Celulares

Por Sarah Gomes, para o TechTudo


Quem nunca precisou rastrear o celular na vida? Ter o aparelho roubado ou furtado, ou perder e não saber onde encontrar – estas são algumas das situações do cotidiano. Tanto os smartphones Android quanto os iPhones possuem diversas maneiras de rastreamento. As marcas, como Samsung, Motorola, Apple e Xiaomi, estão facilitando cada vez mais esse processo e tornando-o mais específico para cada uma.

Além de mostrar a localização, os métodos a seguir também permitem ao usuário apagar e bloquear os dados do celular. Confira, no tutorial a seguir, como rastrear Android e iPhone.

Sistema de localização está embarcado no iPhone — Foto: Rubens Achilles/TechTudo

Localizando dispositivo Android pelo Google

O Encontre Meu Dispositivo é um aplicativo do Google utilizado para rastrear smartphones Android. Além da localização do celular no mapa, permite soar alarme, bloquear e apagar os dados do dispositivo. Pode ser acessado pela web e pelo aplicativo.

Para utilizar o recurso, o celular desaparecido deve estar ligado, conectado a uma rede móvel ou Wi-Fi, com o recurso de localização ativado e com o app Encontre Meu Dispositivo baixado.

Passo 1. Acesse o serviço Encontre Meu Dispositivo (myaccount.google.com/intro/find-your-phone) e entre com a mesma conta do Google logada no celular desaparecido.

Passo 2. O dispositivo será listado. Caso você tenha mais de um aparelho Android, selecione o correto na lista da parte superior.

Os celulares cadastrados na conta estão no canto superior esquerdo — Foto: Reprodução/Sarah Gomes

Passo 3. O aparelho em questão receberá uma notificação alertando que o dispositivo foi encontrado.

Passo 4. No mapa será exigida a localização aproximada do dispositivo.

Opções disponíveis após o rastreio do aparelho — Foto: Reprodução/Sarah Gomes

Após o rastreamento do dispositivo, o usuário tem acesso a três opções:

  • Reproduzir som: O aparelho toca o alarme bem alto por cinco minutos, mesmo se estiver em modo silencioso.
  • Bloquear: Trava o celular roubado ou perdido com uma senha.
  • Limpar: Apaga todo o conteúdo do celular. Ela é indicada para quando não há mais esperança de encontrá-lo. Depois de utilizar esta opção, não será mais possível localizar o aparelho.

Outras ferramentas de rastreio para Android

Nos aparelhos da Xiaomi, o rastreamento também pode ser feito através da conta Mi. Para isso, é preciso ativar a opção que permite localizar o dispositivo nas configurações do celular. A localização do dispositivo também deve estar ativada. Depois disso, o processo de rastreio é feito em poucos minutos através do site Xiaomi Cloud.

A Samsung também lançou ferramenta nativa para rastreio dos celulares Galaxy, fones de ouvido e wearables da marca. Nessa nova ferramenta, os dispositivos não precisam estar conectados à internet, diferente das anteriores. O mecanismo está disponível a partir da versão 7.2.07.19, as mais antigas devem atualizar o dispositivo.

Rastrear iPhone (iOS)

Para rastrear todos os aparelhos da maçã é usada a opção Buscar meu iPhone, que tem um desempenho parecido com a ferramenta do Google. Esse aplicativo permite encontrar os dispositivos ainda que estejam desligados ou sem conexão com a internet. Com essa opção ativada, siga as instruções a seguir:

Passo 1. Acesse a página de rastreamento do iCloud (icloud.com/find/).

Passo 2. Faça login com o email e senha do ID Apple.

Para rastrear o seu iPhone é preciso fazer login no iCloud — Foto: Reprodução/Sarah Gomes

Passo 3. Aguarde até que apareça a localização do dispositivo.

A localização do seu dispositivo aparece no mapa. — Foto: Reprodução: Sarah Gomes

Passo 4. Para ter acesso a mais informações, clique no (i) ao lado do seu iPhone.

Essas são as opções disponíveis após a localização do dispositivo — Foto: Reprodução: Sarah Gomes

As opções disponíveis são semelhantes às disponíveis na ferramenta do Google. São elas:

  • Reproduzir som: Faz o iPhone apitar. É útil se ele for perdido, mas não é interessante utilizar essa ferramenta em caso de roubo ou furto.
  • Modo perdido: Bloqueia o acesso ao dispositivo e começa a rastrear sua localização, mostrando um histórico de 24 horas por onde o celular passou. É a opção mais indicada em caso de roubo ou furto.
  • Apagar iPhone: Apaga todo o conteúdo do dispositivo. Ele não poderá ser mais encontrado.

É importante lembrar que, se você não tem mais esperanças de encontrar um celular roubado, deve bloquear o IMEI do aparelho na operadora de telefonia.

Mais do TechTudo