Por Felipe Alencar, TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Smartphones top de linha no Brasil custam caro. Os lançamentos da Samsung e LG, o Galaxy S8 e o LG G6, chegaram ao país pelo preço de R$ 3.999,00. Já o iPhone 7, lançado pela Apple em 2016, custa a partir de R$ 3.899,00. Se você não está disposto a pagar tudo isso para ter um celular com especificações potentes, uma saída é importar um telefone de empresas como Xiaomi, OnePlus e Huawei, que têm ficha técnica similar e preço mais baixo.

Na lista a seguir, vamos indicar alguns celulares top de linha que não são vendidos no Brasil, mas podem ser importados. É importante ressaltar que o ato de importação acarreta em encargos fiscais. A Receita Federal, por exemplo, cobra 60% de imposto sobre o valor do produto. Fique atento também à cobrança de IOF nas compras com cartão de crédito e na compatibilidade do aparelho com as redes móveis brasileiras.

Conheça smartphones para importar no Brasil em 2017 — Foto: Elson de Souza/TechTudo Conheça smartphones para importar no Brasil em 2017 — Foto: Elson de Souza/TechTudo

Conheça smartphones para importar no Brasil em 2017 — Foto: Elson de Souza/TechTudo

Aplicativo do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no seu celular

1) OnePlus 3T

O OnePlus 3T tem memória RAM de 6 GB, processador Snapdragon 821 quad-core (o mesmo do lançamento da LG, o G6) e GPU Adreno 530. O celular não tem entrada para cartão de memória, mas seu armazenamento é de 64 GB ou 128 GB, de acordo com o modelo escolhido.

A tela do OnePlus 3T é uma Optic AMOLED de 5,5 polegadas com resolução Full HD (1920 x 1080 pixels). A interface utilizada é a Oxygen OS 4.0.3, que se baseia no Android 7.0 Nougat, versão mais recente do sistema do Google.

OnePlus 3T tem processador Snapdragon 821, da Qualcomm. — Foto: Elson de Souza/TechTudo OnePlus 3T tem processador Snapdragon 821, da Qualcomm. — Foto: Elson de Souza/TechTudo

OnePlus 3T tem processador Snapdragon 821, da Qualcomm. — Foto: Elson de Souza/TechTudo

A câmera traseira também é outro destaque com a sua lente Sony IMX 298 com 16 MP de resolução e abertura f/2.0, além da estabilização óptica de imagem (OIS). A câmera frontal também tem sensor de 16 MP, e usa uma lente Samsung 3P8SP com abertura f/2.0 e foco fixo.

Dentre outras características, o OnePlus 3T ainda oferece leitor de impressões digitais e uma bateria de 3.400 mAh com Dash Charging, que agiliza o carregamento. O preço do smartphone é de US$ 420, o que corresponde a cerca de R$ 1.340. Assim, com todos os impostos, o celular deve sair por aproximadamente R$ 2.150.

2) Xiaomi Mi 6

A Xiaomi lançou recentemente o seu mais novo smartphone top de linha, o Mi 6. Ele conta com um design elegante, feito em vidro e metal. O processador é poderoso Qualcomm Snapdragon 835, presente no Sony Xperia XZ Premium. O celular também ostenta 6 GB de memória RAM e tem modelos com 64 GB ou 128 GB de espaço interno.

A tela do Mi 6 é uma IPS LCD de 5,15 polegadas com resolução Full HD (1920 x 1080 pixels). A bateria tem 3.350 mAh. A Xiaomi também retirou a entrada para fones de ouvido, assim como aconteceu com o iPhone 7, da Apple.

Xiaomi Mi 6 tem câmera dupla de 12 MP — Foto: Divulgação/Xiaomi Xiaomi Mi 6 tem câmera dupla de 12 MP — Foto: Divulgação/Xiaomi

Xiaomi Mi 6 tem câmera dupla de 12 MP — Foto: Divulgação/Xiaomi

Na parte traseira também encontramos uma câmera dupla de 12 MP com estabilização óptica de imagem (OIS). As câmeras traseiras têm o mesmo funcionamento do iPhone 7 Plus, ou seja, uma possui lente grande angular e a outra é a teleobjetiva para melhores resultados com zoom.

A versão mais básica do Mi 6 (com 64 GB de armazenamento) custa cerca de R$ 1.140. Calculando todos os impostos e taxas, chegamos a um preço entre R$ 1.850 e R$ 2.000.

3) Huawei Mate 9

O Huawei Mate 9 foi lançado para concorrer do Galaxy Note 7, que acabou saindo de linha após vários casos de explosão. O seu conjunto de hardware é bem interessante, envolvendo um processador Kirin 960 octa-core e memória RAM de 4 GB. A sua tela IPS LCD tem 5,9 polegadas com resolução Full HD (1920 x 1080 pixels).

Mate 9 tem câmera dupla e bateria de 4.000 mAh — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo Mate 9 tem câmera dupla e bateria de 4.000 mAh — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Mate 9 tem câmera dupla e bateria de 4.000 mAh — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

O jogo de câmeras traseiro conta com duas lentes (20 MP e 12 MP) fabricadas pela Leica. Uma é voltada para lidar com fotos coloridas e a outra para trabalhar com imagens em preto e branco. Para selfies, o smartphone traz câmera frontal de 8 MP e abertura f/1.9.

A bateria do Mate 9 é de 4.000 mAh, o que deve proporcionar uma grande autonomia ao celular. O seu preço nas principais lojas de importação gira em torno de US$ 580 (cerca de R$ 1.850). Fazendo o cálculo com as taxas, o Huawei Mate 9 pode chegar à cerca de R$ 2.900.

4) ZTE Axon 7

ZTE Axon 7 tem display Quad HD com proteção Gorilla Glass 4 — Foto: (Foto: Divulgação/ZTE) ZTE Axon 7 tem display Quad HD com proteção Gorilla Glass 4 — Foto: (Foto: Divulgação/ZTE)

ZTE Axon 7 tem display Quad HD com proteção Gorilla Glass 4 — Foto: (Foto: Divulgação/ZTE)

O ZTE Axon 7 tem processador Snapdragon 820, que trabalha em conjunto com 4 GB de memória RAM. No quesito armazenamento, o celular traz 64 GB que podem ser somados a 128 GB de um cartão de memória microSD.

A tela de 5,5 polegadas tem resolução Quad HD (2560 x 1440 pixels) com proteção Gorilla Glass 4. O Axon 7 vem de fábrica com Android 6.0.1 Marshmallow, mas pode ser atualizado para o Android 7.0 Nougat. O seu jogo de câmeras conta com sensor traseiro de 20 MP e frontal de 8 MP.

O preço do ZTE Axon 7 é de US$ 390, cerca de R$ 1.250. Com as taxas de importação, o aparelho pode sair por R$ 2 mil.

5) Meizu Pro 6

A fabricante Meizu, embora também atue no Brasil, não traz todos os seus aparelhos para o nosso mercado. É o caso do Meizu Pro 6. O seu processador é o Helio X25, da MediaTek, que tem dez núcleos de processamento e trabalha em conjunto com uma memória RAM de 4 GB. O celular é vendido em modelos de 32 GB ou 64 GB de armazenamento.

Um dos destaques desse aparelho, porém, é o seu design, que se assemelha bastante com o do iPhone. Ele possui, inclusive, um leitor biométrico no botão Home, onde também se localiza o do telefone da Apple. Sem falar na tecnologia Force Touch, que exibe diferentes comandos dependendo da força com que o usuário toca na tela, semelhante ao 3D Touch.

Meizu Pro 6 é bastante semelhante ao iPhone da Apple — Foto: Divulgação/Meizu Meizu Pro 6 é bastante semelhante ao iPhone da Apple — Foto: Divulgação/Meizu

Meizu Pro 6 é bastante semelhante ao iPhone da Apple — Foto: Divulgação/Meizu

A sua tela é de 5,2 polegadas com resolução Full HD (1920 x 1080 pixels) e painel Super AMOLED. A câmera traseira é de 21 MP e a frontal é de 5 MP. O Meizu Pro 6 oferece ainda bateria de 2.560 mAh.

O preço desse aparelho é de US$ 470, o que dá cerca de R$ 1.500. Com todos os impostos, ele deve custar pouco acima de R$ 2 mil.

Como comprar celular nos EUA? Usuários trocam dicas no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo
BIZARRO!
Tela pequena e controle por comando de voz estariam entre as características do suposto smartphone, de acordo com Bloomberg. Criador do sistema Android tenta combater vício digital.
Foto: (Divulgação/Essential)
RETRÔ!
Dispositivo promete menos distrações na hora de escrever textos e bateu meta de financiamento no Indiegogo
HISTÓRIA DOS ESPORTS
Veja, a seguir, como era a cena dos esports na década de 1990
Foto: (Reprodução/Eletronic Arts)
PODEROSO!
Primeiro celular da Samsung com cinco câmeras também tem armazenamento de 128 GB.
Foto: (Divulgação/Samsung)
IMPORTANTE!
Serviço do portal G1 permite verificar a veracidade de assuntos compartilhados em mensageiros e redes sociais
Foto: (Reprodução/Marvin Costa)
NOVIDADE!
Expansões e assinaturas do Nintendo Switch Online também serão vendidas neste modelo
REDES SOCIAIS
Com inúmeros produtos de sucesso, o Gigante de Buscas cometeu algumas falhas que resultaram no fim da plataforma
ESPORTS
O jogo da Epic Games possui regras e um sistema de bans rigoroso para manter os jogadores na linha
Foto: (Divulgação/Epic Games)
EDITORES
Plataforma online e gratuita permite que você edite fotos sem instalar nada no computador
Foto: (Reprodução/Juliana Covre)