Armazenamentos

Por Rafael Leite, para o TechTudo

Reprodução/Rafael Leite

Rodar o Windows direto no HD externo ou pen drive pode ser útil em algumas situações, como ocasiões em que o computador não consegue iniciar o sistema ou quando estamos fora de casa e precisamos usar um PC que não é nosso, por exemplo. Apesar de a Microsoft não disponibilizar uma ferramenta nativa para isso, é possível utilizar softwares gratuitos, como o Rufus, para instalar o sistema operacional em um dispositivo USB.

Para isso, é necessário um HD externo ou pen drive com, no mínimo, 16 GB de armazenamento e, preferencialmente, de alta velocidade, que use interface USB 3.0 ou superior. Além disso, também é preciso uma licença válida do Windows e, para baixar e preparar o dispositivo USB, será necessário um computador com o sistema da Microsoft instalado e ativo.

Para o tutorial, foi usado um HD externo Western Digital e a imagem do Windows 10 — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Confira, a seguir, o passo a passo de como preparar o HD externo ou pen drive, instalar o Windows e rodá-lo. Para este tutorial, foi utilizado um HD externo Western Digital de 2 TB e uma imagem do Windows 10, mas é possível fazer o mesmo com o Windows 11.

Baixar a imagem do Windows 10

Passo 1. Acesse o site oficial da Microsoft para baixar a Ferramenta de Criação de Mídia. Clique em “Baixar a ferramenta agora” e salve-a em seu computador;

Site oficial da Microsoft para baixar a ferramenta de criação de mídia do Windows 10 — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 2. Ao fim do download, abra a ferramenta. Leia e aceite os termos de licença;

Termos de licença mostrados pela ferramenta de criação de mídia do Windows 10 — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 3. Na tela seguinte, clique em “Criar mídia de instalação (pen drive, DVD ou arquivo ISO) para outro computador”. Depois, clique em “Avançar”;

Com a ferramenta de criação de mídia do Windows 10 é possível criar uma mídia de instalação para outro computador — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 4. Será necessário selecionar o idioma, a edição e a arquitetura do Windows. Também há a opção de “Usar as opções recomendadas para este computador”. Selecione o que for mais adequado para suas necessidades e clique em “Avançar”;

Para criar uma mídia do Windows 10 é necessário selecionar o idioma, a edição e a arquitetura do sistema — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 5. Na sequência, selecione “Arquivo ISO” como mídia a ser usada e clique em “Avançar”;

A ferramenta de criação de mídia do Windows 10 permite gerar um arquivo ISO — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 6. Escolha em qual pasta salvar o arquivo ISO que será gerado e clique em “Salvar”;

Seleção de pasta para salvar o arquivo ISO a ser gerado pela ferramenta de criação de mídia do Windows 10 — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 7. A ferramenta irá baixar a imagem do Windows para gerar o arquivo ISO. Aguarde o término do processo;

Ferramenta de criação de mídia do Windows 10 precisa de conexão com a internet para baixar o sistema operacional — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 8. A imagem está pronta! Basta clicar em “Concluir”.

Ao fim do processo, basta clica em "Concluir" para fechar a ferramenta de criação de mídia do Windows 10 — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Criar dispositivo inicializável com o Rufus

Passo 1. Conecte o pen drive ou HD externo que você irá utilizar para o procedimento no computador. Por segurança, é recomendável desconectar qualquer outro dispositivo de armazenamento USB que esteja conectado ao computador;

HD externo conectado ao computador por meio de porta USB 3.0 — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 2. Acesse o site do aplicativo Rufus e baixe a ferramenta mais recente disponível;

Aplicativo Rufus é disponibilizado de forma gratuita para download em seu site — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 3. Ao fim do download, abra a ferramenta. Em seleção de boot, coloque “Disco ou imagem ISO” e, na sequência, clique em “Selecionar”;

Aplicativo Rufus permite instalar imagem do Windows em um dispositivo USB — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 4. Procure a imagem ISO do Windows no seu computador. Dê um duplo clique nela quando encontrá-la;

Rufus precisa de uma imagem ISO do Windows para que seja instalada no dispositivo USB — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 5. Caso você queira instalar o Windows em um HD externo, clique em “Exibir propriedades avançadas do drive” e selecione a opção “Listar discos rígidos USB”;

Para que o Rufus mostre HDs externos, basta selecionar a opção "Listar Discos Rígidos USB" — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 6. Em “Dispositivo”, encontre e selecione a unidade de armazenamento portátil que será utilizada para rodar o Windows. Em “Opções da Imagem”, selecione “Windows To Go”. Em “Esquema de partição”, você deve selecionar “GPT” caso o computador no qual o dispositivo USB será utilizado tenha o modo UEFI ativado. Caso o computador seja mais antigo, selecione “MBR”. Confira se está tudo certo e clique em “Iniciar”. Atenção: todos os dados da unidade serão apagados;

Configuração do Rufus para criar um dispositivo USB inicializável com Windows instalado — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 7. Na sequência, selecione a versão do Windows que deseja instalar. Ela deve ser escolhida de acordo com a licença que você possui. Na sequência, clique em “OK”;

O Rufus pede para selecionar a versão do Windows que deseja instalar no dispositivo USB — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 8. O Rufus irá alertar que todos os dados do dispositivo de armazenamento serão eliminados. Confira se a unidade correta está selecionada. Se estiver, clique em “OK”;

Alerta do Rufus dizendo que todos os dados no dispositivo USB serão apagados — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 9. Aguarde o término do processo. Quando a barra de status indicar “Pronto”, basta fechar o Rufus e remover o dispositivo USB do computador.

O status do Rufus indica que o processo foi finalizado e o dispositivo USB está pronto para uso — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Rodar o Windows a partir do HD externo ou pen drive

Passo 1. Com o computador desligado, insira o dispositivo USB que está com o Windows instalado. Na sequência, ligue o computador;

Dispositivo USB conectado à porta USB 3.0 do computador. Na sequência, basta aperta o botão de ligar — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 2. Como o computador pode ser reiniciado algumas vezes na configuração do Windows, é necessário alterar a prioridade de boot do dispositivo. Para isso, assim que ligar o computador, fique apertando repetidamente a tecla específica para acessar as configurações da BIOS, que varia entre F2, F8, F12 e Esc, dependendo do computador. Geralmente, há uma informação na tela a respeito disto;

Para abrir as configurações da BIOS, é necessário apertar repetidamente uma tecla específica no teclado — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 3. Na tela de configuração da BIOS, procure por “Boot Priority", “Prioridade de Boot”, ou algo similar. Encontre o dispositivo USB em que você instalou o Windows na lista e coloque-o no topo. Em computadores mais recentes, basta selecionar o dispositivo com o mouse e arrastá-lo para o topo. Porém, essa configuração varia de computador para computador. Caso você tenha dúvidas, procure o manual no site do fabricante;

É possível alterar o dispoitivo que é prioridade na inicialização do computador na tela de configuração da BIOS — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 4. Após definir o dispositivo USB como prioridade na ordem de Boot, clique em “Save & Exit”, “Salvar e sair” ou opções similares. A opção varia de computador para computador. Caso você tenha dúvidas, procure o manual no site do fabricante;

Ao terminar de configurar a BIOS, é necessário clicar no botão de salvar e sair — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 5. O computador irá inicializar a partir do dispositivo USB. O Windows irá começar seu processo de configuração. Aguarde. O computador pode reiniciar automaticamente durante o processo;

Tela de carregamento do Windows para ser configurado — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 6. Selecione o seu país e aperte “Sim”;

Tela de seleção de região durante a configuração do Windows 10 — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 7. Selecione o layout do seu teclado e aperte “Sim”. Geralmente, os teclados brasileiros (com a tecla “Ç”) usam o layout “Português (Brasil ABNT 2)”;

Tela de seleção do layout de teclado durante a configuração do Windows 10 — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 8. Caso você queira, pode adicionar um segundo layout do teclado. Porém, essa opção não é necessária para boa parte dos usuários, então basta clicar no botão “Pular”;

É possível adicionar um segundo layout de teclado durante a configuração do Windows 10 — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 9. Na sequência, a instalação irá requisitar uma conexão com a internet. Caso você utilize uma conexão com fios, pule para o passo 11. Em caso de conexão sem fios, selecione-a na lista e clique em “Conectar”. Caso você não tenha internet disponível, clique em “Eu não tenho internet” e siga os passos na tela;

A configuração do Windows 10 solicita uma conexão com a internet para continuar — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 10. Digite a senha da sua conexão sem fio e clique em “Avançar”;

Configuração do Windows 10 solicita a senha da conexão Wi-Fi — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 11. Ao se conectar à internet, o botão “Avançar” é habilitado. Clique nele;

Após a configuração do Windows 10 se conectar à internet, é possível avançar — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 12. Leia o contrato de licença do Windows e, na sequência, clique em “Avançar”;

Contrato de Licença do Windows 10 — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 13. Digite o e-mail da sua conta Microsoft, preferencialmente que tenha uma licença do Windows associada. Após a digitação, clique em “Próximo”. Caso você não possua uma conta, clique em “Criar conta” e siga os passos na tela;

Durante o processo de configuração, o Windows 10 solicita uma conta Microsoft para prosseguir — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 14. Digite a senha da sua conta Microsoft e clique em “Próximo”;

É necessário digitar a senha da conta Microsoft durante a configuração do Windows 10 — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 15. Caso você tenha a autenticação de dois fatores ativada, digite o código de autenticação e clique em “Próximo”;

A configuração do Windows 10 poderá solicitar o código de autenticação de dois fatores caso ela esteja ativa — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 16. O Windows irá solicitar para que você crie um PIN para acessar o dispositivo com maior velocidade. Clique em “Criar um PIN”;

Para maior agilidade no acesso ao computador, o Windows 10 pede a criação de um PIN para substituir a senha naquele dispositivo — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 17. Digite o PIN e o confirme. Na sequência, clique em “OK”. Este PIN será utilizado na tela de login do computador e irá substituir a senha da conta Microsoft;

Por padrão, o PIN do Windows 10 é composto por caracteres numéricos — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 18. Logo após, o Windows irá configurar os serviços associados à conta. Assim, ele irá solicitar a sua permissão para coletar alguns dados. Na primeira, relacionada à localização. Escolha a opção desejada e, na sequência, clique em “Aceitar”;

Durante a configuração do Windows 10, é solicitada permissão para utilização da localização do usuário — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 19. Depois, irá perguntar a respeito do serviço “Localizar meu dispositivo”. Escolha a opção desejada e clique em “Aceitar”;

Tela da configuração do Windows onde é possível habilitar a funcionalidade "Localizar meu dispositivo" — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 20. Também irá questionar se você deseja enviar dados de diagnóstico para a Microsoft. Selecione a opção desejada e clique em “Aceitar”;

Usuário pode escolher, durante a configuração do Windows 10, quais dados de diagnóstico serão enviados para a Microsoft — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 21. Depois, ele irá perguntar se você deseja enviar dados de diagnóstico sobre a ferramenta de escrita à tinta e a digitação. Escolha a opção e clique em “Aceitar”;

Tela de configuração do Windows 10 solicita permissão para envio de dados de diagnóstico opcionais referentes à digitação e escrita à tinta — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 22. A instalação irá perguntar a respeito de experiências personalizadas com base nos dados de diagnóstico. Selecione a opção desejada e clique em “Aceitar”;

Durante a tela de configuração do Windows 10, o usuário é questionado acerca de experiências personalizadas com dados de diagnóstico enviados para a Microsoft — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 23. Será questionado se os aplicativos podem ou não utilizar sua ID de anúncio para exibir publicidades personalizadas. Escolha uma das opções e clique em “Aceitar”;

Durante a configuração do Windows 10, é possível permitir ou não que aplicativos usem a ID de anúncio para publicidades personalizadas — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 24. Na sequência, para personalizar sua experiência, será questionado sobre o seu uso do Windows. Selecione as opções correspondentes e clique em “Aceitar”. Caso você não queira responder, basta clicar em “Ignorar”;

Para personalizar a experiência do usuário, a configuração do Windows questiona acerca do tipo de uso do computador em que o sistema está sendo instalado — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 25. A instalação irá apresentar uma solução para conectar o telefone Android ao computador. Selecione “Me lembre mais tarde” caso você queira utilizá-la ou “Não, obrigado” caso não queira;

Tela da configuração do Windows 10 explicando acerca da conexão entre um telefone Android e o comptuador — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 26. Na sequência, será apresentada a integração do Windows com o OneDrive, serviço de armazenamento em nuvem da Microsoft. Clique em “Avançar”;

Instalação do Windows 10 apresenta a integração do sistema operacional com o OneDrive, solução de armazenamento em nuvem da Microsoft — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 27. O Windows também irá oferecer uma avaliação gratuita do Microsoft 365. Caso você queira aproveitar, clique em “Continuar”. Caso negativo, clique em “Recusar”. Se você já tiver uma licença do Microsoft 365, clique em “Eu tenho uma chave do produto” e siga as instruções na tela;

Durante a configuração do Windows 10, é oferecido ao usuário uma avaliação gratuita do Microsoft 365 — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 28. Por fim, será apresentado a Cortana, assistente virtual do Windows. A instalação irá solicitar algumas permissões para que você possa utilizá-la. Caso você queira conceder, clique em “Aceitar”. Em caso negativo, clique em “Agora não”;

Tela da configuração do Windows 10 apresentando a Cortana — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Passo 29. O Windows irá terminar de fazer algumas configurações e, ao final, estará pronto para uso!

Windows 10 configurado e pronto para uso — Foto: Reprodução/Rafael Leite

Com informações de PCMag

Mais do TechTudo