Produtividade

30/06/2011 19h56 - Atualizado em 19/09/2016 14h49

Guia completo: Usando as tabelas dinâmicas no Google Docs

Márcio Althmann
por
Para o TechTudo

Para quem trabalha com documentos online, o Google Docs é a melhor opção disponível. Apesar de reinar nos desktops, ainda é impossível comparar, online, o Office ao Google Docs. E agora então, com o recurso de tabelas dinâmicas no Google Spreadsheet, a Google acabou de ganhar mais uma arma nesta guerra mal iniciada para a Microsoft.

Google Docs (Foto: Logo)Google Docs (Foto: Logo)

Mas vamos entender antes o que são as Tabelas Dinâmicas, e onde podemos utilizá-las.

Tabelas Dinâmicas ou Pivot Tables são ferramentas que possibilitam trabalhar e analisar, de forma rápida, uma enorme massa de dados, onde podemos filtrar, ordenar, gerar gráficos e obter resultados diversos através dos dados disponíveis e de forma fácil. Graças a este novo recurso, o Google Docs pode até ser usado como uma ferramenta de BI (ou Business Intelligence).

Então imagine aquela planilha enorme, com várias informações sobre vendas, clientes, etc..., com milhares ou milhões de linhas. Utilizando as Tabelas Dinâmicas, podemos facilmente analisar esses dados.

Neste guia, vamos aprender a usar as tabelas dinâmicas do Google Docs utilizando uma planilha de exemplo que eles mesmos disponibilizaram (você pode obtê-la aqui). Nela, encontramos uma lista de alunos com algumas informações: sexo, classe, estado, dentre algumas outras. Vamos tentar obter alguns resultados usando as informações dessa planilha.

Obs: essa planilha não possui um grande volume de dados, mas serve para demonstrar os recursos da Tabela Dinâmica. Em testes com grandes volumes de dados, encontramos uma limitação de 400 mil células no Google Docs, então para quem precisar analisar uma planilha volumosa, recomendamos o Power Pivot, para Excel.

Planilha de exemplo disponibilizada pelo Google (Foto: Reprodução)Planilha de exemplo disponibilizada pelo Google (Foto: Reprodução)

Com a planilha aberta, o primeiro passo é selecionar quais colunas e linhas desejamos utilizar como fonte de dados para a nossa Tabela Dinâmica. Nesse caso vamos utilizar todas as informações, então é só clicar na célula indicada abaixo para selecionar todos os itens da planilha.

Clique para selecionar toda a planilha (Foto: Reprodução)Clique para selecionar toda a planilha (Foto: Reprodução)

Agora que os itens desejados foram selecionados, precisamos clicar no item "Pivot table report..." do menu Data.

Menu que cria a Tabela Dinâmica com os dados selecionados (Foto: Reprodução)Menu que cria a Tabela Dinâmica com os dados selecionados (Foto: Reprodução)

Uma nova sheet foi criada na nossa planilha (procure-a entre nas abas inferiores). Ela possui uma tabela vazia e uma janela no lado direito, denominada Report Editor, onde conseguimos editar as configurações da tabela, escolhendo as formas pela qual podemos sumarizar as informações.

Tabela criada, e o painél de edição (Foto: Reprodução)Tabela criada, e o painel de edição (Foto: Reprodução)

Nesse exemplo, queremos descobrir a quantidade de alunos em cada especialidade por sexo, também integrando a opção de filtrá-los por classe; e então, finalmente, geraremos um gráfico dessas informações para facilitar a visualização.

O primeiro passo é escolher qual coluna da nossa planilha será agrupada nas linhas da tabela. Vá no painel de edição e, no subpainel Rows, clique no link "Add field" e escolha o campo "Major". Nesse momento será criada uma linha para cara "Major" existente na planilha.

Adicionando informação das linhas da tabela (Foto: Reprodução)Adicionando informação das linhas da tabela (Foto: Reprodução)

Feito isso, precisamos agora configurar as colunas da tabela. Já que queremos descobrir a quantidade de alunos por especialidade e sexo, e já informamos a especialidade nas linhas, agora informaremos o sexo nas colunas da tabela. O processo é parecido: no subpainel Columns, clique no link "Add field" e escolha o campo "Gender".

Adicionando informação das colunas da tabela (Foto: Reprodução)Adicionando informação das colunas da tabela (Foto: Reprodução)

Nossa tabela está quase pronta! Agora vá ao subpainel Values e clique em "Add field". Adicione o campo que será utilizado para gerar o valor de cada célula da tabela, nesse caso novamente "Major".

Selecionando o valor para values (Foto: Reprodução)Selecionando o valor para values (Foto: Reprodução)

A nossa tabela receberá o valor "zero" em cada célula. O que precisamos fazer para obter o total de alunos em cada especialidade, por sexo, é alterar a forma de sumarização, que receberá por padrão o valor SUM. O que precisamos selecionar é COUNTA.

Alterando a forma de sumarização para COUNTA (Foto: Reprodução)Alterando a forma de sumarização para COUNTA (Foto: Reprodução)

Agora que selecionamos a forma de sumarização correta, já é possível visualizar na tabela os dados desejados. Um detalhe é que o Google Docs adiciona uma linha e uma coluna a mais para contar com o total das linhas e colunas.

PivotTable com os resultados de alunos por sexo e especialidade (Foto: Reprodução)PivotTable com os resultados de alunos por sexo e especialidade (Foto: Reprodução)

Com a tabela dinâmica pronta, ainda é possível criar alguns filtros para refinar os resultados. Seguindo o mesmo exemplo, vamos filtrar por Class Level, escolhendo quais níveis devem participar do resultado final da tabela dinâmica.

Adicionando filtros a tabela dinâmica (Foto: Reprodução)Adicionando filtros a tabela dinâmica (Foto:
Reprodução)

No subpainel Filter, clique no link "add field" e escolha o campo "Class Level", da mesma forma que foi nos itens anteriores. Depois, o campo selecionado entrará na lista de filtros, e agora será possível abrir outro popup para escolher quais Class Level's desejamos filtrar os resultados da nossa tabela dinâmica.


Podemos facilitar ainda mais a visualização desses dados utilizando gráficos, já que o Google Docs possui uma integração com os resultados da tabela dinâmica e os gráficos. Para fazer um gráfico com o resultado da nossa tabela, basta clicar no ícone "Insert Chart", na barra de ferramentas, e escolher o gráfico que melhor representar os resultados da sua tabela.

Gráficos com o resultado da tabela dinâmico (Foto: Reprodução)Gráficos com o resultado da tabela dinâmico (Foto: Reprodução)

 

A novidade do Google é ótima, mas ainda assim não é comparável ao 'combo' Excel+PivotTable no desktop, principalmente pelas limitações do Google Docs com o número de células de uma planilha. Este pequeno problema acaba atrapalhando o processamento de volumes gigantescos de dados, mas para algo online e rápido, a nova funcionalidade definitivamente é mais um passo à frente na disputa contra o Office Live.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares