Celulares

Por Letícia Conde, para o TechTudo

Heloísa Facin/TechTudo

Tirar a foto da lua com o celular é um desafio porque o corpo celeste é realmente difícil de ser registrado. A boa notícia é que tanto Android quanto iPhone possuem recursos que melhoram este processo. Para o primeiro existem os aplicativos Night Vision e Google Câmera. Já para os modelos recentes da Apple existe o modo Noite, que pode ser utilizado quando a câmera detecta pouca luz no ambiente, e o aplicativo Night Camera.

Talvez o melhor momento para fotografar a lua seja durante a fase de lua cheia, que ocorre de quatro em quatro semanas. Também há o fenômeno da Superlua, que acontece quando o satélite está em fase cheia e, ao mesmo tempo, em sua máxima aproximação da Terra. A seguir, veja algumas dicas que podem te ajudar a tirar fotos melhores da lua com o smartphone que você já tem.

1. Ajustar exposição, ISO e obturador

A exposição está relacionada com a quantidade de luz que chega ao sensor da câmera. Ela pode ser controlada ajustando a abertura da câmera, o ISO e a velocidade do obturador. No entanto, não existe uma exposição correta. É o usuário que define o quanto deseja de exposição na foto.

Em relação à abertura, que consiste no tamanho do orifício do diafragma para a entrada de luz na câmera, não é necessária uma abertura tão alta para tirar fotos da lua, pois ela já possui muita luz. Então, o ideal é mantê-la entre f/8 e f/13.

Ajuste de exposição no iPhone — Foto: Reprodução/Letícia Conde

Já o ISO requer certo cuidado. O recurso, que muda a sensibilidade do sensor à luz, permite que o usuário faça uma captura nítida sem precisar de muita iluminação. No entanto, quanto maior o ISO, mais granulada fica uma imagem. Por isso, é preciso certa malemolência para ajustá-lo de forma que não fique nem muito baixo nem muito alto. Vale fazer um teste antes, pois cada câmera suporta uma quantidade de ISO alto sem granular ou borrar a imagem.

A velocidade do obturador, por sua vez, refere-se ao tempo que o obturador fica aberto para a entrada de luz no sensor da câmera. É importante lembrar que uma velocidade alta (1/250) irá “congelar” o objeto mais facilmente, enquanto uma velocidade baixa (1/25) poderá deixar a foto borrada. Para tirar foto da lua com maior definição, por exemplo, vale deixar a velocidade mais amena. O resultado fica melhor se você tiver um tripé.

2. Habilitar a Visão Noturna

Foto sem modo noturno e com modo noturno no iPhone — Foto: Reprodução/Letícia Conde

Em alguns aparelhos já existe o modo Visão Noturna, em que as fotos capturadas em ambientes com baixa luminosidade são aprimoradas. Para isso, é necessário apertar o botão de captura e esperar aproximadamente quatro segundos para que o sistema de inteligência artificial atue na foto.

3. Usar um aplicativo profissional

É possível também utilizar um aplicativo profissional para tirar a foto da lua, como é o caso do Adobe Lightroom. O app é gratuito tanto para Android quanto para iOS, e você pode utilizá-lo para capturar uma foto mais profissional, pois ele apresenta recursos que nem todo app nativo de câmera possui. Além disso, é possível utilizar o aplicativo para editar a imagem também.

4. Zoom

O ideal é que você não utilize todo o zoom da sua câmera, pois quanto mais você tentar “alcançar” a lua através do zoom, mais a sua foto irá perder a qualidade. Isto ocorre porque os celulares costumam contar com zoom digital, cujo funcionamento equivale a esticar a imagem. Modelos premium trazem zoom ótico – neste caso vale a pena usar e abusar do recurso.

5. Adotar tripé ou suporte

Exemplo de minitripé que também funciona como pau de selfie — Foto: Reprodução/Lojas Americanas

Como você percebeu, tirar a foto da lua exige uma combinação de fatores. O tripé acaba se tornando um acessório bem-vindo por manter o telefone parado, com os ajustes que foram realizados previamente. São reduzidas as chances da imagem ficar borrada ou escurecida. Existem diversos modelos e opções à venda no mercado.

Com informações de Apple, Toda Matéria e UFMG

Conheça o novo Fórum TechTudo

Conheça o novo Fórum TechTudo

Mais do TechTudo