Por Filipe Garrett, para o TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

A Nokia é uma das marcas mais conhecidas de celulares até hoje, mesmo que sua participação atual no mercado seja menor do que nos tempos gloriosos da companhia finlandesa. O primeiro telefone de muitos usuários foi um Nokia – que era popular devido à bateria (que aguentava dias de uso) e durabilidade dos aparelhos.

Em 2017, durante a MWC em Barcelona, a empresa ressurgiu na mídia ao anunciar um Nokia 3310 novo e mais três smartphones inéditos com Android 7.0 Nougat. Na lista abaixo, o TechTudo selecionou os maiores sucessos da Nokia, para relembrar a trajetória da marca ao longo de três décadas de história no mundo mobile.

Nokia 3310 marcou época e ganhou fama de indestrutível na Internet — Foto: Divulgação/Nokia Nokia 3310 marcou época e ganhou fama de indestrutível na Internet — Foto: Divulgação/Nokia

Nokia 3310 marcou época e ganhou fama de indestrutível na Internet — Foto: Divulgação/Nokia

Aplicativo do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no seu celular

Nokia 3310

Qualquer lista de grandes momentos da indústria dos celulares deve incluir o Nokia 3310, lançado originalmente em 2000. Ele era considerado quase “indestrutível”, fama que garantiu uma onda de memes a respeito da durabilidade do modelo. Além disso, o telefone contava com bateria que durava vários dias e o inesquecível “jogo da cobrinha”. O Nokia 3310 vendeu mais de 126 milhões de unidades, foi um dos aparelhos mais populares do mundo antes dos smartphones e o primeiro celular da vida de muitas pessoas.

Nokia 6310

Nokia 6310 era um top de linha da fase "tijolão" — Foto: Divulgação/Nokia Nokia 6310 era um top de linha da fase "tijolão" — Foto: Divulgação/Nokia

Nokia 6310 era um top de linha da fase "tijolão" — Foto: Divulgação/Nokia

No tempo em que smartphones não existiam, o 6310 (e suas variações, como 6310i) era o que se poderia chamar de um top de linha. Lançado em 2001, o modelo permitia algum nível de customização, já que era possível trocar a cor de parte do celular com o uso de outras capas. A versão 6310i chamava atenção com o teclado retro-iluminado e conectividade tri-band, bastante útil antes do advento das redes mais rápidas, como 3G e 4G.

Nokia 1100

Nokia chegou a vender 250 milhões de 1100 no mundo todo — Foto: Divulgação/Nokia Nokia chegou a vender 250 milhões de 1100 no mundo todo — Foto: Divulgação/Nokia

Nokia chegou a vender 250 milhões de 1100 no mundo todo — Foto: Divulgação/Nokia

Com apelo bastante similar ao histórico 3310, o 1100 foi lançado em 2005 e, de acordo com a Nokia, chegou às mãos de 250 milhões de pessoas em todo o mundo. O celular tinha versões em várias cores, mas possuía especificações e funcionalidades simples. No entanto, ele compensava esses aspectos com o preço baixo, alta durabilidade e bateria que durava vários dias.

Nokia N95

N95 tinha recursos interessantes, mas acabou imediatamente obsoleto por conta da tela sensível ao toque do iPhone — Foto: Divulgação/Nokia N95 tinha recursos interessantes, mas acabou imediatamente obsoleto por conta da tela sensível ao toque do iPhone — Foto: Divulgação/Nokia

N95 tinha recursos interessantes, mas acabou imediatamente obsoleto por conta da tela sensível ao toque do iPhone — Foto: Divulgação/Nokia

Lançado em 2007, mesmo ano do primeiro iPhone, o N95 era um smartphone que ainda não tinha tela sensível ao toque. Além do teclado físico, o aparelho contava com câmera de 5 megapixels e alta qualidade de reprodução de som. Na ficha técnica, o modelo ainda oferecia jogos 3D exclusivos, GPS, Wi-Fi e Bluetooth. Além disso, foi um dos primeiros celulares do mercado a oferecer suporte às redes 3.5G.

Nokia N9

N9 tinha qualidades interessantes, como design e acabamento, mas o MeeGo não empolgou — Foto: Foto/TechTudo N9 tinha qualidades interessantes, como design e acabamento, mas o MeeGo não empolgou — Foto: Foto/TechTudo

N9 tinha qualidades interessantes, como design e acabamento, mas o MeeGo não empolgou — Foto: Foto/TechTudo

Com design bastante inovador para época (e que seria reaproveitado nos Lumia), o N9 foi um aparelho de boa qualidade lançado pela Nokia em uma fase conturbada da fabricante. Na época, a marca perdia espaço de mercado para os iPhones e o batalhão de celulares Android. Para tentar reverter a situação, a empresa finlandesa apostou em um novo sistema operacional, o MeeGo, que foi introduzido no aparelho em 2011. O celular tinha tela de 3,9 polegadas e câmera de 8 megapixels. O smartphone foi bem recebido pelos consumidores e pela crítica, porém as baixas vendas e as dificuldades em competir em um mercado muito mais movimentado acabaram viabilizando a aquisição da Nokia pela Microsoft.

Nokia 808 PureView

Nokia 808 PureView contava com uma câmera de 41 megapixels — Foto: Marlon Camara/TechTudo Nokia 808 PureView contava com uma câmera de 41 megapixels — Foto: Marlon Camara/TechTudo

Nokia 808 PureView contava com uma câmera de 41 megapixels — Foto: Marlon Camara/TechTudo

O 808 PureView foi lançado em 2012 e o grande destaque do telefone era a enorme câmera de 41 megapixels. Um dos últimos aparelhos lançados pela companhia antes da compra por parte da Microsoft, o PureView rodava o antigo sistema Symbian e produzia fotos de qualidade inatingível por qualquer outro smartphone da época graças ao conjunto de câmera e das lentes Zeiss.

Nokia Lumia 1020

O Lumia 1020 "herdou" a super câmera do 808 PureView — Foto: Luciana Maline/TechTudo O Lumia 1020 "herdou" a super câmera do 808 PureView — Foto: Luciana Maline/TechTudo

O Lumia 1020 "herdou" a super câmera do 808 PureView — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Sucessor direto do PureView, o Lumia 1020 já rodava o Windows Phone e mantinha o apelo da supercâmera de 41 megapixels, combinada com o conjunto de lentes Carl Zeiss. Lançado em 2013, o celular vinha com especificações técnicas interessantes, como processador Snapdragon e 2 GB de RAM, além da tela AMOLED de 4,5 polegadas. Entretanto, o Windows Phone acabou comprometendo o sucesso do aparelho.

Nokia Lumia 830

Design, especificações e acabamento eram pontos fortes do Lumia 830 — Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo Design, especificações e acabamento eram pontos fortes do Lumia 830 — Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo

Design, especificações e acabamento eram pontos fortes do Lumia 830 — Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo

Lançado em 2014, o Lumia 830 foi um dos últimos celulares da fase em que a Microsoft ostentava o nome Nokia. O aparelho tinha uma ficha técnica mais orientada para o mercado de intermediários e contava com o reforço do Windows Phone 8.1. A tela tinha resolução HD em cinco polegadas e a câmera, embora levasse o nome PureView, tinha 10 megapixels. O celular foi elogiado por conta do bom acabamento e performance da câmera, mas foi criticado pelos problemas de falta de apps para Windows Phone.

MAIS DO TechTudo
MISTÉRIO!
Usuários do Twitter querem saber se a figura está em movimento ou é estática
MITO OU VERDADE?
Esclarecemos suas principais dúvidas sobre o videogame da Microsoft
Foto: (Divulgação/Microsoft)
NOSTALGIA!
História dos esports: CS 1.6 e Quake impulsionaram a cena competitiva na década de 2000
Foto: (Divulgação/Blizzard)
VALE A PENA?
Fone JBL T110BT é um dos mais baratos do mercado nacional e tem bateria para seis horas de música
Jogos
Quadriculados esquisitos, pombas e corações são algumas estampas das camisas mais estranhas do jogo
Foto: (Reprodução/Murilo Molina)
Redes sociais
Mensageiro recomenda sempre checar se a informação é confiável antes de compartilhar
SOLTA O SOM!
Orientações também indicam métodos para o carregamento ser mais rápido e eficiente
Foto: (Raquel Freire/TechTudo)
COMEÇOU!
Empresa também deixou de lado qualquer possibilidade de mudança no aplicativo até o fim do pleito presidencial
Foto: (Marvin Costa/TechTudo)
DEU RUIM!
Segundo a ESL, polêmica envolvendo programas ilegais nos torneios na Índia ainda não acabou