Internet

Por Daniel Ribeiro, para o TechTudo


A declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) deve ser feita até dia 30 de abril. O site da Receita Federal fornece um simulador gratuito para o IRPF 2019, com o objetivo de simplificar o cálculo e prever o valor do imposto. O simulador funciona direto no navegador e possui opções de deduções e contribuições de previdência e outras despesas em cálculo mensal ou anual. Confira, no tutorial a seguir, o passo a passo de como usar o simulador do IRPF 2019.

Como usar o simulador do IRPF 2019 — Foto: Pond5

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Passo 1. No site oficial da Receita Federal, acesse a ferramenta de “Simulação de Alíquota Efetiva” (receita.economia.gov.br/orientacao/tributaria/declaracoes-e-demonstrativos/dirpf/simulacao-de-aliquota-efetiva-1). Na página inicial, escolha entre as alternativas “Cálculo Mensal” ou “Cálculo Anual”;

Na página de entrada do Simulador, escolha a opção “Cálculo Mensal” ou “Cálculo Anual” — Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro

Passo 2. O simulador imita um formulário dinâmico, de forma que, à medida que o usuário preenche os rendimentos e as deduções, também é calculado ao mesmo tempo o imposto. É possível alternar entre as opções “Cálculo Mensal” e de “Cálculo Anual” nas abas na parte superior da página;

No formato de formulário, o simulador permite alternar entre Mensal e Anual — Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro

Passo 3. Na parte do Cálculo Mensal, os pontos 1 e 2 contam com uma sequência de caixas de texto que devem ser preenchidos com os valores recebidos e as opções de abatimento do imposto;

No Cálculo Mensal, preencha as caixas de textos de “Rendimentos” e as “Deduções” — Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro

Passo 4. Na conclusão do Cálculo Mensal, os pontos 3, 4 e 5 apresentam, respectivamente, a “Base de Cálculo” segundo os Rendimentos e Deduções, o “Imposto” que será cobrado segundo as frações tributáveis e “Alíquota Efetiva” da quota do total imposto que deverá ser pago;

Ainda no Cálculo Mensal, visualize os resultados de “Base de Cálculo”, “Imposto” e “Alíquota” — Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro

Passo 5. O simulador para o Cálculo Anual, disponível na aba superior da página, apresenta também caixas de texto de Rendimentos e Deduções, porém esta seção conta com mais opções de abatimento do imposto;

No “Cálculo Anual”, complete “Rendimentos” e as novas caixas de texto de “Deduções” — Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro

Passo 6. Assim como no Cálculo Mensal, o Cálculo Anual também apresenta os resultados dos dados preenchidos imediatamente, completando as informações da Base de Cálculo e do Imposto, com a tabela de alíquotas;

Em “Base de Cálculo” e “Imposto” serão exibidos os resultados do cálculo — Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro

Passo 7. Ainda no Cálculo Anual, há valores extras e opcionais de deduções, contribuições e impostos devidos que podem influenciar no valor final do IRPF. Preencha as necessárias e confira o resultado final em “Imposto devido”;

Preencha as outras deduções e contribuições que houver e confira o resultado em “Imposto devido” — Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro

Passo 8. Tanto no ambiente de Cálculo Mensal, como no de Cálculo Anual, é possível imprimir os resultados. Para isso, na parte final do simulador, pressione o ícone de “Impressora” e confirme a impressão no botão “OK”;

Ao final, clique no ícone da impressora para imprimir, e confirme no botão “OK” — Foto: Reprodução/Daniel Ribeiro

Onde achar programa do IRPF para Windows 64 bits? Tire dúvidas no Fórum do TechTudo.

Imposto de Renda 2018: como baixar e instalar o programa da declaração

Imposto de Renda 2018: como baixar e instalar o programa da declaração

Mais do TechTudo