Home Theater

22/01/2014 10h51 - Atualizado em 14/04/2014 13h55

Como escolher um home theater wireless? Veja o que levar em consideração

Henrique Duarte
por
Para o TechTudo

Produto cada vez mais acessível nos dias de hoje, um home theater sem fios (wireless) se apresenta como uma preferência esteticamente mais agradável, sem a necessidade de fios espalhados pela sua sala. Além das vantagens no aspecto visual, um sistema wireless atualmente não fica devendo em nada na qualidade se comparados aos sistemas com fio.

Entenda como a frequência (Hz) das TVs influencia a qualidade da imagem

Entretanto, é preciso tomar conhecimento de algumas informações antes de se adquirir um home theater sem fio, como a potência da aparelhagem, o tamanho de sua sala e a compatibilidade do sistema com as diversas mídias, incluindo Blu-Ray.

Conecte a TV ao Home Theater para passar áudio e vídeo

O Home Theater proporciona qualidade de imagem e som no conforto de sua casa (Foto: Reprodução/Sony)O Home Theater proporciona qualidade de imagem e som no conforto de sua casa (Foto: Reprodução/Sony)


Não tão Wireless assim

A primeira coisa que você precisa saber é que mesmo o Home Theater wireless precisa de fios para funcionar, porém em menor quantidade. Por exemplo, a ligação do receiver à televisão será por meio de fios. Além disso, também será preciso o uso de fios para conectar as caixas de som frontais o subwoofer.

As duas caixas traseiras, entretanto, são ligadas remotamente no receiver, sem a necessidade de cabos. Trata-se de uma ótima vantagem, pois são essas caixas as responsáveis pelos fios que ficam jogados e atravessam a sala, seja pela parede, teto ou chão.

O receiver

Receiver da Pioneer, modelo VSX-1015TXOs receivers fazem a ligação entre TV e sistema de som (Foto: Reprodução / Pioneer)

O encarregado de realizar a ligação entre a TV e seu sistema de som é o receiver, um receptor de imagem e som que direciona o áudio para as cinco caixas ou mais caixas, respeitando todo o sistema surround. Alguns modelos possuem leitor de Blu-Ray e DVD embutido, acessam à Internet e contam até com receptor de TV digital.

É bom verificar quais entradas e saídas de áudio o receiver possui, como, por exemplo, saída de áudio digital ótica ou coaxial e entradas e saidas HDMI. Assim, será possível realizar ligações de sua televisão, videogame e até a TV por assinatura ao Home Theater. Se você possui uma televisão Full HD, fique atento ao modelo do sistema de som, para que o mesmo reproduza imagem e som sem perda de qualidade.

O receiver consegue realizar inúmeras ligações de áudio e imagem O receiver é capaz de realizar inúmeras ligações de áudio e imagem (Foto: Reprodução / Onkyo)

Tamanho da sua sala e potência do aparelho

O tamanho do lugar onde o home theater será instalado é diretamente proporcional à potência que ele deverá ter para cobrir sonoramente o lugar do modo adequado. Quanto maior a sala, mais potente deverá ser a aparelhagem para um resultado satisfatório.

Se sua sala tiver cerca de quarenta metros quadrados, uma potência de 850rms (medição da potência real do aparelho) deverá ser mais que suficiente para cobrir o lugar. Para lugares maiores, talvez seja necessário adquirir de equipamentos mais potentes para se obter um som realmente de cinema

Potência não é tudo

Verificada a potência do sistema, hora de observar a qualidade. Fique atento para a resposta de frequência das caixas, que mostra o quão bem as diferentes frequências serão reproduzidas por elas.

Para o subwoofer, é exigência que o mesmo reproduza frequências por volta de 20hz, que, apesar de não serem ouvidas, em decorrência das limitações do ouvido humano, podem ser sentidas, fazendo o corpo vibrar.

Subwoofer poderoso da Velodyne D-18+, com uma resposta de frequencia de 14.4 HZ até 120 Hz Subwoofers potentes contam com uma alta resposta de frequencias graves (Foto: Reprodução/Velodyne)


Para as demais caixas, uma boa resposta de frequência do conjunto todo gira em torno de 40hz até 18.000 hz, captando a maior gama de frequências audíveis ao homem. Vale ressaltar que cada caixa do conjunto possui uma taxa de frequência própria, sendo a soma de todas elas mais importante que cada uma individualmente.

Cada conjunto de caixas de som possui uma gama de frequências própria (Foto: Reprodução/Samsung)Cada conjunto de caixas de som possui uma gama de frequências própria (Foto: Reprodução/Samsung)


Leve em consideração que até os fabricantes conseguem estimar somente por alto essas taxas. Elas são bastante relativas, dependendo do estado dos componentes do sistema elétrico, além da estrutura acústica da sala. Na dúvida, sente-se e teste o home theater, verificando sempre a presença de graves não "embolados" e agudos "macios", não muito estridentes, seja em volume baixo, médio ou alto. Assim, você irá observar se ocorre distorção de certas taxas de frequências em determinados volumes.

Monte você mesmo

Você pode montar seu Home Theater comprando as caixas e o receiver separadamente Você pode montar seu Home Theater comprando as caixas e o receiver separadamente (Foto: Reprodução/Sound Advice Blog)

Além da possibilidade de comprar os inúmeros sistemas de som já montados que existem no mercado, você também pode montar o seu próprio sistema de som, atendendo às suas necessidades. Para isso, será necessário comprar as peças separadamente, com a vantagem de escolher o receiver e o número de caixas que seu sistema terá, além de outras características.

Os mais comuns sistemas de home theater são 2.1, 5.1 e 7.1. O 2.1, por exemplo, indica que existem duas caixas e um subwoofer. Já o 5.1 indica a existência de cinco caixas e um subwoofer, e assim por diante.  Lembre-se, entretanto, que você escolhe o número de caixas do sistema, não sendo incomum, por exemplo, um home theater com dois subwoofers. O que você deve verificar também é quantas caixas podem ser ligadas no seu receiver.

 Não sabe como ligar um home theater 5.1 ao notebook? Veja em nosso Fórum

MUTEKI HT-M7 7.2 da Sony, sistema com sete caixas de som e dois subwoofers O Muteki HT-M7 7.2, da Sony, conta com sete caixas de som e dois subwoofers (Foto: Divulgação/Sony)

Sabendo dessas informações, você já pode adquirir ou montar o seu home theater e usufruir da qualidade de som e imagem do cinema no conforto da sua casa.

 


Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Gutemberg Ferreira
    2017-05-28T19:10:52

    Falou, falou mas não disse nada...

  • Ricardo Lopes
    2014-12-06T12:43:37  

    uma vez resolvi pesquisar como funciona as energias das caixas traseiras "famosa caixa sem fio" e descobri q elas tem que ser ligada em uma tomada comum de energia para funcionar, isto é, elas não são totalmente sem fios e isso a matéria não fala, então, fica aí a dica...

    recentes

    populares

    • Ricardo Lopes
      2014-12-06T12:43:37  

      Neste caso, Ricardo, o que vai ligar à tomada é a pequena central WIRELESS, sendo esta que se comunica com o receiver. Claro que as caixas traseiras deverão estar ligadas a esta central. Os fios que "somem" são aqueles que ficam pelo meio da casa, entre o receiver e as caixas traseiras. Esta combinação já nos trás alguma vantagem, não acha?

  • Luciano Costa
    2014-05-19T15:39:37  

    Sobre como escolher o melhor Home Wireless...não percebi nenhuma dica....poderia incluir as marcas e modelos existentes e um comparativo. abç...

    recentes

    populares

    • Luciano Costa
      2014-05-19T15:39:37  

      Nada ainda, acho melhor perder as esperanças de vez no tech tudo

  • Fabiano Bichet
    2014-01-27T12:02:53  

    impressionante, essas dicas do techtudo nao dizem nada...rsrrs

    recentes

    populares

    • Fabiano Bichet
      2014-01-27T12:02:53  

      Concordo plenamente com o Fabiano Bichet.... Perdi tempo com esta matéria que não me serviu para nada!