Sistemas Operacionais

25/05/2013 07h30 - Atualizado em 15/01/2020 11h33

Como saber se o celular está com vírus? 5 dicas para Android

Lívia Dâmaso
por
Para o TechTudo

Os malwares para Android estão se espalhando rapidamente e se tornando cada vez mais difíceis de serem detectados. Em meio a esta questão, até mesmo os usuários mais experientes são pegos de surpresa. Para ficar mais preparado para um problema no seu aparelho, o ideal é saber alguns indícios de que seu dispositivo está infectado. Confira algumas dicas para saber se seu smartphone está com algum malware.

<button class="action remove" type="button" title="Excluir"></button>
Saiba como identificar problemas de segurança no seu Android (Foto: TechTudo)
Saiba como identificar problemas de segurança no seu Android (Foto: TechTudo)

Bateria com baixa duração

Todos os usuários de smartphones sabem que, em boa parte dos modelos, a bateria dura pouco. Entretanto, se sua bateria sempre teve uma média de duração e de repente começou a descarregar muito mais rápido, pode ser que algum aplicativo instalado recentemente tenha incluido um malware no seu dispositivo.

Por isso, se sua bateria está agindo de maneira estranha, fique bem atento. O malware instalado pode estar escondido e, por isso, é importante ficar atento a baixa autonomia do seu aparelho.

Queda de chamadas ou interrupções

Alguns malwares podem afetar até mesmo as ligações do seu telefone. Se suas chamadas caem ou há interrupções estranhas durante algumas, é bem possível que seu smartphone esteja nfectado. Procure sua operadora e verifique junto a ela se há algum problema em sua região ou rede. Caso não haja nenhuma anormalidade, é possível que seu dispositivo esteja com um programa “espião”: alguma aplicação ou alguém podem estar tentando escutar a sua conversa ou realizar outras atividades suspeitas. 

saiba mais

 

Cobranças indevidas ou não identificadas na sua conta de telefone

Muitos dispositivos infectados podem enviar mensagem de texto SMS para números pré-definidos sem que você saiba. Um malware pode enviar apenas uma mensagem no mês para não levantar suspeitas e, de repente, criar uma grande lista de envios contra a sua vontade. Depois, o programa pode se desinstalar sozinho, deixando um rombo em seu orçamento.

Apesar de serem detectados facilmente no seu detalhamento de conta, os efeitos do malware causam estrago rapidamente, pois a maioria dos atentendes das operadoras não possuem conhecimento técnico e não resolverão o seu problema. Ou seja, você terá que arcar com os prejuízos. Se você usa um plano fixo mensal de envio de mensagem, fique atento.

Consumo exagerado do plano de dados

Além de enviar mensagens contra a sua vontade, um programa mal-intencionado pode também consumir muito o seu pacote de dados. Neste caso, o malware pode estar capturando informações do usuário a todo o momento e transferindo-os para um local específico, gerando um aumento abusivo no tráfego de dados e aumentando consideravelmente o valor da sua conta telefônica.

Baixo desempenho

Um malware pode interferir no desempenho de um dispositivo enquanto ele tenta ler, escrever ou transmitir dados do seu celular. É como um computador infectado. A queda de desempenho do seu smartphone é mais um sinal que ele pode estar com um vírus ou programa malicioso. A verificação de como está sendo utilizada a memória RAM do seu aparelho. aliás, pode ajudar a revelar sua presença.

<button class="action remove" type="button" title="Excluir"></button>
Smartphones são quase tão suscetíveis a vírus quanto computadores (Foto: TechTudo)
Smartphones são quase tão suscetíveis a vírus
quanto computadores (Foto: TechTudo)

O que fazer ao encontrar o malware?

As versões Android mais visadas pelos malware são os mais populares: 2.3 Gingerbread, 4.0 Ice Cream Sandwich e 4.1 Jelly Bean. Estas versões possuem uma chance de 88% de serem infectadas. Para prevenir seu telefone de ser invadido, verifique atentamente cada permissão que um aplicativo Android te pedir no ato do download. Para conhecer outras dicas para deixar seu aparelho mais seguro, confira o artigo do TechTudo.

Caso identifique o programa malicioso, exclua imediatamente o aplicativo que trouxe o malware. Se mesmo assim ele continuar a causar algum dos problemas citados acima, o ideal é reiniciar completamente o seu dispositivo e restaurar as configurações como o padrão de fábrica. Por último, baixe um aplicativo de segurança para que ele monitore o seu smartphone. Confira uma lista com os melhores antivírus para seu celular Android.

Via Read Write

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Fabio Rodrigues
    2013-05-25T13:31:39  

    Eu sei de uma dica melhor que essas ai! Compra um iphone!! Problema resolvido! ;)

    recentes

    populares

    • Fabio Rodrigues
      2013-05-25T13:31:39  

      Uma dica para você Fabio: deixe de ser fanboy ;D

    recentes

    populares

    • Fabio Rodrigues
      2013-05-25T13:31:39  

      Eu neste momento rastreio 4 iphones de pessoas diferentes. Falaram besteira!!!

  • Livia Souza
    2016-01-06T18:25:37  

    boa tarde , queria saber de uma informação , comprei um celular novo e a bateria não esta durando nem 6 horas mesmo com a internet desligada e o brilho no minimo o que eu faço? mando pra garantia?

    recentes

    populares

    • Livia Souza
      2016-01-06T18:25:37  

      Sim, garantia.

  • Ricardo Cavalcanti
    2014-12-19T19:37:42  

    Normalmente eu sou um cara prevenido, mas como uso muito o smartphone para aplicativo de bancos, testes de usabilidade de clientes e uma série de coisas que tem um grau de sigilo grande, eu costumo sempre fazer uma verificação antes de executar uma dessas ações. Agora tenho 2 antivírus no aparelho instalado, um deles é o Kaspersky e o outro é o PSafe. Na falha de um, tenho outro. Os dois são antivírus mas o PSafe tem algumas outras funções de gerenciamento do aparelho bem interessantes. Minha sugestão é ter um antivírus no aparelho.

    recentes

    populares

    • Ricardo Cavalcanti
      2014-12-19T19:37:42  

      "Agora tenho 2 antivírus no aparelho instalado, um deles é o Kaspersky e o outro é o PSafe. Na falha de um, tenho outro." A não ser que um antivírus sirva para proteção em tempo real e outro apenas para escanear sob demanda, usar dois antivírus ao mesmo tempo é a pior coisa que se pode fazer. Não tem essa de "na falha de um, tenho outro", o efeito é muito do contrário, um atrapalha o outro e ainda pesa o celular. Além de que ter o PSafe instalado é quase o mesmo que não ter nada, a não ser que use apenas as ferramentas extras dele. Essas mesmas dicas também valem no computador.

  • Adriano Jesus
    2014-04-30T14:51:44

    É SÓ BAIXAR O APP PSAFE QUE ELE FAZ UMA VARREDURA GERAL NO DISPOSITIVO, VERIFICANDO TODOS OS APLICATIVOS, CASO ALGUM APP TENHA VÍRUS ELE IDENTIFICA NA HORA.