Por João Kurtz, para o TechTudo


O Google anunciou, na quarta-feira (27), uma série de novos recursos para o Slides, sua ferramenta de criação de apresentações semelhante ao PowerPoint, da Microsoft. As funções são focadas em produtividade. Isto é, com o objetivo de diminuir o tempo gasto para fazer ações simples, como usar um slide mais de uma vez em um trabalho, melhorar a comunicação em projetos colaborativos ou, até mesmo, um jeito fácil de reoganizar a ordem dos slides. Conheça as novas ferramentas.

Google Slides — Foto: Reprodução/Google Slides Google Slides — Foto: Reprodução/Google Slides

Google Slides — Foto: Reprodução/Google Slides

1. Integração com o Google Keep

O Google Keep é uma ferramenta de anotações que permite criar lembretes simples como notas ou listas de compras, por exemplo. O novo recurso de integração vai permitir que o usuário insira seus arquivos de notas diretamente nas apresentações do Slides. Uma função de arrastar e soltar acompanha a novidade para tornar tudo mais fácil.

Integração permite adicionar notas do Google Keep — Foto: Reprodução/Google

Integração permite adicionar notas do Google Keep — Foto: Reprodução/Google

2. Inserir gráficos

O recurso, que já pode ser usado no Google Documentos e no Google Planilhas, agora está disponível no Slides. Além de criar gráficos no próprio aplicativo, também é possível importar diagramas já criados do app de planilhas.

3. Visualização em grade

Com o recurso Grid View o usuário pode ver miniaturas de todos os slides. Com isso, é possível reorganizar ou mudar o formato de vários slides ao mesmo tempo e de forma mais fácil.

4. Pular slides

A função Skip Slides permite adaptar uma apresentação de acordo com o seu público alvo. O recurso permite pular determinadas páginas sem precisar deletá-las, seja em apresentações exibidas em celulares ou em computadores.

5. Linkar e sincronizar slides

Outra novidade permite "linkar" e sincronizar informações de slides. Essa função é útil para quem precisa montar diversas apresentações ou quer manter dados atualizados, sem precisar copiar repetidamente de uma apresentação para outra. Com o novo recurso, é possível manter uma única fonte de verdade e atualizar os slides vinculados de acordo com a fonte original.

Slides linkados podem ser atualizados automaticamente — Foto: Reprodução/Google Slides linkados podem ser atualizados automaticamente — Foto: Reprodução/Google

Slides linkados podem ser atualizados automaticamente — Foto: Reprodução/Google

6. Add-ons

Outra forma de adicionar recursos para editar seus Slides é por meio dos novos add-ons. Até o momento, o Google oferece sete integrações diferentes, com serviços da Adobe e da Shutterstock, por exemplo. Com os plugins você pode usar ferramentas avançadas de edição de imagem ou incluir diagramas que você criou em programas fora do G Suite.

Add-ons permitem adicionar ou editar imagens — Foto: Reprodução/Google Add-ons permitem adicionar ou editar imagens — Foto: Reprodução/Google

Add-ons permitem adicionar ou editar imagens — Foto: Reprodução/Google

7. Apps Script

O Apps Script (developers.google.com/apps-script/guides/slides) é voltado para equipes grandes que precisam atualizar os mesmo arquivos. A ferramenta permite customizar o próprio Slides, modificando menus, caixas de diálogos e a interface do usuário para se adequarem às necessidades do time.

Um exemplo é a criação de um menu com imagens específicas para uma empresa, como logos ou imagens muito usadas. Também é possível criar tarefas automáticas, como acessar informações em bancos de dados do Planilhas.

Via Google

MAIS DO TechTudo