Home Theater

31/03/2014 08h01 - Atualizado em 31/03/2014 10h00

Home theaters e mini systems: veja as diferenças e como utilizá-los

Metuzo de Macêdo Alves
por
Para o TechTudo

Sistemas de áudio cada vez mais sofisticados, home theaters e mini systems possuem diferentes conceitos e características de utilização bastante específicas. Afinal de contas qual destas soluções de áudio é a mais adequada para suas necessidades? Confira as dicas do TechTudo e faça a melhor escolha!

Confira lista de Soundbars para aprimorar som de TVs com áudio baixo

Imagem 01Home theater x mini system confira as diferenças e faça sua escolha (Foto: Reprodução/Metuzo Alves)

Áudio estéreo o ideal para seu mini system

Existem diversos formatos de codificadores de áudio, cada um é desenvolvido com uma proposta específica e alguns entregam melhor qualidade através de arquivos grandes proporcionando pouca ou nenhuma compressão (perda de informações) como o formato Red Book (CD original gravado em estúdio), WAV-PCM, entre outros.

Imagem 02O mini system SHAKE 7 da Sony é um dos mais potentes do mercado (Foto: Divulgação/Sony)

Já os formatos MP3, WMA e AAC, por exemplo, realizam alta compressão de dados, permitindo que sejam inseridas uma maior quantidade de músicas nas mídias de armazenamento. Porém, não apenas o tamanho, mas a qualidade de áudio dos arquivos também será reduzida.

Os mini systems são os aparelhos certos para quem quer ouvir trilhas de áudio em estéreo, pois este tipo de produto não conta com processadores multicanal Dolby ou DTS e só “entende” no máximo dois canais distintos de áudio, exceto alguns raros modelos híbridos lançados por Sony, Panasonic, Philco e, em anos anteriores, JVC, modelos que já não são mais produzidos.

Não devemos confundir número de caixas acústicas com o número de vias de cada uma delas (tweeters e alto falantes) e o número de canais de áudio do sistema, pois são informações completamente distintas.

Várias pessoas costumam conectar seus aparelhos reprodutores de DVD ou Blu-Ray ao mini system quando vão assistir seus filmes e shows favoritos, mas o que se escuta são apenas dois dos seis, sete ou oito canais de áudio existentes na gravação original. O restante da informação simplesmente não poderá ser ouvida e é descartada pelo aparelho.

Imagem 03Principais formatos de áudio estéreo e multicanal (Foto: Reprodução/Metuzo Alves)

Áudio multicanal

Cada canal sintonizado no seu televisor apresenta uma emissora diferente e, por sua vez, informações diferentes. Quando utilizamos a expressão “canais de áudio”, significa que a informação que ouvimos saindo de cada caixa acústica de seu equipamento de som é única e a soma de todas estas diferentes “partes de áudio” constitui a música, o som dos filmes e jogos que estamos reproduzindo.

Os formatos Dolby, DTS e suas derivações são os mais populares formatos de áudio multicanal e trazem para o usuário doméstico versões com trilhas 5.1, 6.1, 7.1 canais nativos e até 9.1 canais por simulação. Há versões multicanais de alta compressão dos formatos MP3 e AAC, porém, a indústria de DVDs e Blu-Rays normalmente não os utiliza.

Imagem 04Design e alto desempenho marcam o home theater Samsung HT-E6750W (Foto: Divulgação/Samsung)

A mais importante vantagem ou a principal diferença entre um home theater e um mini system é que o primeiro consegue “mostrar” todos os diferentes canais de áudio de um DVD ou Blu-Ray e, se todas as caixas acústicas estiverem instaladas e posicionadas corretamente, teremos a recriação exata dos acontecimentos sonoros da cena.

Exemplo

Em um show temos no centro do palco o cantor, em suas laterais os músicos e a plateia ao fundo, o home theater é capaz de posicionar cada um em seu lugar correto sempre acionando suas caixas acústicas conforme vemos os fatos acontecerem na tela. Por outro lado, uma caixa acústica poderá não emitir som se não houver informação relevante na cena destinada para aquele canal e naquele momento.

Outra diferença é que praticamente todos modelos de home theater acompanham um subwoofer para reproduzir as baixas frequências (graves e sub-graves) e são capazes de executar sinais de vídeo, pois boa parte dos modelos vendidos no Brasil são sistemas integrados e acompanham leitores de DVD ou Blu-ray e possuem saída HDMI para conexão com o televisor.

Imagem 05Posicionamento correto das caixas acústicas de um home theater 7.1 canais (Foto: Divulgação/Dolby)


Sabemos que um home theater é a melhor opção para áudio multicanal, porém como ele se comporta durante a reprodução de arquivos gravados em estéreo?

No início, só duas das caixas acústicas emitirão som. Ao ativar opções de processamento como Dolby Prologic II ou DTS NEO, o áudio original é “recortado” e passa a ser distribuído entre as demais caixas acústicas.

Como ligar um home theater 5.1 no notebook? Descubra no Fórum do TechTudo.

Conclusão

O mini system é o equipamento ideal para quem gosta de ouvir áudio gravado em estéreo, pois pode apresentar na maioria dos casos maior sensação de potência durante a reprodução deste tipo de arquivo. Já o home theater apresenta-se como uma solução mais versátil e é a escolha certa para curtir seus DVDs e Blu-rays gravados com trilhas de áudio multicanal.

Agora que já sabe as maiores diferenças entre ambos, escolha aquele mais adequado para você e tenha um melhor aproveitamento.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Romulo Pina
    2014-03-31T10:43:03  

    Até meu filho de 7 anos sabe disso. Mini system=potência, HT=Qualidade

    recentes

    populares

    • Romulo Pina
      2014-03-31T10:43:03  

      Não necessariamente, existe Mini System que tem potencia e outros que tem qualidade, Home Theater a mesma coisa. A melhor forma de separar eles são: Música = Mini System Filmes e Shows = Home Theater

  • Guilherme
    2018-01-09T22:32:45  

    muito boa materia mais acho que vcs deveria fazer a comparaçao com o miny sistem gpx8 da sony que tem 6 caixa e cada uma delas tem sua propria entrada diferente o unico problema e que ele nao tem a entrada optical eu tenho aqui em casa os 2 home thiter eo gpx8 e as x fico nao duvida porque eles sao muito bom

    recentes

    populares

    • Guilherme
      2018-01-09T22:32:45  

      Ele pode ter 6 caixas, mas não tem a divisão de canais igual um Home Theater, o que acontece nele é a divisão de frequência. Uma caixa toca as frequências de grave e subgrave, outra de medio grave e de agudo.

  • Betinha Cunha
    2014-05-06T00:13:59

    grande matéria

  • Caio Chaves
    2014-03-31T08:52:35

    Muito bom. Matéria util. Estava procurando algo do gênero. Parabéns.