21/03/2014 14h36 - Atualizado em 21/03/2014 14h36

Como ajustar configurações de imagem, JavaScript e segurança no Chrome

 Wallace Moté
por
Para o TechTudo

É comum você acessar algum site pelo Google Chrome e perceber que ele parece diferente no seu computador de como era quando acessou em outro computador. O usuário pode ajustar certos aspectos, como imagens, JavaScript e cookies. Fique ligado nessas dicas de como configurar o Chrome para que ele mostre exatamente o que você deseja ver e ajustar a privacidade no browser.

Como corrigir o erro de Adobe Shockwave Player no Firefox

Google-Chrom (Foto: Google-Chrom)Aprenda a configurar o Google Chrome de acordo com as suas preferências (Foto: Divulgação/Google Chrome)


Passo 1. Clique no menu do Google Chrome na barra de ferramentas e ir em ‘Configurações’;

config-chromeClique no menu do Google Chrome e vá em 'Configurações' (Foto: Reprodução/Wallace Moté)

Passo 2. Desça até o fim da página e clique em ‘Mostrar Configurações Avançadas’;

config-chrome-2Desça até o fim da página de configurações e clique em 'Mostrar configurações avançadas' (Foto: Reprodução/Wallace Moté)

Passo 3. Procure a seção ‘Privacidade’ e clique em ‘Configurações de Conteúdo’;

config-avancadaClique em 'Configurações de conteúdo' na seção 'Privacidade' (Foto: Reprodução/Wallace Moté)

Passo 4. Ao clicar em ‘Configurações de Conteúdo’ uma janela será aberta e você poderá alterar o que será exibido nas páginas abertas com o Google Chrome;

config-conteudoAo clicar em 'Configurações de conteúdo' esta janela será aberta (Foto: Reprodução/Wallace Moté)

Passo 5. Nas configurações de conteúdo será possível alterar os seguintes itens:

Cookies

Os cookies são arquivos criados pelos websites visitados. Esses arquivos armazenam informações de navegação, como preferências do site ou informações do perfil. Existem dois tipos de cookie. Cookies próprios são definidos pelo domínio do site listado na barra de endereço. Cookies de terceiros são provenientes de outras fontes do domínio que têm itens, como anúncios ou imagens, incorporados na página. Na seção ‘Cookies’, você pode alterar as seguintes configurações:

1. Excluir cookies

Clique em ‘Todos os cookies e dados do site’ para abrir a caixa de diálogo ‘Cookies e dados do site’. Para excluir todos os cookies, clique em ‘Remover tudo’ na parte inferior da caixa de diálogo. Para excluir um cookie específico, passe o mouse sobre o site que emitiu o cookie e clique no ‘X’ exibido no canto direito.

config-cookiesAo clicar em 'Todos os dados de cookies e de sites' a janela para configurar excluir os cookies é aberta (Foto: Reprodução/Wallace Moté)

Se você desejar que o Google Chrome automaticamente exclua os cookies quando você fechar todas as janelas do navegador, marque a caixa de seleção ‘Manter dados locais só até eu sair do navegador’ na caixa de diálogo ‘Configurações de conteúdo’. Também é possível fazer exceções para que cookies de sites específicos sejam excluídos sempre que você fechar o navegador.

2. Bloquear cookies por padrão

Bloquear todos os cookies: selecione ‘Bloquear as configurações de quaisquer dados por sites’. Lembre-se de que a seleção dessa configuração impedirá o funcionamento da maioria dos sites que exigem login.

Bloquear somente cookies de terceiros: marque a caixa de seleção “Bloquear cookies de terceiros e dados de site”. Mesmo se você tiver adicionado um site à lista “Exceções” e optado por permitir todos os cookies, os cookies de terceiros do site não serão aceitos se essa caixa de seleção estiver marcada.

3. Permitir cookies por padrão: selecione a opção “Permitir a configuração de dados locais” para permitir cookies próprios e cookies de terceiros. Se você quiser aceitar somente cookies próprios, marque a caixa de seleção “Bloquear cookies de terceiros e dados do site”.

4. Fazer exceções para cookies de websites ou domínios específicos: para controlar como os cookies devem ser tratados para alguns sites ou domínios específicos, clique em ‘Gerenciar exceções’. Para adicionar uma regra à caixa de diálogo “Exceções de cookies e dados do site” que aparecer, siga estas etapas:

Clique no campo “Adicionar um novo padrão de exceção” e informe o nome de domínio para o qual você deseja criar uma exceção.

config-cookies-3Digite o endereço do site que deseja que o uso de cookies seja bloqueado ou permitido (Foto: Reprodução/Wallace Moté)

Para criar exceções para um domínio inteiro, insira <code>[*.]</code> antes do nome do domínio (por exemplo,<code>[*.]google.com</code>. Isso associará drive.google.com e calendar.google.com.

Você também pode especificar um endereço IP, um endereço IPv6 ou um URL não HTTP. Use o menu para decidir se o site pode definir cookies. Se você selecionar ‘Limpar na saída’, os cookies serão excluídos toda vez que fechar o navegador.

config-cookies-2No menu à direita existem as opções de 'Permitir', 'Limpar ao sair' e 'Bloquear' os cookies (Foto: Reprodução/Wallace Moté)

Imagens

São permitidas por padrão. Para impedir que as imagens sejam exibidas, selecione ‘Não mostrar nenhuma imagem’. É recomendado permitir a exibição de imagens, pois caso contrário a sua navegação será prejudicada.

JavaScript

Geralmente é usado pelos desenvolvedores da Web para tornar os sites mais interativos. Se você optar por desativar o JavaScript, talvez alguns sites não funcionem corretamente.

config-conteudo-1 (Foto: config-conteudo-1)Configuração de exibição de Cookies, Imagens e javaScript (Foto: Reprodução/Wallace Moté)


Manipuladores

O Chrome permite que os serviços da web perguntem se você deseja usá-los para abrir certos links. Embora a maioria dos links direcione você a outra página, alguns deles podem abrir programas e executar outras ações.

Por exemplo, os links <code>mailto:</code> podem abrir seu programa de e-mail, e os links <code>webcal:</code> podem adicionar eventos a seu programa de agenda. Esses links são conhecidos como protocolos, e os programas que eles usam são chamados manipuladores. Atualmente, muitos serviços da web, incluindo o Google Agenda, podem agir como manipuladores.

Plug-ins

São usados por websites para permitir certos tipos de conteúdo da Web (por exemplo, arquivos Flash ou Windows Media) que os navegadores não podem processar inerentemente. Eles são permitidos por padrão.

Pop-ups

O Google Chrome impede que os pop-ups apareçam automaticamente e poluam sua tela. Sempre que o navegador bloquear pop-ups de um site, um ícone aparecerá na barra de endereço. Clique no ícone para ver os pop-ups que foram bloqueados, ou para gerenciar as configurações de pop-up do site.

config-conteudo-2Configuração de Manipuladores, Plug-ins e Pop-ups (Foto: Reprodução/Wallace Moté)

Local

Você pode permitir que alguns sites que visita usem suas informações de localização para tornar mais úteis as informações exibidas para você. Por exemplo, se você compartilhar seu local com um site especializado em críticas de restaurantes, o site poderá ajustar sua exibição e mostrar críticas de restaurantes próximos a você. Você tem controle sobre o compartilhamento de seu local com sites.

Por padrão, sempre que você está em um site que deseja usar suas informações de local, o Google Chrome o alerta mostrando um aviso na parte superior da página. Seu local é enviado ao site apenas se você clicar no botão ‘Permitir’.

Notificações

Alguns sites, como o Google Agenda, podem mostrar notificações na área de trabalho do seu computador. Por padrão, o Google Chrome o alerta sempre que um site deseja permissão para mostrar notificações automaticamente. As opções para configuração de Notificações são as seguintes:

1. Permitir que todos os sites mostrem notificações na área de trabalho: selecione esta opção para permitir que todos os sites automaticamente mostrem notificações.

2. Perguntar quando um site quiser mostrar notificações na área de trabalho (recomendado): selecione esta opção se desejar que o Google Chrome o alerte sempre que um site quiser mostrar notificações.

3. Não permitir que nenhum site exiba notificações da área de trabalho: selecione esta opção para impedir automaticamente que sites mostrem notificações.

Tela inteira

Alguns websites podem solicitar a abertura em modo de tela inteira, como jogos ou até mesmo o YouTube. É possível escolher como o Google Chrome lida com esse tipo de solicitação, lembrando que o Chrome avisa sempre que um site desejar ser aberto em Tela Inteira.

config-conteudo-3Configurações de Local, Notificações e Tela Inteira (Foto: Reprodução/Wallace Moté)

Cursor do mouse

Alguns sites ou aplicativos da Web, como jogos ou vídeos, podem solicitar para desativar o cursor do mouse para melhor experiência. É possível escolher como o Google Chrome lida com esse tipo de solicitação.

Conteúdo protegido (somente Chrome OS)

Permita que os sites usem identificadores de máquinas para identificar, de forma exclusiva, seu computador a fim de autorizar o acesso a conteúdo protegido, como, por exemplo, filmes ou músicas que você comprou. Se você alterar essa configuração, talvez seja necessário reinicializar o computador.

Mídia

Sites com funcionalidade de mídia, como videoconferência, podem solicitar acesso a sua câmera e microfone. As seguintes opções estão disponíveis para configuração de Mídia:

1. Perguntar quando um site requisitar acesso a minha câmera e meu microfone (recomendado): selecione esta opção se desejar que o Chrome avise sempre que um site solicitar acesso a sua câmera e microfone.

2. Não permitir que os sites acessem minha câmera e meu microfone: selecione esta opção para negar automaticamente todas as solicitações de sites para acessar a câmera e o microfone.

config-conteudo-4Configurações de Cursor do Mouse, Conteúdo Protegido e Mídia (Foto: Reprodução/Wallace Moté)

Acesso a plug-in fora da sandbox

Por meio de um recurso chamado sandbox, o Google Chrome ajuda a protegê-lo limitando o acesso que alguns plug-ins têm a seu sistema. No entanto, alguns sites exigem que os eles tenham acesso direto, sem sandbox, para fazer coisas como transmitir vídeo comprado ou instalar software adicional em seu computador. Nesses casos, talvez você veja uma mensagem indicando que um plug-in deseja acessar seu computador. É possível escolher uma das seguintes opções para configurar o acesso dos plug-ins fora da sandbox:

1. Permitir que todos os sites usem um plug-in para acessar seu computador (não recomendado): selecione essa opção para permitir que todos os plug-ins fora da sandbox acessem automaticamente seu computador.

2. Perguntar quando um site quiser usar um plug-in para acessar meu computador (recomendado): selecione essa opção se você quiser que o Google Chrome peça permissão sempre que um plug-in fora da sandbox solicite acesso ao seu computador.

3. Não permitir que qualquer site use um plug-in para acessar meu computador: selecione essa opção para negar automaticamente a quaisquer solicitações de plug-in fora da sandbox o acesso a seu computador.

Downloads automáticos

Alguns sites podem tentar fazer download automaticamente, como no caso de torrents ou do Dropbox, nesta seção você decide quando os sites poderão realizar downloads automaticamente. Por padrão o Google Chrome pergunta se você deseja que determinado site faça downloads automaticamente.

config-conteudo-5Configurações de Acesso a plug-in fora da sandbox e Downloads automáticos (Foto: Reprodução/Wallace Moté)

Agora que você já sabe configurar corretamente o seu Google Chrome, não terá mais problemas com conteúdo faltando em determinados sites ou com conteúdos que não deseja que apareçam. 

Qual é a sua rede social favorita? Comente no Fórum do TechTudo.

 


Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares