Telefonia

Por Paulo Alves, para o TechTudo


Consumidores podem solicitar às operadoras Claro, Oi, TIM, Vivo e qualquer outra que use tecnologia GSM o bloqueio de um celular via IMEI mesmo sem ter o dado em mãos. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), empresas de telefonia não exigem mais que o cliente informe o número de série do aparelho na hora de informar perda ou roubo do aparelho, desde que o contato seja realizado pelo titular da linha. O registro de boletim de ocorrência é recomendado se o bem foi furtado ou roubado, mas não é obrigatório para pedir o bloqueio.

Ainda de acordo com a agência, o usuário pode adotar o mesmo procedimento para reativar um telefone recuperado. O procedimento pode ser realizado via atendimento telefônico. Entenda o que é o bloqueio de IMEI e saiba como realizar o procedimento junto à prestadora.

Saiba como solicitar o bloqueio do aparelho em caso de perda ou roubo — Foto: Lucas Mendes/TechTudo Saiba como solicitar o bloqueio do aparelho em caso de perda ou roubo — Foto: Lucas Mendes/TechTudo

Saiba como solicitar o bloqueio do aparelho em caso de perda ou roubo — Foto: Lucas Mendes/TechTudo

Como solicitar o bloqueio por IMEI

Operadoras chamam o bloqueio por IMEI de “bloqueio de aparelho”. Para solicitar o bloqueio, é preciso entrar em contato com a central de atendimento da empresa por telefone celular ou fixo e informar o número da linha. A prestadora poderá solicitar informações pessoais do titular para confirmar sua identidade. Uma vez provado que se trata do dono do aparelho, o atendente pode conferir o IMEI do aparelho via sistema e encaminhar o bloqueio.

As operadoras não permitem realizar o bloqueio de aparelho via Internet ou por meio de aplicativo – a TIM oferece a modalidade online, mas a função correspondente no serviço Meu TIM retornou com aviso de “página não encontrada” durante os nossos testes. A solicitação em qualquer operadora, portanto, deve ser preferivelmente feita mediante contato telefônico. Os números são os seguintes:

  • Claro: 1052
  • Vivo: *8486 (de um celular Vivo) ou 1058 (de qualquer telefone)
  • Tim: *144 (de um celular Tim) ou 1056 (de qualquer telefone)
  • Oi: *144 (de um celular Oi) ou 1057 (de qualquer telefone)

Em caso de roubo ou furto, o consumidor também pode solicitar o bloqueio do aparelho no momento do registro do boletim de ocorrência em qualquer delegacia, com exceção dos estados do Amapá e do Acre. Também não é possível pedir bloqueio de IMEI na Polícia Federal.

Uma vez solicitado o bloqueio, o consumidor pode conferir se o procedimento foi realizado com sucesso por meio do portal Celular Legal, da Anatel ou pela ferramenta Consulta Aparelho Impedido.

O que é o bloqueio de IMEI

Um celular bloqueado por IMEI é impedido de se conectar à rede de telefonia e não pode ser habilitado em uma nova linha. O bloqueio não impede que informações armazenadas no telefone sejam acessadas por terceiros, já que a proteção de dados depende de proteções de cada dispositivo, como senha ou autenticação com impressões digitais.

É diferente também do bloqueio de chip, procedimento que desativa a linha habilitada no cartão SIM e impede que pessoas não autorizadas façam ligações, enviem SMS ou acessem Internet proveniente do plano de telefonia. Essa providência é útil para evitar gastos indesejados na fatura ou impedir que o crédito do pré-pago seja esgotado. Ao contrário do bloqueio de IMEI, as principais operadoras do país permitem realizar o bloqueio de chip pela Internet ou aplicativo.

Conheça o Motorola One Action, primeiro celular com câmera estilo GoPro

Conheça o Motorola One Action, primeiro celular com câmera estilo GoPro

Via Anatel, Claro, Oi, TIM e Vivo

Mais do TechTudo