Jogos de ação

Por Pedro Peres, para o TechTudo


Overwatch recebeu uma nova ferramenta de replays na Região de Teste Público (RTP), o servidor de testes da Blizzard no PC. As gravações permitem que os jogadores assistam novamente às suas partidas com mais detalhes. É possível alterar a velocidade de reprodução e o posicionamento das câmeras. Além disso, há uma sobreposição de mapa que pode ser útil para ver o posicionamento de cada player nas team fights. A novidade permite observar as estratégias das equipes e identificar erros e acertos. Veja, a seguir, como acessar a ferramenta de replay e suas principais funções.

Ferramenta de Overwatch permite assistir partidas passadas — Foto: Divulgação/Blizzard

Download da RTP e acesso aos replays

Passo 1. Para acessar os replays é necessário baixar a Região de Teste Público (RTP) no PC. Até o momento, a ferramenta não chegou aos servidores normais ou aos consoles;

A Região de Teste Público (RTP) deve ser selecionada e baixada antes de assistir os replays — Foto: Reprodução/Pedro Peres

Passo 2. Acesse o perfil de carreira do jogador e, em seguida, clique na aba "Replays". As dez últimas partidas jogadas serão exibidas. Assim como os destaques, elas são apagadas com a chegada de uma nova atualização.

A aba de replays dentro do perfil de carreira na RTP — Foto: Reprodução/Blizzard

Assistindo aos replays

O modo de replay é parecido com o modo de espectador dentro de uma partida comum, porém com mais recursos. O botão "N" ativa o Menu de Espectador, que reúne funcionalidades de velocidade, retroceder, avançar, reproduzir e pausar.

O menu rápido de espectador tem ferramentas para assistir o replay — Foto: Reprodução/Pedro Peres

Por padrão, o play e pause são vinculado ao atalho "Ctrl + P", a roda do mouse controla a velocidade de reprodução, e as teclas WASD movimentam a câmera, caso esteja em modo livre. Também é possível assistir a jogadores específicos com os botões de F1 a F12. Os atalhos podem ser personalizados no menu "Assistir", dentro das opções de controle.

O menu "Assistir" deixa usuários customizarem os atalhos de câmera — Foto: Reprodução/Pedro Peres

A sobreposição do mapa (Ctrl + I) habilita uma visão mais estratégica para observar os posicionamentos das duas equipes. Combinada com a câmera elevada (utilizando Q e E para regular a altura), é possível ter uma representação vertical do mapa e uma visão panorâmica dos jogadores.

A sobreposição de mapa nos replays dá mais perspectiva ao jogador — Foto: Reprodução/Blizzard

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Dicas para usar o modo replay

Assistir a personagens que utilizam de rotas de flanco, como Genji, Tracer e Doomfist, pode ampliar o conhecimento de mapa e do jogo. Certos pontos oferecem vantagens de combate específicas, mas são alcançados com o uso de habilidades específicas. Conhecê-los pode fornecer um engajamento mais certeiro ou facilitar a fuga de um combate perdido.

Observar jogadores mais experientes pode revelar estratégias inesperadas — Foto: Reprodução/Pedro Peres

A combinação de pause e câmera livre podem ser usadas para capturar telas e ângulos de câmera que seriam impossíveis em apresentação de destaque comuns. Para os jogadores interessados em fazerem montagens, as ferramentas de câmera também oferecem uma maneira nativa de diminuir a velocidade das jogadas.

Com as ferramentas de câmera, é possível capturar momentos sob outra perspectiva — Foto: Reprodução/Pedro Peres

Utilizar a câmera estática em choke points permite avaliar a performance tanto dos atacantes quanto dos defensores. Esse tipo de câmera facilita a análise do posicionamento dos times e, em especial, dos tanques, responsáveis por defender o time.

Fixar a câmera em um ponto específico pode ajudar a entender a movimentação das equipes — Foto: Reprodução/Pedro Peres

Via Blizzard

Mais do TechTudo