Roteadores

Por Fernando Sousa, para o TechTudo


Garantir a segurança da sua rede Wi-Fi é algo muito importante. Isso porque o acesso de pessoas mal intencionadas pode levar à exposição de informações e arquivos pessoais. Além disso, dispositivos conectados ao roteador também ficam vulneráveis, e podem ser controlados por terceiros. Para evitar problemas, é possível tomar algumas medidas que podem contribuir para aumentar a segurança.

Entre elas estão utilizar senhas e padrões mais seguros, realizar configurações para controlar de maneira mais restrita o acesso à rede wireless, entre outras. Confira a seguir sete dicas para conferir se sua Internet Wi-Fi está com os padrões adequados de segurança em dia.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Como bloquear pessoas conectadas na sua rede Wi-Fi

Como bloquear pessoas conectadas na sua rede Wi-Fi

Verificando os protocolos de segurança

Instalar um roteador para expandir o sinal de sua rede sem fios não é um grande desafio para a maioria dos usuários, já que as fabricantes normalmente oferecem um guia de configuração simples para auxiliar pessoas menos experientes.

Porém, deixar que os equipamentos definam automaticamente os parâmetros de segurança pode não ser a maneira mais segura de realizar a configuração. Procure observar quais padrões de segurança foram atribuídos e tente utilizar aqueles que oferecem maior confiabilidade.

Habilite a segurança WPA em detrimento da WEP — Foto: Reprodução/Paulo Alves Habilite a segurança WPA em detrimento da WEP — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Habilite a segurança WPA em detrimento da WEP — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Alterando a senha padrão de configuração do roteador

Convencionalmente os roteadores podem ser acessados por um mesmo endereço de IP, do mesmo modo que utilizam sempre usuário e senha padrão para a configuração. Na maioria das vezes é o usuário admin e a senha admin.

Depois que você configura sua conexão, é interessante alterar a senha de acesso à interface do roteador com credenciais diferentes, já que assim você inibe que usuários tenham acesso a todas as configurações de sua rede.

Trocar login e senha padrão das configurações do roteador evita ataques na rede — Foto: Reprodução/Raquel Freire Trocar login e senha padrão das configurações do roteador evita ataques na rede — Foto: Reprodução/Raquel Freire

Trocar login e senha padrão das configurações do roteador evita ataques na rede — Foto: Reprodução/Raquel Freire

Monitorando dispositivos conectados

Para atentar à segurança de sua rede, é interessante observar com certa frequência quais dispositivos têm acesso à mesma. Você pode utilizar a interface de seu roteador para encontrar quais aparelhos estão ou foram conectados de acordo com seu endereço IP ou MAC.

Se possível, atribua um nome aos dispositivos conhecidos e procure bloquear o acesso a rede de dispositivos que você não reconheça. Em caso de um dispositivo desconhecido se manter conectado a sua rede, é recomendada a alteração da senha de acesso ao roteador e da senha da conexão Wi-Fi de sua rede.

Lista mostra todos os dispositivos conectados ao Wi-Fi do roteador D-Link — Foto: Reprodução/Thiago Rocha Lista mostra todos os dispositivos conectados ao Wi-Fi do roteador D-Link — Foto: Reprodução/Thiago Rocha

Lista mostra todos os dispositivos conectados ao Wi-Fi do roteador D-Link — Foto: Reprodução/Thiago Rocha

Utilizando senhas fortes

Quando configurar uma senha, tente não utilizar números sequenciais ou informações pessoais muito óbvias, já que softwares que realizam a quebra de senha não terão dificuldades em descobrir suas senhas com o mínimo de informação do invasor a seu respeito.

Existem serviços que são capazes de criar senhas mais fortes automaticamente para você. Porém, vale ressaltar que uma senha forte pode ser um pouco mais difícil de ser memorizada, de modo que talvez seja necessário sempre ter as senhas anotadas em um local seguro, de preferência offline.

Escondendo o nome de sua rede

Uma maneira muito eficiente de encontrar intrusos na rede e removê-los, é ocultando o SSID, que é o nome fornecido pelo roteador para que os dispositivos possam realizar a conexão a rede. Quando você oculta o SSID, faz com que, para que novos dispositivos se conectem ao roteador, seja necessário informar o nome exato da rede, além da senha em si. A ocultação do SSID também é realizada na interface do roteador.

Ocultando o SSID em um roteador você restringe muito o acesso de terceiros a sua rede — Foto: (Foto/Reprodução/Edivaldo Brito) Ocultando o SSID em um roteador você restringe muito o acesso de terceiros a sua rede — Foto: (Foto/Reprodução/Edivaldo Brito)

Ocultando o SSID em um roteador você restringe muito o acesso de terceiros a sua rede — Foto: (Foto/Reprodução/Edivaldo Brito)

Criando uma rede para convidados

Permitir que suas visitas ou convidados utilizem a mesma rede que você também pode comprometer a segurança. Por isso, se seu roteador permite que sejam configuradas redes para convidados, é interessante endereçar o acesso para uma conexão auxiliar.

Além de adicionar mais segurança, já que os dispositivos conectados à rede de convidados não têm acesso aos privilégios de sua rede principal, é possível limitar a largura de banda, fazendo com que o desempenho de sua conexão principal não seja comprometido.

Ativando rede Wi-Fi para convidados você limita o acesso a seus dispositivos e largura da banda — Foto: Reprodução/Helito Bijora Ativando rede Wi-Fi para convidados você limita o acesso a seus dispositivos e largura da banda — Foto: Reprodução/Helito Bijora

Ativando rede Wi-Fi para convidados você limita o acesso a seus dispositivos e largura da banda — Foto: Reprodução/Helito Bijora

Ativando a autenticação de MAC

Outra maneira muito efetiva de controlar o acesso a sua rede é configurando uma restrição aos endereços MAC que podem se conectar. O endereço MAC (Media Access Control) se refere a um endereço único que é associado a dispositivos e interfaces de comunicação. Cada hardware possui um número único de identificação.

Mais uma vez, na configuração dos roteadores é possível restringir o acesso a rede de acordo com os dispositivos conectados. Dessa forma, apenas os dispositivos já cadastrados podem ter acesso à rede. Vale lembrar que, para isso, sempre que um novo dispositivo for conectado, será necessário inserir seus dados.

Endereços MAC de dispositivos conectados ao roteador — Foto: Reprodução/Raquel Freire Endereços MAC de dispositivos conectados ao roteador — Foto: Reprodução/Raquel Freire

Endereços MAC de dispositivos conectados ao roteador — Foto: Reprodução/Raquel Freire

Por que o Wi-Fi não funciona no celular? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo