Por Paulo Alves, para o TechTudo


O macOS conta com um utilitário nativo que ajuda a entender o estado da rede para buscar melhorias para a conexão da Internet. O assistente do sistema, disponível em qualquer Mac, permite saber o nível de ruído e a intensidade do sinal que vem do roteador, e mostra se o computador está conectado a uma rede congestionada.

Com essas informações em mãos, o usuário pode fazer os ajustes necessários para desobstruir o caminho e deixar a internet mais rápida em casa. Veja três dicas de como usar o programa da Apple para melhorar a internet do seu MacBook ou iMac.

Problemas no Wi-Fi e possíveis soluções

Problemas no Wi-Fi e possíveis soluções

1. Descubra o canal do Wi-Fi

A maioria dos roteadores vem configurada com Wi-Fi 2,4 GHz, que permite as melhores conexões nos canais 1, 6 e 11. Como a quantidade é limitada, é comum que roteadores próximos estejam juntos em um só canal, congestionando a rede e diminuindo a conexão mesmo nos canais considerados bons para a rede de 2,4 GHz. Para resolver o problema, é primeiro preciso descobrir o canal no qual a sua rede está operando.

Passo 1. Pressione a tecla option no teclado e clique no ícone de conexão de rede. No menu, selecione a opção “Abrir diagnóstico da rede sem fio”;

Acesse a ferramenta de diagnóstico de rede do Mac — Foto: Reprodução/Paulo Alves Acesse a ferramenta de diagnóstico de rede do Mac — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Acesse a ferramenta de diagnóstico de rede do Mac — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Passo 2. Abra o menu “Janela” e selecione a opção “Análise”;

Inicie a análise da rede — Foto: Reprodução/Paulo Alves Inicie a análise da rede — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Inicie a análise da rede — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Passo 3. O assistente irá listar todas as redes sem fio próximas detectadas pela antena Wi-Fi do Mac. Seleciona a seta à direita de “RSSI” (sinal de rede) para listar a sua rede na primeira posição. Na coluna “Canal” veja se a rede mais próxima, logo abaixo, está no mesmo canal. Quando isso ocorre aumentam os riscos de interferência;

Veja se há redes próximas no mesmo canal — Foto: Reprodução/Paulo Alves Veja se há redes próximas no mesmo canal — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Veja se há redes próximas no mesmo canal — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Passo 4. No painel à esquerda, a ferramenta de diagnóstico mostra quais são os melhores canais no momento para a frequência de 2,4 GHz.

Veja os melhores canais para se conectar — Foto: Reprodução/Paulo Alves Veja os melhores canais para se conectar — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Veja os melhores canais para se conectar — Foto: Reprodução/Paulo Alves

2. Altere o canal da rede

Já sabendo qual é o melhor canal, é importante alterá-lo no roteador. A maneira mais simples é reiniciando o aparelho, seja usando um botão de reset ou tirando e colocando o dispositivo de volta na tomada. Como os roteadores são programados para buscar o melhor canal automaticamente, a tendência é que o problema seja resolvido com uma simples reinicialização.

Reinicie o roteador ou mude o canal manualmente — Foto: Reprodução/Paulo Alves Reinicie o roteador ou mude o canal manualmente — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Reinicie o roteador ou mude o canal manualmente — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Passo 2. Em seguida, acesse novamente a ferramenta de análise do Mac para confirmar a troca do canal. É importante que roteadores próximos estejam operando em canais diferentes.

Confira a mudança de canal — Foto: Reprodução/Paulo Alves Confira a mudança de canal — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Confira a mudança de canal — Foto: Reprodução/Paulo Alves

3. Encontre pontos cegos da rede

A ferramenta de diagnóstico de rede do macOS também permite monitorar a variação entre o ruído e a força do sinal para medir a qualidade da conexão. Em redes de 5 GHz, que praticamente não sofrem com congestionamento de canal, essa é uma das opções para melhorar a velocidade.

Passo 1. Abra o menu “Janela” e selecione a opção “Desempenho”;

Acesse a ferramenta de desempenho de rede — Foto: Reprodução/Paulo Alves Acesse a ferramenta de desempenho de rede — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Acesse a ferramenta de desempenho de rede — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Passo 2. No terceiro gráfico, a linha verde mostra a força do sinal, e a linha azul o nível de ruído na rede. As linhas ficam próximas em pontos cegos do Wi-Fi, onde a conexão tende a cair. Mova o computador pela casa para encontrar o melhor ponto de conexão. Quanto mais afastadas as linhas, melhor.

Veja os níveis de ruído e força do sinal — Foto: Reprodução/Paulo Alves Veja os níveis de ruído e força do sinal — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Veja os níveis de ruído e força do sinal — Foto: Reprodução/Paulo Alves

MAIS DO TechTudo