L.A. Noire: confira dez curiosidades do game

Game de ação e aventura da Rockstar teve investimento de R$ 50 milhões e demorou sete anos para ficar completo.

L.A. Noire: confira dez curiosidades do game L.A. Noire: confira dez curiosidades do game
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Igor Nishikiori, para o TechTudo

Aclamado pelo público e pela crítica, o título chamou atenção pelo sistema de interrogatório, que coloca o jogador para descobrir, por meio da análise da expressão facial, se uma testemunha está mentindo ou escondendo algo. Entretanto, L.A Noire também se destacou por diversos problemas de produção: demorou sete anos para ficar pronto, trocou de publisher e teve parte do conteúdo cortado. Para conhecer essas e outras curiosidades, confira a lista a seguir:

L.A. Noire quase foi exclusivo da Sony

Capa de L.A Noire (Foto: Divulgação/Rockstar Games) Capa de L.A Noire (Foto: Divulgação/Rockstar Games)

Capa de L.A Noire (Foto: Divulgação/Rockstar Games)

A desenvolvedora Team Bondi foi criada em 2003 por Brendan McNamara, que escreveu e dirigiu The Getaway, game exclusivo para PlayStation 2. Quando decidiu lançar L.A. Noire, a Team Bondi conseguiu com que a Sony o publicasse, porém, em 2006, dois anos após o início da produção, a gigante japonesa ficou insatisfeita com os resultados e desistiu de ser a publisher. Foi então que a Rockstar entrou na história e resolveu bancar o projeto, lançando versões para outras plataformas.

LA Noire foi o único jogo da Team Bondi

Logo da Team Bondi em L.A. Noire (Foto: Reprodução) Logo da Team Bondi em L.A. Noire (Foto: Reprodução)

Logo da Team Bondi em L.A. Noire (Foto: Reprodução)

L.A. Noire foi um projeto problemático: após sete anos de produção e um investimento de R$ 50 milhões, o game sofreu diversos atrasos e só foi lançado em maio de 2011. A empresa seria fechada três meses depois por divergências com a Rockstar, denúncias de assédio moral e não pagamento de horas extras. A Team Bondi acabou sendo comprada pela Kennedy Miller Mitchell, a produtora dos filmes de Mad Max.

Jogo sofreu influência do expressionismo alemão

L.A. Noire bebe da fonte dos filmes noir (Foto: Divulgação) L.A. Noire bebe da fonte dos filmes noir (Foto: Divulgação)

L.A. Noire bebe da fonte dos filmes noir (Foto: Divulgação)

Em diversas entrevistas, o diretor Brendan McNamara conta que as principais influências de L.A. Noire vêm de romances policiais, como os de Raymond Chandler e James Ellroy, e filmes da era noir, como Cidade Nua (1948). McNamara também cita Fritz Lang, o mestre do expressionismo alemão, como uma de suas inspirações: “Uma coisa que realmente admiro era como, com apenas duas ou três câmeras em cena, era possível criar tanto efeito dramático. Acho que aquilo era o mais legal do cinema antigo”.

Atores de Mad Men participaram de L.A. Noire

Aaron Staton vive Cole Phelps em L.A. Noire (Foto: Divulgação) Aaron Staton vive Cole Phelps em L.A. Noire (Foto: Divulgação)

Aaron Staton vive Cole Phelps em L.A. Noire (Foto: Divulgação)

O protagonista Cole Phelps é interpretado por Aaron Staton, que faz o papel de Ken Cosgrove na aclamada série Mad Men. Além dele, outros atores fixos da série também participam do game em papéis secundários, como Vincent Kartheiser, Rich Sommer, Alexa Alemanni e Michael Gladis.

Maioria dos casos foi baseada em fatos reais

Caso Dália Negra foi retratado em L.A. Noire (Foto: Divulgação/Rockstar Games) Caso Dália Negra foi retratado em L.A. Noire (Foto: Divulgação/Rockstar Games)

Caso Dália Negra foi retratado em L.A. Noire (Foto: Divulgação/Rockstar Games)

A equipe de roteiristas do game teve a ajuda da polícia de Los Angeles para recontar alguns crimes que aconteceram em 1947, o ano em que se passa o jogo. Inclusive, Brendan McNamara conta que 90% dos casos da trama aconteceram de verdade, embora suas conclusões não tenham sido exatamente fiel à realidade. Uma das ocorrências mais famosas é a Dália Negra, que ganhou um filme em 2006.

L.A. Noire era para ter sido muito maior

L.A. Noire acabou ocupando três discos no Xbox 360 (Foto: Divulgação/Rockstar Games) L.A. Noire acabou ocupando três discos no Xbox 360 (Foto: Divulgação/Rockstar Games)

L.A. Noire acabou ocupando três discos no Xbox 360 (Foto: Divulgação/Rockstar Games)

L.A. Noire foi planejado para ter muitos mais casos para serem solucionados, mas a desenvolvedora não conseguiu fazer com que a história coubesse em um único disco blu-ray de PlayStation 3. Por isso, diversas passagens acabaram sendo cortadas do jogo, que posteriormente foram oferecidas como DLC.

Cole podia bater em suspeitos durante o interrogatório

Uso da violência em interrogatórios foi vetado em L.A. Noire (Foto: Divulgação/Rockstar Games) Uso da violência em interrogatórios foi vetado em L.A. Noire (Foto: Divulgação/Rockstar Games)

Uso da violência em interrogatórios foi vetado em L.A. Noire (Foto: Divulgação/Rockstar Games)

Segundo Jeronimo Barrera, vice-presidente de produtos da Rockstar, havia uma mecânica em L.A. Noire de usar a força para arrancar confissão de suspeitos durante os interrogatórios. Porém, durante a fase de testes, eles perceberam que os jogadores abusavam do procedimento, tornando o game menos estratégico. Na versão final, a opção foi derrubada.

Muitos dos carros foram emprestados por Jay Leno

Carros de L.A. Noire foram fielmente reproduzidos (Foto: Divulgação/Rockstar Games) Carros de L.A. Noire foram fielmente reproduzidos (Foto: Divulgação/Rockstar Games)

Carros de L.A. Noire foram fielmente reproduzidos (Foto: Divulgação/Rockstar Games)

O comediante e apresentador Jay Leno é conhecido pela sua vasta coleção de carros antigos. Quando os produtores precisaram pesquisar sobre os veículos de época, eles decidiram bater na porta de Leno, que gentilmente cedeu parte de seu acervo para ser recriado com fidelidade.

L.A. Noire tem algumas inconsistências históricas

L.A. Noire tem músicas lançadas após 1947 (Foto: Divulgação/Rockstar Games) L.A. Noire tem músicas lançadas após 1947 (Foto: Divulgação/Rockstar Games)

L.A. Noire tem músicas lançadas após 1947 (Foto: Divulgação/Rockstar Games)

Apesar de os produtores terem sido detalhistas ao criar a atmosfera do game, existem erros com relação à época em que se passa o jogo. Alguns exemplos:

  • Em 1947, a bandeira americana tinha apenas 48 estrelas;
  • O filme A Dama de Shanghai só estrearia nos cinemas americanos em 1948;
  • Os números de CEP, que aparecem em um envelope no jogo, só seriam adotados nos EUA em 1963;
  • Muitas das músicas do jogo só foram lançadas após 1947;
  • Cinto de segurança de três pontas não era o padrão dos carros daquela época.

Dubladores de Cole e Marie Phelps são casados na vida real

O casal de L.A. Noire: Connie Fletcher e Aaron Staton  (Foto: Flickr/Kristin Dos Santos) O casal de L.A. Noire: Connie Fletcher e Aaron Staton  (Foto: Flickr/Kristin Dos Santos)

O casal de L.A. Noire: Connie Fletcher e Aaron Staton (Foto: Flickr/Kristin Dos Santos)

Cole podia bater emsuspeitos durante o interrogatórioi remasterizado em 2017 com melhorias gráficos e conteúdos extras para PS4, Xbox One e Switch. Para quem não o conhece, o game segue a rotina de Cole Phelps, policial de Los Angeles que se torna detetive e desvenda diversos casos em 1947.

MAIS DO TechTudo