Navegadores

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


O Chrome tem funções ocultas que podem melhorar a experiência de uso e personalizar o navegador. Ferramenta que gera senhas seguras automaticamente, monitor de travamentos e recursos de economia de memória RAM são alguns exemplos. As configurações, apesar de pouco conhecidas, podem ser encontradas de forma simples, digitando “chrome://about”, “chrome://flags” ou instalando uma extensão. Veja, a seguir, como usar os menus ocultos do Chrome e aproveitar ao máximo o navegador do Google.

Como atualizar o Google Chrome no celular

Como atualizar o Google Chrome no celular

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Usando o chrome://about

Ao digitar “chrome://about” (sem as aspas) na barra de endereços, você terá acesso a um painel com várias funções do Chrome. São links para páginas internas e cada uma trata de uma função específica. Elas podem ser usadas para melhorar a experiência no navegador ou mesmo corrigir algum problema. Para usá-las, basta clicar no link correspondente. A seguir, veja para que servem as funções escondidas mais úteis.

Em chrome://about você visualiza as páginas internas do Chrome, que dão acesso a recursos e configurações ocultas — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Em chrome://about você visualiza as páginas internas do Chrome, que dão acesso a recursos e configurações ocultas — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Em chrome://about você visualiza as páginas internas do Chrome, que dão acesso a recursos e configurações ocultas — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

chrome://discards: permite colocar as abas do navegador para hibernar sem fechá-las, diminuindo em muito o consumo de memória RAM.

Em chrome://discards é possível colocar abas para hibernar manualmente, reduzindo o consumo de memória — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Em chrome://discards é possível colocar abas para hibernar manualmente, reduzindo o consumo de memória — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Em chrome://discards é possível colocar abas para hibernar manualmente, reduzindo o consumo de memória — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

chrome://crashes: traz um relatório preciso de seu histórico de travamentos com o navegador. Isso pode ser útil para diagnosticar e isolar problemas e descobrir o que está fazendo o Chrome falhar.

Página específica para travamentos vai agregar registros sobre erros para facilitar a busca de soluções — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Página específica para travamentos vai agregar registros sobre erros para facilitar a busca de soluções — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Página específica para travamentos vai agregar registros sobre erros para facilitar a busca de soluções — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

chrome://omnibox: aqui você pode definir o comportamento da barra de endereços do Chrome, alterando as configurações de como ela deve exibir resultados e previsões quando você começa a digitar um endereço.

Opções da Omnibox (barra de endereços do Chrome) permitem refinar a busca automática e sugestões de endereços a partir do seu histórico de navegação — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Opções da Omnibox (barra de endereços do Chrome) permitem refinar a busca automática e sugestões de endereços a partir do seu histórico de navegação — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Opções da Omnibox (barra de endereços do Chrome) permitem refinar a busca automática e sugestões de endereços a partir do seu histórico de navegação — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

2. Usando as “flags”

As flags merecem um tópico a parte porque é neste menu que estão as funções avançadas do Chrome ainda em fase de testes. Um exemplo é a interface gráfica para telas touch em computadores e um recurso que gera sozinho senhas seguras para você. Para encontrar esta opção, basta digitar "chrome://flags" (sem as aspas) na barra de endereço. Conheça a seguir alguns recursos de teste que podem ser úteis no dia a dia.

chrome://flags é a página mais interessante, com uma série de funções experimentais — Foto: Reprodução/Filipe Garrett chrome://flags é a página mais interessante, com uma série de funções experimentais — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

chrome://flags é a página mais interessante, com uma série de funções experimentais — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Gerador de senhas: deslize a tela até encontrar o item “Automatic password generation” e o defina como “Enabled”. Com isso, o Chrome oferecerá sugestões de senhas seguras para você sempre que detectar um formulário de cadastro na Internet. Veja que sempre que você mexer em algo, precisará reiniciar o navegador para ver os efeitos da mudança.

Recurso vai gerar senhas seguras toda vez que perceber que você precisa cadastrar um novo password — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Recurso vai gerar senhas seguras toda vez que perceber que você precisa cadastrar um novo password — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Recurso vai gerar senhas seguras toda vez que perceber que você precisa cadastrar um novo password — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Interface para tela touch: se você usa um notebook com tela sensível ao toque, pode ser interessante experimentar a interface gráfica para telas do tipo. Você a encontra no item “Touch UI”. Chegue até ele e o defina como “Automatic”, para que o Chrome alterne sozinho para esse modo, ou use “Enabled” para forçar a interface touch o tempo todo.

Opção ativa interface gráfica para telas sensíveis ao toque, útil em notebooks híbridos — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Opção ativa interface gráfica para telas sensíveis ao toque, útil em notebooks híbridos — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Opção ativa interface gráfica para telas sensíveis ao toque, útil em notebooks híbridos — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Abas em segundo plano: outra funcionalidade interessante entre as “flags” é a capacidade do Chrome de colocar abas em segundo plano para hibernar, algo parecido com o que o Opera faz. Para ativar, procure por “Automatic tab discarding” e defina como “Enabled”.

Função automatiza o gerenciamento de abas em segundo plano e reduz consumo de memória — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Função automatiza o gerenciamento de abas em segundo plano e reduz consumo de memória — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Função automatiza o gerenciamento de abas em segundo plano e reduz consumo de memória — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Desative as funções: tudo que você encontra em “chrome://flags” são funções experimentais e em desenvolvimento, o que quer dizer que algumas podem simplesmente não funcionar direito, ou até causar algum imprevisto. Se esse for o caso, você pode corrigir o problema retornando à página e, com “Disabled”, desligar as funcionalidades para retornar ao estado estável do navegador.

Você pode desativar as funções, caso algo não funcione ou provoque instabilidade — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Você pode desativar as funções, caso algo não funcione ou provoque instabilidade — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Você pode desativar as funções, caso algo não funcione ou provoque instabilidade — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

3. Simplificando tudo com a extensão HiddenTools

A extensão HiddenTools reúne todas as páginas internas numa interface mais simples. Com o plugin instalado no Chrome, você pode navegar com mais facilidade e encontrar rapidamente o recurso que procura. Veja como instalar e usar a extensão HiddenTools.

Passo 1. Acesse a página da HiddenTools na Chrome Web Store e clique em "Usar no Chrome";

Escolha "Usar no Chrome" para instalar a extensão — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Escolha "Usar no Chrome" para instalar a extensão — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Escolha "Usar no Chrome" para instalar a extensão — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 2. Você encontrará a extensão no Chrome, perto da barra de endereços. Caso ela não esteja ali, consulte a página “chrome://extensions” para acessá-la.

Verifique se a extensão está ativa — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Verifique se a extensão está ativa — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Verifique se a extensão está ativa — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 3. A extensão reorganiza os recursos do Chrome sob outros nomes na interface. Funções como chrome://crashes e outros registros de uso são encontradas em “Developer”, as “flags” referentes a funcionalidades experimentais ficam em “Experiments”. É importante considerar que, clicando sobre qualquer opção, você é conduzido à página interna original do Chrome. A extensão HiddenTools serve apenas para reorganizar os itens.

Extensão facilita o acesso às páginas internas do Chrome — Foto: Reprodução/Filipe Garrett Extensão facilita o acesso às páginas internas do Chrome — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Extensão facilita o acesso às páginas internas do Chrome — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Sincronização do Chrome desloga sozinha: o que fazer? Tire dúvidas no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo