Computadores

05/04/2017 06h00 - Atualizado em 05/04/2017 14h49

Aprenda como fazer um 'overclock' no Raspberry Pi

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

Desenvolvido para ser barato, o Raspberry Pi não tem o que se pode chamar de um hardware de ponta, capaz de alta velocidade de processamento. Entretanto, independentemente da versão da placa, é possível realizar overclock para deixar o desempenho do processador, placa de vídeo e memória RAM melhores.

Como usar o Raspberry Pi para ter um servidor de arquivos na sua rede

No tutorial abaixo, você vai conhecer o passo a passo para realizar o procedimento nas versões 1, 2 e 3 da placa de forma manual, editando os parâmetros de configuração existentes no config.txt, a BIOS do Raspberry.

Raspberry Pi pode passar por overclock para atingir velocidade maior (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)Raspberry Pi pode passar por overclock para atingir velocidade maior (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)

Antes de começar, é importante que você saiba o seguinte: overclock é um processo que precisa ser realizado com atenção para não danificar de forma irreparável o hardware. No tutorial a seguir, você encontrará parâmetros de velocidade para usar no seu Raspberry Pi que podem ser considerados bem conservadores.

A razão para isso é evitar que um overclock muito audacioso destrua a sua placa. Se, depois de testar os valores listados aqui, você se sente confiante para ir além, basta incrementar as velocidades (sempre em parcelas pequenas: de 25 em 25, ou de 50 em 50). Mas, atenção: mais velocidade, eleva o risco de instabilidade e aumenta a dissipação de calor. Como não existem dois processadores idênticos fisicamente no mundo, é possível que sua CPU não possa ir muito longe no overclock.

Além disso, para velocidades muito maiores, é obrigatório que você considere o uso de dissipadores de calor e coolers. E, lembre-se: daqui em diante, as modificações que você fizer são por sua conta.

Para overclock de Raspberry Pi 1 e 2

Acesse o config.txt para fazer overclock (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)Acesse o config.txt para fazer overclock (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Passo 1. Abra o arquivo config.txt, que serve de BIOS do Raspberry Pi.

Localize a entrada referente aos dados de overclock (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)Localize a entrada referente aos dados de overclock (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Passo 2. No config.txt, localize a entrada “# Overclock”, ou “# uncomment to overclock the arm”, dependendo do sistema operacional que você utiliza no seu Raspberry.

Insira os valores sem o #, assim eles serão lidos e implementados pelo sistema (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)Insira os valores sem o #, assim eles serão lidos e implementados pelo sistema (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Passo 3. Abaixo da linha “# Overclock”, serão inseridos os parâmetros de aceleração. Aqui você precisa ter muito cuidado: se seu Raspberry Pi for 1 ou 2, as velocidades possíveis de serem atingidas são menores, já que os processadores dessas duas gerações são menos poderosos.

Para os Raspberrys de primeira e segunda geração, uma boa receita de overclock é:

arm_freq=900
core_freq=250
sdram_freq=450
over_voltage=2

Os valores são sempre em MHz, portanto, 900 é equivalente a 900 MHz. “arm_freq” refere-se à velocidade do processador; “core_freq” à velocidade da GPU; “sdram_freq” à velocidade da memória RAM e “over_voltage” ao aumento do suprimento de energia entregue ao processador para que ele funcione mais rapidamente de forma estável.

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

E se o Raspberry Pi for modelo 3?

Não use os parâmetros do Raspberry Pi 3 no modelo 2 ou 1. Você poderá destruir a placa!

Os comandos usados para fazer overclock nas várias versões do Raspberry Pi são sempre os mesmos. O que muda são as especificações: o processador usado no Raspberry Pi 3 é diferente das versões anteriores e oferece velocidades maiores por padrão. Por isso, ao realizar overclock, os parâmetros usados nessa versão da placa precisam ser diferentes.

Se o seu config.txt não contar com um campo reservado para overclock, basta criá-lo (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)Se o seu config.txt não contar com um campo reservado para overclock, basta criá-lo (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Passo 1. Mais uma vez, no config.txt, localize a entrada referente a “# Overclock”. Se no seu arquivo ela não existir, você pode criá-la, como mostra a imagem.

Abaixo de # Overclock você pode inserir as suas configurações (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)Abaixo de "# Overclock" você pode inserir as suas configurações (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Passo 2. Abaixo da linha “# Overclock”, serão inseridos os parâmetros para acelerar o processador do Pi 3. A nossa dica é:

arm_freq=1300
core_freq=500
over_voltage=4
gpu_mem=320

A diferença em relação aos comandos usados para Raspberry Pi 1 e 2 está no comando “gpu_mem”: ele serve para separar uma quantidade de RAM para a GPU, deixando o rendimento do Raspberry melhor em sistemas operacionais com maior intensidade gráfica, como Ubuntu Mate, OSMC ou Recalbox.

Depois das alterações

Feitas as alterações, é hora de salvar o arquivo normalmente e reinstalar o cartão de memória no Raspberry.

Ao usar o computador com o overclock, fique atento a qualquer sinal de instabilidade: travamentos, engasgadas e similares denotam que há problemas nas suas configurações e que você pode ter ido longe demais no processo.

E a garantia?

Fazer overclock em um Raspberry Pi não viola a garantia. Isso só acontece se você ativar um comando específico no config.txt, usado para desligar o recurso que desacelera o processador quando está em baixa demanda. Do contrário, a sua garantia continua intacta.

Entretanto, se você queimar o Raspberry Pi por overclock, não há obrigação nenhuma do vendedor e fabricante de trocarem a sua placa.

Mini PC Android é bom? Comente no Fórum TechTudo.

 


Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Marcelo Faria
    2017-10-28T00:01:29

    nao funcionou