Por João Kurtz, para o TechTudo


O webinar é o termo usado para nomerar conferências, reuniões ou seminários realizados pela Internet. A prática normalmente ocorre por meio de uma plataforma de um streaming de vídeo ao vivo, na qual apenas o transmissor fala. Contudo, é possível que os espectadores interajam entre si e com o interlocutor por meio do bate-papo. Essas transmissões podem ser abertas ou fechadas ─ quando o público é assinante, fazendo com que o vídeo seja restrito.

As apresentações podem ser transmitidas por plataformas diferentes, incluindo conhecidas do público como Facebook , YouTube e Hangouts, mas também existem ferramentas dedicadas com recursos específicos, como a GoToWebinar, WebinarJam e Twitch. Confira as seis opções de streaming na lista a seguir.

Webinar — Foto: Divulgação/GoToWebinar Webinar — Foto: Divulgação/GoToWebinar

Webinar — Foto: Divulgação/GoToWebinar

Facebook

O Facebook possui uma ferramenta de transmissão de vídeos ao vivo para os usuários que pode também ser usada para fazer webinars. A grande vantagem da rede social é sua popularidade, o que ajuda a atrair o público sem que ele precise aprender a usar uma nova ferramenta. Além disso, os usuários do site de Mark Zuckerberg podem convidar amigos específicos para assistirem aos vídeos ao vivo.

Por outro lado, o recurso não foi desenhado especificamente para o formato e não possui opções específicas para ele, como a possibilidade de compartilhar a tela ou ir para outro site e continuar ouvindo a apresentação em segundo plano.

Live é a nova ferramenta do Facebook que promete conectar famosos aos seus fãs  — Foto: (Foto: Divulgação/Facebook) Live é a nova ferramenta do Facebook que promete conectar famosos aos seus fãs  — Foto: (Foto: Divulgação/Facebook)

Live é a nova ferramenta do Facebook que promete conectar famosos aos seus fãs — Foto: (Foto: Divulgação/Facebook)

YouTube

Da mesma forma que o Facebook, a ferramenta de transmissão ao vivo da plataforma de vídeos do Google também pode ser usada para webinars. A grande vantagem do recurso é a possibilidade de monetizar o conteúdo, mas ações mais complexas, como mudanças de câmeras ou alternação de tela do dispositivo precisam ser controladas com aplicativos externos, o que torna mais complexo.

O diferencial da plataforma de vídeos do Google é que ela conta com um recurso game (YouTube Gaming), uma espécie de portal com informações sobre jogos e que permite aos usuários fazer gameplays em livestream ─ esse recurso que permite que os jogadores façam transmissões ao vivo de seus jogos online.

YouTube Gaming: como transmitir ao vivo pela plataforma de jogos  — Foto: (Foto: Reprodução/Murilo Molina) YouTube Gaming: como transmitir ao vivo pela plataforma de jogos  — Foto: (Foto: Reprodução/Murilo Molina)

YouTube Gaming: como transmitir ao vivo pela plataforma de jogos — Foto: (Foto: Reprodução/Murilo Molina)

Hangouts

O Hangouts Meet é uma boa opção gratuita para transmitir vídeos do tipo webinar, embora não tenha sido criado com esse propósito. A ideia da plataforma é fazer reuniões ao vivo, nas quais todos os participantes possam interagir e conversar. A desvantagem, nesse caso, é que os participantes podem atrapalhar o interlocutor principal, ao interrompê-lo enquanto ocorre a apresentação.

Google divide Hangouts em Chat e Meet — Foto:  Foto: Divulgação/Google Google divide Hangouts em Chat e Meet — Foto:  Foto: Divulgação/Google

Google divide Hangouts em Chat e Meet — Foto: Foto: Divulgação/Google

O aplicativo da Microsoft permite chamadas de vídeo com várias pessoas em uma mesma sala de bate-papo. Com versão gratuita e para negócios ─ que custa R$ 8,80 ─ , o Skype pago permite o compartilhamento de telas e conversas protegidas por criptografia. Além disso, a plataforma conta com o recurso Surface Hub, que deixa os usuários fazerem anotações, simulando um quadro.

Já a versão gratuita, dá direito a reunião de até 10 pessoas em uma chamada de vídeo. Com ela, é possivel minimizar a tela do aplicativo e continuar realizando tarefas em seu dispositivo ao mesmo tempo que ver e ouve o interlocutor. Para ambas as versões, entretanto, é necessário ter o app instalado e ser convidado para a conversa em grupo, o que pode limitar os eventos maiores.

Colaboração via Skype no Surface Hub é limitada — Foto:  Foto: Divulgação/Microsoft Colaboração via Skype no Surface Hub é limitada — Foto:  Foto: Divulgação/Microsoft

Colaboração via Skype no Surface Hub é limitada — Foto: Foto: Divulgação/Microsoft

Twitch

O Twitch é uma das plataformas de transmissão mais usadas do mundo. Voltado para games, o site oferece sala de bate papo e opções de monetização para os apresentadores. Como desvantagem, exige o uso de outras ferramentas para controlar o streaming. Recentemente, o site foi compado pelo gigante Google.

Twitch faz streaming de games — Foto: Reprodução/Murilo Molina Twitch faz streaming de games — Foto: Reprodução/Murilo Molina

Twitch faz streaming de games — Foto: Reprodução/Murilo Molina

Esta ferramenta foi desenvolvida especialmente para a transmissão de webinars. Ela ofere envio de convites por e-mail, bate-papo, enquetes, envio de perguntas da audiência e compartilhamento de tela, além de um modo de ensaio para evitar imprevistos durante uma apresentação. A transmissão pode ser assistida nos aplicativos móveis e o apresentador pode criar até 20 enquetes simultâneas e ter acesso a ferramentas de análise. O serviço, entretanto, é pago e o aplicativo para computador que não precisa ser instalado no PC de quem só for assistir.

Com ele, é possível reunir até 100 pessoas em um evento, com direito a controle de administrador para evitar a interferência dos microfones dos computadores e celulares convidados. Em dispositivos móveis ou no PC, basta inserir um código para ganhar acesso à sala virtual, não havendo a necessidade de fazer login na plataforma. Contudo, para desfrutar de todas as funcionalidades, o usuário terá que desembolsar no mínimo US$ 89 (R$ 278 em conversão direta) por mês.

GoTowebinar é a plataforma específica para o tipo de transmissões — Foto: Divulgação/GoToWebinar GoTowebinar é a plataforma específica para o tipo de transmissões — Foto: Divulgação/GoToWebinar

GoTowebinar é a plataforma específica para o tipo de transmissões — Foto: Divulgação/GoToWebinar

WebinarJam

Outra ferramenta específica para webinars, a plataforma WebnarJam oferece um ambiente que suporta até seis apresentadores ao vivo em HD, sala de bate-papo, compartilhamento de tela e apresentação de slides armazenados na nuvem. A desvantagem da ferramenta é que ela foi criada para gerenciamento e precisa se conectar ao YouTube para fazer uma transmissão. Paga, a plataforma online custa a partir de U$ 41,42 (R$129,35 em conversão direta).

WebinarJam permite fazer vídeoconferência de forma fácil  — Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo

WebinarJam permite fazer vídeoconferência de forma fácil — Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo

Transmissão ao vivo do Facebook bloqueada: o que fazer? Troque dicas no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo