Redes sociais

07/02/2017 08h00 - Atualizado em 07/02/2017 08h00

Badoo: o que é e como funciona a nova versão da rede de relacionamento

Isabela Giantomaso
por
Para o TechTudo

O Badoo é uma rede social de relacionamentos antiga, mas que tem atraído mais usuários com uma nova versão. Outra estratégia do grupo, que é um rival direto para o Tinder, é oferecer Wi-Fi gratuito em diversos locais — para usar, é necessário criar um perfil. Quem costuma viajar, principalmente de ônibus, talvez já tenha encontrado a conexão da plataforma nas rodoviárias. 

Badoo ou Tinder? Veja qual a melhor rede social para namorar online

Para acessar, porém, é preciso criar uma conta no site, que ganhou, em 2016, funções para garantir a segurança em encontros e ver quem visitou sua página. Além disso, o aplicativo, agora com visual mais limpo, afasta a imagem da interface antiga que o Badoo carregou por longo dos anos.

Rede de relacionamentos te ajuda a encontrar o par perfeito com funções extras (Foto: Gabrielle Lancellotti/TechTudo)Rede de relacionamentos te ajuda a encontrar o par perfeito com funções extras (Foto: Gabrielle Lancellotti/TechTudo)

Aplicativo do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no seu celular

Lançado em 2006, o Badoo oferece uma plataforma para conhecer pessoas e paquerar. Os usuários podem visualizar perfis de quem está próximos, buscar por amigos de outras redes sociais e enviar mensagens para quem quiser. Apesar do visual parecido com o do Tinder e do Happn, não é necessário um “match” para começar a conversar com algum pretendente e as contas podem ser verificadas para garantir mais proteção ao usuário, afastando perfis falsos.

Nova versão do Badoo

A nova versão do Badoo está disponível em versão web e com apps para Android, iOS (iPhone) e Windows Phone. Ela promete aumentar a segurança antes de encontros pessoais, matar a curiosidade de quem visualizou e curtiu seu perfil e destacar sua página com vídeos, pontos e prêmios.

Badoo aumenta segurança com verificação do perfil por foto (Foto: Reprodução/Isabela Giantomaso)Badoo aumenta segurança com verificação do perfil por foto (Foto: Reprodução/Isabela Giantomaso)

Selfies de segurança

As funções de verificação funcionam através de selfies que a plataforma solicita. As fotos precisam ter um gesto específico e não podem ser da galeria do celular ou do PC. As checagens são exibidas ao lado de cada nome de usuário. Além disso, cada login em redes sociais como Facebook e Instagram vale pontos na conta, que são exibidos para todos que entram em sua página.

Para agradar os mais curiosos, um recurso batizado de “Super Poderes” permite ver quem curtiu seu perfil e adicionou aos favoritos, além de poder alterar likes e visualizar perfis anonimamente. A função, porém, custa R$ 4,99 por semana e só fica liberada de graça logo após o usuário fazer um novo cadastro.

Super Poderes no Badoo mostram quem curtiu seu perfil (Foto: Reprodução/Isabela Giantomaso)Super Poderes no Badoo mostram quem curtiu seu perfil (Foto: Reprodução/Isabela Giantomaso)

A cobrança dos recursos adicionais segue a estratégia do Badoo de não ter publicidade na rede social, mas solicitar pagamentos para liberar as ferramentas extras. O mesmo acontece com os créditos, que custam o mesmo valor e destacam o perfil do usuário nas principais páginas — perfil turbinado — e permitem enviar presentes para um pretendente que queira chamar atenção.

Outra ferramenta extra reformulada é a popularidade. Para garantir um bom status é preciso usar a rede social com frequência, opinando na área “Encontros”, onde você escolhe se quer curtir ou recusar um usuário, e destacando mais fotos no perfil. A cada conquista, o Badoo oferece prêmios de mais admirado, mais sociável e mais participativo da semana — o que é bom para o seu perfil.

Mensagens e amigos

Outra forma de conquistar mais pretendentes é adicionando fotos diferentes para concorrer ao posto de “Foto do dia”, destacado na área de mensagens. A rede social seleciona diariamente um usuário para ter a imagem na aba, o que impulsiona a visualização do perfil. No mesmo local, o chat (bate-papo), que é liberado para qualquer dupla conversar, independente de as duas pessoas terem curtido uma a outra, é possível iniciar um bate-papo com texto, emojis e fotos.

Layout lembra apps rivais como Tinder e Happn (Foto: Divulgação/Badoo)Layout lembra apps rivais como Tinder e Happn (Foto: Divulgação/Badoo)

Para descobrir amigos no Badoo sem precisar acertar a localização de cada um na página de “Pessoas perto”, a rede social encontra seus conhecidos utilizando seu login em outras redes sociais. Não é possível adicioná-los, como no Facebook, mas você pode enviar um sorriso para a pessoa, mandar uma mensagem, ou apenas conferir todas as atualizações.

Quando chegou ao Brasil, o Badoo tinha um visual confuso e com menos funções, o que pode ter feito muitos usuários o abandonarem por mais de cinco anos. Por isso, ao localizar seus amigos de outras plataformas talvez você encontre pessoas que mantêm relacionamentos hoje em dia, ou com fotos muito antigas. Antes de criar desentendimentos, verifique as datas e os anos dos últimos prêmios que o usuário conquistou — saiba como excluir um perfil no Badoo.

História do Badoo

O Badoo completou dez anos em 2016 depois de muitas mudanças e polêmicas. Além da rede social ter alterado a proposta logo no início por conta da concorrência com Orkut e Facebook, recursos de verificação e mensagens liberadas foram implementados para se destacar entre apps rivais.

Assim como os concorrentes, a plataforma criada no Reino Unido também permite curtir ou recusar perfis usando o coração ou o botão de “X”, além de criar um perfil com descrição e fotos.

Perfil do Badoo passa impressão mais segura após atualizações (Foto: Reprodução/Isabela Giantomaso)Perfil do Badoo passa impressão mais segura após atualizações (Foto: Reprodução/Isabela Giantomaso)

Em 2008, o termo “Badoo” foi uma das palavras com maior crescimento de busca no Google e ao longo dos anos conquistou usuários principalmente na América Latina e Europa. Durante a caminhada, a plataforma teve um layout e funcionamento confuso. Ela foi acusada de criar contas automáticas e enviar e-mails para pessoas que ainda não tinham perfis na rede social com o título “alguém deixou uma mensagem no Badoo para você” — muita gente quis excluir a sua conta.

O número de usuários cadastrados disparou e hoje há 338 milhões de pessoas registradas na rede social, segundo o Badoo. Das contas criadas, 60 milhões são ativas mensalmente e 400 mil perfis novos surgem todos os dias.

Em fevereiro de 2016, a empresa comprou o polêmico aplicativo Lulu, que permite opinar e dar notas à homens e mulheres. Sem publicidade, a plataforma gera receitas através dos recursos Premium.

Qual o melhor aplicativo para paquera: Tinder ou Badoo? Comente no Fórum do TechTudo. 

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares