Computadores

16/05/2013 16h35 - Atualizado em 16/05/2013 16h42

Descubra se vale a pena instalar o SSD em um computador antigo

Pedro Pisa
por
Para o TechTudo

A Unidade de Estado Sólido (SSD – Solid State Drive) é um dispositivo de armazenamento para computadores que vem se popularizando nos últimos anos. Seu preço está cada vez mais acessível e as pessoas passaram a considerar a troca do seu disco rígido tradicional por ele. Neste artigo, o TechTudo analisa se vale a pena a troca do HD por um SSD em um computador antigo.

1. old pc (Foto: 1. old pc)O SSD emite menos ruído e consome menos energia

Em outro artigo, analisamos as principais diferenças entre o HD (disco rígido tradicional) e o SSD. Do ponto de vista técnico, um disco rígido tradicional é um equipamento mecânico e magnético. Nele, um disco magnético é utilizado para armazenar os dados e uma agulha, semelhante às usadas em vitrolas, lê e escreve os dados. A busca da posição das informações no disco é responsável por grande parte do tempo da operação de leitura e escrita.

Por outro lado, com os SSDs, esse tempo é praticamente zero, dado que o sistema é eletrônico e permite o acesso a todas as posições de armazenamento no mesmo tempo e com apenas alguns ajustes lógicos. Além dessa vantagem, os hardwares do gênero apresentam menor ruído, menor consumo de energia e, por consequência, dissipam menos calor no gabinete, o que podem garantir ganhos consideráveis para um computador antigo, que possui uma fonte mais fraca e ventiladores já desgastados.

Considerando o desempenho, os SSDs são muito mais eficientes que os HDs tradicionais. No artigo sobre os novos discos SSDs da Intel, publicado em novembro de 2012, apresentamos produtos com velocidade de leitura chegando a 500 MB/s, com a gravação sendo feita em até 450 MB/s. Em discos tradicionais, como o HD Seagate Barracuda 7200.14, a velocidade pode chegar a 205 MB/s de leitura e escrita, segundo o site Tom’s Hardware. O que já é um ganho considerável para o SSD.

2. disco ssd intelDisco SSD (Foto: Divulgação)

Um ponto a ser considerado é o custo de um SSD. Deve-se avaliar se o preço - que pode chegar a R$ 385 (valores em 05/05/2013) em um modelo como o de 120 GB da Intel -, se compensa frente ao valor do computador a ser atualizado ou mesmo em relação à compra do novo. No entanto, de fato, os ganhos com a troca do disco tradicional para uma Unidade de Estado Sólido são significativos e o tempo de resposta da máquina será melhor.

Para se ter um ganho claro no SSD, este deve ser usado, sobretudo, para o armazenamento do sistema operacional e dos aplicativos. Isto ocorre porque o carregamento mais eficiente dos diversos arquivos e bibliotecas que compõem um programa representam um ganho significativo no uso do computador. A inserção de fotos, músicas e vídeos não é indicada para discos SSDs, pois são arquivos grandes e que não representam dificuldades para serem carregados enquanto o usuário utiliza o PC.

Se você deseja atualizar um notebook antigo ou um computador que não possui espaço para dois discos, indicamos o uso de um disco híbrido, que possui uma parte composta por SSD e o restante por disco normal, com o modelo Momentus, lançado pela Seagate, e o Fusion Drive, da Apple.

Pensa em atualizar o disco do seu computador para um SSD? Comente no Fórum do TechTudo!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares