E-reader

Por Filipe Garrett, para o TechTudo

Divulgação/Amazon

Os leitores digitais Kindle são bastante populares, mas ainda há funcionalidades que nem todos os usuários conhecem – caso da Send to. Essa ferramenta permite que os usuários da Amazon enviem documentos para o dispositivo sem a necessidade de utilizar cabos. Confira a seguir como usar a função.

Há três maneiras de enviar documentos do PC, celular ou tablet para o Kindle: pelo e-mail cadastrado na Amazon, por uma extensão do Google Chrome ou pelo aplicativo "Send To". Com isso, os usuários podem mandar PDFs, arquivos do Microsoft Word, páginas da internet e até mesmo imagens nos formatos JPEG ou PNG.

Kindle Paperwhite é o modelo intermediário do e-reader da Amazon — Foto: Divulgação/ Amazon

Quais são os documentos compatíveis?

O Kindle vai reconhecer documentos nos seguintes formatos:

  • .DOC e .DOCX (Microsoft Word)
  • .HTML e .HTM
  • .RTF
  • .JPEG e .JPG
  • .MOBI e .AZW (Documentos do Kindle)
  • .GIF
  • .PNG
  • .BMP
  • .PDF

Como enviar por e-mail

Passo 1. Em primeiro lugar, você precisa conhecer o endereço de e-mail que corresponde ao seu Kindle. Para fazer isso, acesse a Amazon e, com sua conta logada no site, encontre o menu “Gerencie seu conteúdo e dispositivos”.

Acesse o menu de controle dos seus dispositivos na sua conta da Amazon — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 2. Na nova tela, acesse o menu “Preferências”.

Navegue até a aba "Preferências" — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 3. Expanda o menu “Configurações de documentos pessoais”. Seu e-mail do Kindle estará definido no campo destacado na imagem: se você encontrar algo como @kindle.com, sem um endereço propriamente dito, você deverá inserir um, clicando em “Editar” – que também permite personalizar seu endereço, caso você queira mudar.

Anote seu endereço de e-mail do Kindle, ou então defina um endereço — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 4. Para mandar o documento basta anexá-lo a um e-mail a ser enviado para o seu endereço @kindle.com. No nosso caso, estamos enviando o passo a passo desse tutorial – salvo em formato .docx – para o Kindle.

Anexe um documento compatível e envie o e-mail para o endereço do Kindle — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 5. Com o e-mail enviado, é hora de pular para o e-reader. Certifique-se de que o Wi-Fi do Kindle está acionado e, caso o download não tenha ocorrido automaticamente, deslize o menu superior e escolha a opção “Sincronizar” para que o leitor atualize.

Toque no botão para sincronizar o e-reader — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 6. Você deverá encontrar o documento em destaque na tela inicial do sistema, refletindo o nome do arquivo que você mandou.

Documento estará disponível no Kindle — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 7. Basta abrir para ler.

Documento se comporta como se fosse um ebook convencional — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Como enviar pelo navegador

O envio por e-mail é interessante para situações em que o material que você deseja ter no Kindle está em formato de documento. Mas e para mandar uma página de Internet? Nesse caso, você pode usar o recurso de enviar do navegador, tirando proveito de uma extensão oficial da Amazon compatível com Google Chrome e os navegadores que compartilham a mesma base com o produto do Google.

Passo 1. Instale a extensão no seu navegador. Além do Chrome, ela funciona com o Opera, Edge e Vivaldi. O plugin para o seu browser está disponível neste link (chrome.google.com/webstore/).

Instale a extensão no navegador da sua preferência — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 2. A extensão abrirá uma tela de configurações. Nela você escolhe se vai mandar links via Wi-Fi (na hipótese de que seu Kindle seja um dos modelos com suporte a redes 3G), além de selecionar o aparelho em questão. No nosso caso, a conta Amazon tem acesso a um Kindle apenas. Confirme as alterações em “Save”.

Confirme as opções para começar a usar a extensão — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 3. Agora encontre a página que deseja ler no Kindle e clique na extensão para fazer o envio, escolhendo a opção “Send to Kindle”. A extensão avisa que a formatação do site em um documento compatível com o Kindle pode demorar alguns minutos.

Use a extensão para mandar a página que deseja ler — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 4. No e-reader, faça a sincronização e você encontrará o site como um novo documento.

Página de Internet é adaptada para aparecer como um documento no Kindle — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 5. Toque sobre a capa e pronto.

Página conserva links e imagens originais — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Como enviar pelo computador

Há também a opção de mandar arquivos por meio do Send to Kindle para PC ou Mac. Para essa opção, você precisa fazer o download do app para computador e instalá-lo na sua máquina. O instalador está disponível em amazon.com/gp/sendtokindle/pc.

Passo 1. Depois de instalar o aplicativo, você terá de fazer login com sua conta da Amazon.

App exige que você faça login com a conta da Amazon — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 2. Com o login realizado, você poderá arrastar e soltar arquivos que deseja enviar direto no app.

Com tudo pronto, o app permite que você arraste e solte itens que deseja mandar — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 3. Ao soltar um documento no aplicativo, você poderá preencher algumas informações: o título do documento, autor, além de determinar para qual e-reader vinculado à sua conta o material será entregue. Com tudo pronto, apenas confirme em “Send”.

Defina as configurações, confirme o Kindle de destino e clique em "Send" para enviar — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Passo 4. Mais uma vez, apenas aguarde alguns instantes, ou sincronize o Kindle, para receber o documento no leitor.

Novo documento será enviado da mesma forma que os materiais anteriores — Foto: Reprodução/Filipe Garrett

Com informações de Amazon

Nota de transparência: Amazon e TechTudo mantêm uma parceria comercial. Ao clicar no link da loja, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques.

Mais do TechTudo