Skype pode ser alvo de hackers no PC; saiba como se proteger

App de mensagens da Microsoft pode facilitar invasão do computador por hackers

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Paulo Alves, para o TechTudo

O Skype para PC tem uma vulnerabilidade recém-descoberta que coloca em risco os arquivos do usuário. A falha no mecanismo de atualização do programa pode permitir que um hacker acesse a máquina da vítima e tome controle do sistema. A Microsoft já confirmou a brecha de segurança, mas não deu previsão para chegada de um pacote de correção.

Enquanto isso, a melhor opção para continuar usando o app de videochamadas é optar pela versão disponível na Microsoft Store, a loja oficial do Windows 10. Veja como se proteger do problema e evite ser hackeado.

Falha no Skype coloca em risco os dados do usuário no Windows (Foto: Divulgação/Microsoft) Falha no Skype coloca em risco os dados do usuário no Windows (Foto: Divulgação/Microsoft)

Falha no Skype coloca em risco os dados do usuário no Windows (Foto: Divulgação/Microsoft)

Ao buscar uma atualização nos servidores da Microsoft, o Skype usa uma ferramenta vulnerável ao golpe de sequestro de DLL (em inglês, "DLL hijacking"). A comunicação desprotegida entre o programa e a biblioteca de DLLs do Windows permite a infiltração de um código externo por parte do invasor, liberando acesso de administrador a um possível hacker de forma relativamente simples.

O Skype disponível na Microsoft Store é mais seguro porque usa um meio controlado de atualizações que não abre caminho para hackers. No entanto, essa versão só pode ser instalada em computadores que rodam Windows 10. Se o seu PC ainda for equipado com uma variante mais antiga do sistema operacional, a recomendação é desinstalar o Skype até a chegada de uma atualização de correção.

PCs com Windows 10 podem, contudo, também ter a versão vulnerável instalada. Caso isso ocorra, é preciso remover o programa do computador e usar exclusivamente a versão do app distribuída pela loja para se manter seguro.

Confira como desinstalar a versão desprotegida do Skype e instalar a versão segura no passo a passo a seguir.

Passo 1. Acesse o Painel de Controle.

Acesse o Painel de Controle do Windows (Foto: Reprodução/Paulo Alves) Acesse o Painel de Controle do Windows (Foto: Reprodução/Paulo Alves)

Acesse o Painel de Controle do Windows (Foto: Reprodução/Paulo Alves)

Passo 2. Clique em “Desinstalar um programa”.

Para desinstalar o Skype, selecione a opção "Desinstalar um programa" no Painel de Controle do Windows (Foto: Reprodução/Paulo Alves) Para desinstalar o Skype, selecione a opção "Desinstalar um programa" no Painel de Controle do Windows (Foto: Reprodução/Paulo Alves)

Para desinstalar o Skype, selecione a opção "Desinstalar um programa" no Painel de Controle do Windows (Foto: Reprodução/Paulo Alves)

Passo 3. Procure pelo Skype na lista de programas e clique em “Desinstalar/Alterar”. Siga os passos informados pelo próprio Windows na tela. Se você não encontrar o Skype nessa página, então a versão perigosa não está instalada no seu computador.

Encontre o Skype na lista de programas e remova-o do computador (Foto: Reprodução/Paulo Alves) Encontre o Skype na lista de programas e remova-o do computador (Foto: Reprodução/Paulo Alves)

Encontre o Skype na lista de programas e remova-o do computador (Foto: Reprodução/Paulo Alves)

Passo 4. Após a remoção da versão clássica, faça uma busca por “Skype” no Menu Iniciar e abra a versão “Aplicativo confiável da Microsoft Store”.

Use somente o Skype disponível na loja oficial do Windows 10 (Foto: Reprodução/Paulo Alves) Use somente o Skype disponível na loja oficial do Windows 10 (Foto: Reprodução/Paulo Alves)

Use somente o Skype disponível na loja oficial do Windows 10 (Foto: Reprodução/Paulo Alves)

Siga as dicas desse tutorial para continuar usando o Skype em segurança e sem preocupações.

Qual notebook é melhor para estudo e aulas via Skype? Deixe sua opinião no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo