Segurança

Por Paulo Alves, para o TechTudo


A Apple suspendeu temporariamente o funcionamento do FaceTime em grupo após a descoberta de uma falha de privacidade no serviço nesta terça-feira (29). Ao longo do dia, circulou nas redes sociais um problema que, supostamente, permitiria ouvir o áudio de qualquer contato durante uma videochamada mesmo que a pessoa não atendesse a ligação. O erro afetaria qualquer modelo de iPhone (iOS), inclusive o mais recente iPhone XS, e possivelmente computadores com macOS. Em resposta ao TechTudo, a Apple afirmou que a correção será lançada na próxima atualização do software, ainda nesta semana.

Atualmente, a página de status dos sistemas da Apple exibe uma mensagem de alerta: "Os usuários estão enfrentando um problema com o serviço indicado acima [FaceTime]. Estamos investigando e atualizaremos o status conforme mais informações ficarem disponíveis". Ainda não há previsão para o restabelecimento das funções do aplicativo de comunicação. Entenda o caso e saiba se proteger a seguir.

Fragilidade no Facetime abre brecha para espionagem — Foto: Lucas Mendes/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

A falha no FaceTime foi revelada pelo usuário Benji Mobb, no Twitter. Ele divulgou o passo a passo para que qualquer pessoa possa replicar a vulnerabilidade e ouvir o áudio do contato sem ele saber: iniciar uma chamada de vídeo com alguém e, logo em seguida, adicionar seu próprio número como uma terceira pessoa. Uma vez que a chamada em grupo é estabelecida, o som captado pelo microfone do destinatário começa a ser transmitido. Seria possível, portanto, ouvir as conversas de alguém sem ela saber.

Na visão do pesquisador da empresa de segurança digital Kaspersky Lab Victor Chebyshev, a invasão não seria tão simples quanto parece. Ele acredita que os usuários poderiam estranhar um alerta de chamada não solicitado, a menos que o silenciamento da ferramenta esteja ativado. "Do que foi relatado na mídia até agora, parece ser difícil para um invasor explorar esse bug para monitorar secretamente os usuários, já que a vítima em potencial receberia um alerta de chamada recebida. O único cenário de risco é onde o alvo tende a usar o modo 'silencioso'. Nesse caso, um espião pode ouvir secretamente as conversas particulares do usuário", conclui o especialista.

Página de status dos sistemas da Apple aponta problema no FaceTime — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Segundo relatos de usuários, o bug permite também bisbilhotar a câmera frontal do iPhone se a pessoa apertar os botões liga/desliga ou de volume – a imagem, porém, apareceria rapidamente. Até o momento, não há pistas de outros dados que poderiam ser vazados pela vulnerabilidade. Assim que o problema chegou ao conhecimento da Apple, a empresa suspendeu o funcionamento do FaceTime. Ou seja, mesmo que usuários tentem explorar a falha, o serviço não deverá funcionar até segunda ordem.

Chebyshev ressalta a impossibilidade de manter um sistema completamente seguro por causa da complexidade de variáveis que ele compreende. "Em geral, o software hoje compreende tantas linhas de código que é quase impossível garantir que ele será 100% livre de bugs e os fornecedores de software contam com a comunidade de segurança para ajudá-los a encontrar e corrigi-los antes que eles possam ser utilizados de forma incorreta por invasores", afirma o pesquisador da Kaspersky Lab.

Como se proteger

Mesmo que o FaceTime não esteja em funcionamento no dispositivo, a única maneira de garantir proteção é com desativação do serviço manualmente. Apenas após a correção do bug é recomendada uma nova ativação do recurso de videochamadas. Acompanhe o status na página de suporte da Apple (https://www.apple.com/br/support/systemstatus/). Veja a seguir como desligar o app de videochamadas no iPhone e no Mac.

1. Como desativar o FaceTime no iPhone

Passo 1. Acesse os "Ajustes" do sistema e toque na opção "FaceTime";

Acesse o FaceTime nos ajustes do iPhone — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Passo 2. Desligue a chave ao lado de "FaceTime" para desativar a função. Repita o procedimento para reiniciar o serviço assim que o problema no FaceTime estiver corrigido.

Desative o FaceTime no iPhone — Foto: Reprodução/Paulo Alves

2. Como desativar o FaceTime no Mac

Passo 1. Acesse o Spotlight por meio do atalho "Command+Espaço" e busque pelo termo "FaceTime". Clique em "Enter" para abrir o programa;

Abra o aplicativo do FaceTime no Mac — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Passo 2. No menu "FaceTime", vá na opção "Desativar o FaceTime". Repita o procedimento para ativar o software após a correção da Apple.

Desative o FaceTime no Mac — Foto: Reprodução/Paulo Alves

iOS 12: conheça os destaques do novo sistema da Apple

iOS 12: conheça os destaques do novo sistema da Apple

Mais do TechTudo