Por Filipe Garrett, para o TechTudo


As placas Intel HD e UHD Graphics são as GPUs de baixo desempenho da Intel que estão presentes em grande parte dos notebooks e desktops. Embora games e aplicações exigentes não sejam seu foco, é comum que usuários recorram a elas devido à ausência de uma placa dedicada de AMD ou Nvidia em laptops.

Outro motivo pode ser o orçamento mais apertado que impede a compra de uma placa de vídeo para o PC de mesa. O tutorial a seguir mostra como alterar as configurações de driver da placa para atingir uma performance melhor em uso intenso, como em jogos.

Cinco dicas importantes antes de comprar um notebook

Cinco dicas importantes antes de comprar um notebook

É importante frisar que as medidas não fazem milagres e, em alguns casos, elas podem sacrificar a qualidade de imagem na busca pela maior fluidez.

Atualize os drivers

A primeira medida para garantir o melhor desempenho possível da placa integrada é atualizar os drivers. Em geral, você pode encontrar as versões mais recentes no site da Intel, como mostra este tutorial.

Embora não façam milagre, medidas podem ajudar a placa a atingir uma performance superior em jogos e apps que exigem muito processamento gráfico — Foto: Filipe Garrett/TechTudo Embora não façam milagre, medidas podem ajudar a placa a atingir uma performance superior em jogos e apps que exigem muito processamento gráfico — Foto: Filipe Garrett/TechTudo

Embora não façam milagre, medidas podem ajudar a placa a atingir uma performance superior em jogos e apps que exigem muito processamento gráfico — Foto: Filipe Garrett/TechTudo

Para notebooks, é possível que a versão mais recente do driver não possa ser instalada. Você pode tentar contornar essa limitação, ou usar a versão de driver gráfico mais recente disponibilizada pelo fabricante do seu laptop. O passo a passo a seguir foi realizado em uma Intel HD Graphics 620 mas, em linhas gerais, ele deve ser parecido para versões de drivers de outras placas da Intel, como HD Graphics 3000, Graphics 520, entre outras.

Alterando configurações

Passo 1. Abra o Painel de Controle do driver gráfico da Intel. Para isso, você pode clicar com o botão direito na área de trabalho e selecionar “Configurações gráficas Intel”;

Acesse as configurações do driver da Intel — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Acesse as configurações do driver da Intel — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Acesse as configurações do driver da Intel — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 2. No Painel, selecione a opção “3D”;

Escolha "3D" na tela principal do Painel de Controle — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Escolha "3D" na tela principal do Painel de Controle — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Escolha "3D" na tela principal do Painel de Controle — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 3. Na caixa em destaque, escolha o aplicativo ou jogo em que a placa de vídeo está deixando a desejar. Caso o driver não liste sozinho as aplicações 3D presentes no PC, você pode executar uma varredura automática, ou encontrar o app/jogo sozinho na lista de aplicações instaladas no seu computador;

Localize o jogo ou aplicativo para o qual deseja realizar as alterações — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Localize o jogo ou aplicativo para o qual deseja realizar as alterações — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Localize o jogo ou aplicativo para o qual deseja realizar as alterações — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 4. A primeira alteração é escolher “Substituir as configurações padrão do aplicativo” para “Suavização de serrilhados morfológica conservadora”. Com essa configuração, o jogo não aplica filtros contra serrilhados que exigem muito poder de processamento. O efeito negativo pode ser o aumento de serrilhados no game;

Alteração impede que app/jogo use configurações pesadas — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Alteração impede que app/jogo use configurações pesadas — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Alteração impede que app/jogo use configurações pesadas — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 5. Em “Suavização de serrilhados em múltiplos exemplos” selecione "Desligar". Mais uma vez, a ideia aqui é liberar o processador gráfico dos cálculos complexos para eliminar os serrilhados – dando assim mais liberdade para que a GPU atinja performance melhor.

Alterações aliviam a carga sobre a GPU e podem melhorar a performance — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Alterações aliviam a carga sobre a GPU e podem melhorar a performance — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Alterações aliviam a carga sobre a GPU e podem melhorar a performance — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 6. Em “Sincronia vertical”, defina a opção “Usar configurações do driver”;

Certifique-se de que o driver irá ignorar as configurações do aplicativo ou jogo — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Certifique-se de que o driver irá ignorar as configurações do aplicativo ou jogo — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Certifique-se de que o driver irá ignorar as configurações do aplicativo ou jogo — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 7. Em “Filtragem anisotrópica”, defina a opção 2x. Se o seu driver permitir, desligue o recurso;

Se possível, desligue a filtragem anisotrópica no driver. Caso seja inviável, lembre-se de desligar a configuração no jogo — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Se possível, desligue a filtragem anisotrópica no driver. Caso seja inviável, lembre-se de desligar a configuração no jogo — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Se possível, desligue a filtragem anisotrópica no driver. Caso seja inviável, lembre-se de desligar a configuração no jogo — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 8. Não esqueça de clicar em "Aplicar" para que as alterações surtam efeito.

Aplique as alterações antes de sair — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Aplique as alterações antes de sair — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Aplique as alterações antes de sair — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Definições de energia

Em geral, as GPUs da Intel funcionam para ajudar a economizar energia elétrica, sobretudo em laptops. Para gastar menos eletricidade, a placa gráfica pode fazer sacrifícios em termos de performance. Para contornar isso, é possível forçar para que a GPU trabalhe sempre em carga máxima.

Passo 1. Escolha a opção “Energia”;

Selecione as configurações de energia referentes à GPU — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Selecione as configurações de energia referentes à GPU — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Selecione as configurações de energia referentes à GPU — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 2. Aqui, a ideia é desativar os modos de uso que focam na economia de bateria e energia em detrimento do desempenho. Note que, em notebooks, há dois perfis de uso diferentes: “Na tomada”, para quando a fonte está conectada ao computador e à rede elétrica; e “Na bateria”. Faça as alterações nos dois perfis;

É importante que você faça as alterações nos dois perfis, ou ao menos naquele em que pretende usar a placa gráfica com mais desempenho — Foto: Reprodução/Filipe Garrett É importante que você faça as alterações nos dois perfis, ou ao menos naquele em que pretende usar a placa gráfica com mais desempenho — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

É importante que você faça as alterações nos dois perfis, ou ao menos naquele em que pretende usar a placa gráfica com mais desempenho — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 3. Em “Selecione um plano de energia de gráficos”, lembre-se de definir o perfil para “Desempenho máximo”;

"Desempenho máximo" vai impedir que a placa gráfica economize energia, atingindo assim velocidades maiores — Foto: Reprodução/Filipe Garrett "Desempenho máximo" vai impedir que a placa gráfica economize energia, atingindo assim velocidades maiores — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

"Desempenho máximo" vai impedir que a placa gráfica economize energia, atingindo assim velocidades maiores — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 4. Em "Configurações globais", escolha "Desativar";

A placa de vídeo passará a consumir mais energia e a entregar performance superior — Foto: Reprodução/Filipe Garrett A placa de vídeo passará a consumir mais energia e a entregar performance superior — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

A placa de vídeo passará a consumir mais energia e a entregar performance superior — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 5. Antes de sair, clique em "Aplicar".

Garanta que suas alterações serão reconhecidas pelo sistema — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Garanta que suas alterações serão reconhecidas pelo sistema — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Garanta que suas alterações serão reconhecidas pelo sistema — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Lembre-se que a alteração pode ter efeito perceptível na autonomia do seu computador. Outro efeito pode ser maior geração de calor.

Qual GPU é melhor para jogos atuais? Comente no Fórum do TechTudo

MAIS DO TechTudo