Internet

07/07/2014 09h24 - Atualizado em 09/07/2014 12h22

Google Dashboard: como usar o painel que acusa serviços 'fora do ar'

Lívia Dâmaso
por
Para o TechTudo

É comum que algum serviço do Google Apps apresente problema e seus usuários fiquem sem saber o que está acontecendo e quando retornam. Sejam rápidas falhas no Gmail, Google Drive fora do ar ou qualquer outro incidente, todos ficam registrados no Apps Status Dashboard, um site onde o internauta pode consultar informações sobre o desempenho dos serviços, inclusive se estão ativos ou não.

Como saber quantas vezes você visitou um site com o Google Chrome

Acompanhar os incidentes no Google App Status Dashboard é muito simples. A página disponibiliza os resultados sobre os serviços mais usados por data, em uma tabela atualizada em tempo real.

Incidente no serviço do Gmail (Foto: Reprodução/Lívia Dâmaso)Incidente no serviço do Gmail (Foto: Reprodução/Lívia Dâmaso)

Caso encontre uma indicação laranja ou rosa na tabela, clique sobre a mesma para saber detalhes do incidente. Assim, o site exibirá um relatório de erro com horário da falha e as ações do Google para solucioná-la.

Relatório sobre o incidente no Gmail (Foto: Reprodução/Lívia Dâmaso)Relatório sobre o incidente no Gmail (Foto: Reprodução/Lívia Dâmaso)

No painel de status existem três indicadores sobre o funcionamento das aplicações:

- Verde: Nenhum problema;
- Laranja: Interrupção de serviço;
- Rosa: Falha temporária do serviço;

Para navegar por incidentes antigos, basta clicar em ‘Mais antiga’ até chegar à data desejada.

Navegando por incidentes mais antigos (Foto: Reprodução/Lívia Dâmaso)Navegando por incidentes mais antigos (Foto: Reprodução/Lívia Dâmaso)



O Google App Status Dashboard não monitora todos os serviços. Os serviços monitorados são: Gmail, Google Agenda, Google Talk, Google Drive, Google Docs, Planilhas do Google, Apresentações Google, Desenhos do Google, Google Sites, Grupos do Google, Admin Console e Postini Services. Já o Hangouts do Google+, Google Analytics, Google Maps, Google Voice, Blogger e Google Sync for Mobile não são monitorados.

Contrato de Nível de Serviço

De acordo com o Contrato de Nível de Serviço do Google Apps, a interface da Web dos Serviços Cobertos pelo Google Apps tem que funcionar e ficar disponível para o usuário por pelo menos 99,9% do tempo, todos os meses (o “SLA do Google Apps”). Caso o Goole não cumpra o SLA do Google Apps e o usuário cumprir com suas obrigações, este estará qualificado para receber os Créditos de Serviço - caso utilize versões pagas dos apps - que consiste em:

Porcentagem de Atividade Mensal Dias de Serviço adicionado ao final do termo do Serviço (ou crédito monetário equivalente ao valor de dias de serviço para os clientes do faturamento mensal pós-pago), sem qualquer encargo para o Cliente;
< 99,9% – >= 99,0% 3
< 99,0% – >= 95,0% 7
< 95,0% 15

Ainda de acordo com o contrato vigente, este SLA do Google Apps estabelece o remédio judicial único e exclusivo do usuário para qualquer falha por parte do Google em atender ao SLA do Google Apps. O número máximo total desses créditos pode ser emitido pelo Google para todos os períodos de inatividade que ocorrem durante um único mês.

Entretanto, não pode emitir a quinze dias de serviço adicionados ao final da vigência do contrato do Cliente para o Serviço (ou o valor de quinze dias de serviço sob a forma de crédito monetário transferido para uma conta de cliente com faturamento mensal). Esses créditos não podem ser transferidos para outra conta ou convertido por valores monetários, com exceção para os clientes que estão no plano de faturamento mensal do Google.

Como tirar vírus do Google Chrome? Descubra no Fórum do TechTudo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares