14/05/2014 10h05 - Atualizado em 14/05/2014 10h05

Como escolher um bom pendrive?

Paulo Alves
por
Para o TechTudo

Por mais que o armazenamento na nuvem se torne cada vez mais comum, há quem não dispense os tradicionais pendrives. Seja pela portabilidade ou segurança na hora de transferir arquivos - o que ainda dispensa a necessidade de confiar em uma conexão com a Internet -, a verdade é que eles ainda servem para muita gente. Apesar disso, muitos não sabem como escolher o produto que mais atende às necessidades.

OneDrive: saiba como usar a nuvem da Microsoft

Confira as dicas que o TechTudo preparou e saiba o que considerar na hora de comprar uma memória flash USB, mais conhecida como pendrive.

Veja dicas sobre como escolher um bom pendrive (Foto: Reprodução/Creative Commons)Veja dicas sobre como escolher um bom pendrive (Foto: Reprodução/Creative Commons)

Armazenamento

O item mais importante da lista é o espaço disponível para guardar arquivos. Apesar de haver diversos tamanhos no mercado, a tendência é que o usuário busque sempre o maior por medo de que os arquivos não caibam no dispositivo.

No entanto, lembre-se que pendrives não são feitos para guardar arquivos por muito tempo, justamente por não serem tão resistentes. Por isso, é aconselhável sempre comprar o menor tamanho possível, dependendo da necessidade – quanto mais arquivos houver no pendrive, mais você perderá em caso de problema.

Vale considerar, portanto, a real necessidade de espaço. Caso seus arquivos sejam na maioria textos, um pendrive de 4 a 8 GB tem um bom tamanho. Para fotos em alta resolução é necessário, no mínimo, 16 GB disponíveis. Já para guardar vídeos e outros arquivos pesados (jogos e programas), vale investir em um de 32 a 100 GB.

Velocidade

Para arquivos pesados, a velocidade de transferência é tão importante quanto a capacidade do pendrive, já que dispositivos lentos podem ser até piores do que boas conexões com a Internet, tornando memórias flash inúteis. Por isso, sempre busque por pendrives com alta taxa de transferência, medida em MB/s (megabytes por segundo) – algo em torno de de 30 MB/s é suficiente.

A maneira mais fácil de obter pendrives rápidos é optando por dispositivos de terceira geração, os USB 3.0. Eles gravam e leem dados até 10 vezes mais rápido que a geração 2.0, mas só funcionam se a porta USB do PC também for 3.0. Em resumo, não compre mais pendrives com USB 2.0, pois a tendência é que eles desapareçam do mapa em breve.

Dimensões e design

Dê preferência a pendrives pequenos e protegidos (Foto: Reprodução/Creative Commons)Dê preferência a pendrives pequenos e protegidos (Foto: Reprodução/Creative Commons)

Esse quesito pode recair em uma questão de gosto, já que pendrives muito pequenos podem ser também facilmente perdidos. No entanto, quanto menor o dispositivo, melhor, pois diminuem as chances de ele ser ejetado à força do PC com algum tropeço, o que pode deixar sua vida útil mais longa.

Além disso, procure por modelos com proteção para os conectores. Há pendrives baratos que deixam o USB exposto, o que pode ser arriscado caso entre em contato com líquidos ou poeira.

Preços e marcas

O preço sempre é um fator decisivo na hora de comprar, assim como a marca do produto. Nesse caso, é importante buscar o equilíbrio entre os dois. Caso haja dúvida na hora de comprar, dê sempre preferência à marca, já que muitos pendrives baratos demais costumam dar mais dor de cabeça do que qualquer outra coisa. Portanto, é indicado comprar um pendrive com menos capacidade caso a marca seja confiável do que um barato e cheio de Gigabytes para usar.

Pendrive protegido contra gravação? Veja o que fazer no Fórum do TechTudo!


Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Everson Oliveira
    2014-05-14T19:12:05

    um bom pendrive nunca atenderá por sandisk ou multilaser e outros mais...