresponde à opção padrão (no caso da data, como se viu, a entrada é “Em qualquer data” e a pesquisa será feita sem limitação de data). As demais entradas do menu secundário da página “Web” são “A Web”, que permite escolher o idioma e local onde será feita a pesquisa, “Todos os resultados”, que permitem constranger os resultados a determinadas condições, como páginas visitadas, não visitadas, etc. (neste, particularmente interessante é a opção “Dicionário”, que traz imediatamente o significado da palavra em português e ainda permite vertê-la para praticamente qualquer idioma), e o local de onde a pesquisa está sendo realizada (no caso do exemplo, Rio de Janeiro, detectado automaticamente, mas que pode ser alterado entrando com o local na caixa de dados que aparece quando se abre o menu).

Como se vê, tudo é muito simples e direto. O que me leva a poupá-los da descrição detalhada das entradas dos menus secundários de “Imagens” (que permitem escolher datas, limitar resultados por assunto, definir tamanho, cor e tipo da imagem e incluir ou não o tamanho da imagem) e “Vídeos” (que possibilita escolher idioma e local da pesquisa, duração, qualidade e fonte do vídeo, data e presença ou não de legendas). Melhor é sugerir que vocês mesmos experimentem cada um deles e suas possibilidades.

Experimentando vocês perceberão que todas as opções oferecidas pela interface antiga, inclusive as contidas no extinto atalho “Pesquisa avançada”, continuam disponíveis, apenas mudaram de lugar.

E que a nova interface ficou mais limpa, mais elegante e, sobretudo, mais fácil de usar.

Até a próxima

B. Piropo

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares