Por Rafael Monteiro, para o TechTudo


The Legend of Zelda: Breath of the Wild, PlayerUnknown's Battlegrounds (PUBG) e Cuphead foram alguns dos games mais populares do ano de 2017. Porém, suas grandes qualidades não impediram que bugs surgissem nessas obras - o que é algo normal. Existiram desde problemas comuns com grandes proporções, como personagens que se comportam de maneiras esquisitas, até erros bastante inesperados, como terminar Prey em menos de 10 minutos ou invocar um exército de Mugmans. Confira dos bugs mais famosos de 2017.

Animais humanoides em Assassin's Creed Origins

O assassino Bayek levou a série Assassin's Creed para os seus primórdios no Egito Antigo, quando os deuses de corpo humano e cabeças de animais eram figuras comuns. No entanto, um bug curioso fez com que alguns dos bichos aparecessem subitamente em formas humanoides durante a aventura.

O problema parece ser causado pelo carregamento errôneo de modelos de animais com esqueletos de animação pertencentes a modelos humanos, o que faz com que suas texturas fiquem contorcidas para um resultado assustador.

Bug em Assassin's Creed Origins fez com que animais surgissem em posições estranhas — Foto: Reprodução/Kotaku Bug em Assassin's Creed Origins fez com que animais surgissem em posições estranhas — Foto: Reprodução/Kotaku

Bug em Assassin's Creed Origins fez com que animais surgissem em posições estranhas — Foto: Reprodução/Kotaku

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Um Link mais realista em The Legend of Zelda: Breath of the Wild

Considerado um dos melhores jogos lançados esse ano, The Legend of Zelda: Breath of the Wild utiliza um estilo de arte menos realista que o faz parecer um pouco mais com um desenho animado. Porém, em uma rachadura do lado esquerdo da ponte sobre o Lago Hylia, por algum motivo, esses filtros de imagem são desligados. Jogadores podem chegar até lá e ver a exata linha que separa um Link cartunizado de um Link mais realista.

Um bug inusitado em The Legend of Zelda: Breath of the Wild nos mostra como Link seria com outro estilo visual — Foto: Reprodução/GamingBolt Um bug inusitado em The Legend of Zelda: Breath of the Wild nos mostra como Link seria com outro estilo visual — Foto: Reprodução/GamingBolt

Um bug inusitado em The Legend of Zelda: Breath of the Wild nos mostra como Link seria com outro estilo visual — Foto: Reprodução/GamingBolt

Trapaça ao pular corda no Super Mario Odyssey

Mais um sucesso do Nintendo Switch ao lado de The Legend of Zelda, um pequeno bug na nova aventura de Mario parece provar que trapaceiros se aproveitarão de falhas para conquistar qualquer tipo de recorde. Em Super Mario Odyssey, um truque no minigame de pular corda em New Donk City permite que o herói flutue acima do desafio, sem ter que pular. Mesmo neste estado, leva aproximadamente 15 horas para chegar ao nível máximo: 99.999.

Vários jogadores trapacearam em Super Mario Odyssey para conquistar o primeiro lugar com 99.999 saltos ao pular corda — Foto: Reprodução/Polygon Vários jogadores trapacearam em Super Mario Odyssey para conquistar o primeiro lugar com 99.999 saltos ao pular corda — Foto: Reprodução/Polygon

Vários jogadores trapacearam em Super Mario Odyssey para conquistar o primeiro lugar com 99.999 saltos ao pular corda — Foto: Reprodução/Polygon

Os rostos bizarros de Mass Effect Andromeda

Desde os primeiros trailers do aguardado RPG espacial Mass Effect Andromedam, os fãs começaram a reclamar sobre animações faciais estranhas nos personagens - e mesmo no lançamento elas ainda não haviam sido consertadas. Os rostos, às vezes, demonstram expressões bizarras que não condizem com os diálogos, como risos e viradas de olhos, e, em outras ocasiões, não demonstram expressão nenhuma quando deveriam. As fisionomias eram apenas um dos bugs, já que o game também tinha problemas em animações e erros gerais. Alguns foram consertados, mas certas partes do jogo ainda sofrem com eles.

Os rostos de Mass Effect Andromeda apresentam expressões incrivelmente estranhas no game — Foto: Reprodução/Geek Os rostos de Mass Effect Andromeda apresentam expressões incrivelmente estranhas no game — Foto: Reprodução/Geek

Os rostos de Mass Effect Andromeda apresentam expressões incrivelmente estranhas no game — Foto: Reprodução/Geek

Os jogadores sem rosto de FIFA 18

A série de futebol FIFA ganhou uma conversão própria de FIFA 18 para o Nintendo Switch, porém, por ser uma versão diferente, ela contava também com bugs próprios, como os bizarros atletas sem rosto. Ocasionalmente, ao começar uma partida, os personagens entravam em campo sem face, com uma textura quadriculada de mapeamento azul e verde no lugar.

Jogadores sem rosto em Fifa 18 do Nintendo Switch é um dos bugs mais estranhos desse ano — Foto: Reprodução/GamerSeason Jogadores sem rosto em Fifa 18 do Nintendo Switch é um dos bugs mais estranhos desse ano — Foto: Reprodução/GamerSeason

Jogadores sem rosto em Fifa 18 do Nintendo Switch é um dos bugs mais estranhos desse ano — Foto: Reprodução/GamerSeason

Terminar Prey em menos de 10 minutos

A jogabilidade em primeira pessoa com elementos de RPG de Prey permite que cada jogador encare a aventura do seu próprio jeito com várias possibilidades para progredir. Terminar o título em menos de 10 minutos, porém, não é uma delas. Ao utilizar truques com o GLOO Cannon, é possível empurrar seu personagem para fora do mapa do jogo e, uma vez do lado de fora, progredir até a parte final de uma maneira antes impossível. O feito foi demonstrado por um "Speedrunner" de apelido Bjurnie que terminou o game em 9 minutos e 55 segundos.

Bug em Prey permite que você saia dos limites do mapa para cortar caminho e terminá-lo em menos de 10 minutos — Foto: Reprodução/YouTube Bug em Prey permite que você saia dos limites do mapa para cortar caminho e terminá-lo em menos de 10 minutos — Foto: Reprodução/YouTube

Bug em Prey permite que você saia dos limites do mapa para cortar caminho e terminá-lo em menos de 10 minutos — Foto: Reprodução/YouTube

Cuphead e o exército de Mugmans

Um dos games mais difíceis e aclamados de 2017, Cuphead escondia um bug que oferecia uma grande facilidade. Ao iniciar uma partida cooperativa, era possível remover o segundo jogador e imediatamente inseri-lo de novo, o que adicionava um Mugman a mais na tela. Ao repetir esse bug várias vezes, Cuphead acabava com um grande exército de Mugmans para ajudá-lo nas batalhas. Recentemente, a produtora consertou o bug.

O exército de Mugmans em Cuphead foi um dos bugs mais divertidos desse ano — Foto: Reprodução/YouTube O exército de Mugmans em Cuphead foi um dos bugs mais divertidos desse ano — Foto: Reprodução/YouTube

O exército de Mugmans em Cuphead foi um dos bugs mais divertidos desse ano — Foto: Reprodução/YouTube

Problemas constantes em Pokémon Go

Desde o lançamento do título de realidade aumentada Pokémon Go, o game tem recebido diversas atualizações com novidades - e cada uma delas parece trazer novos problemas. Diversos erros já apareceram, como monstros que não evoluem como deveriam, capturas de lendários que não funcionavam durante Raids, prêmios de ginásios reduzidos e até usuários que perderam acesso temporário a suas contas. O jogo recebe atualizações constantes e atualmente se encontra estável.

Pokémon Go sofre com vários bugs a cada novidade mas mantém-se estável com atualizações constantes — Foto: Reprodução/Pokémon Go Pocket Pokémon Go sofre com vários bugs a cada novidade mas mantém-se estável com atualizações constantes — Foto: Reprodução/Pokémon Go Pocket

Pokémon Go sofre com vários bugs a cada novidade mas mantém-se estável com atualizações constantes — Foto: Reprodução/Pokémon Go Pocket

O show de bugs de LEGO Marvel Super Heroes 2

Os heróis da Marvel em versão LEGO tiveram que encarar mais do que apenas super vilões por aqui. Apesar de sua campanha não apresentar muitos problemas, seus trechos de mundo aberto são repletos de bugs, desde simples erros visuais até personagens que não surgem quando deveriam, bonecos que atravessam o chão ou desaparecem, duplicatas que são criadas aleatoriamente, minimapa que some e muitos outros - para não mencionar uma série de "Crashes", travamentos no qual o jogo para e é preciso desligá-lo.

Esta misteriosa luz em LEGO Marvel Super Heroes 2 não é a magia do Doutor Estranho mas um bug inexplicado de iluminação — Foto: Reprodução/Rafael Monteiro Esta misteriosa luz em LEGO Marvel Super Heroes 2 não é a magia do Doutor Estranho mas um bug inexplicado de iluminação — Foto: Reprodução/Rafael Monteiro

Esta misteriosa luz em LEGO Marvel Super Heroes 2 não é a magia do Doutor Estranho mas um bug inexplicado de iluminação — Foto: Reprodução/Rafael Monteiro

Bugs esperados em PlayerUnknown's Battlegrounds

Uma das maiores surpresas de 2017, PlayerUnknown's Battlegrounds lançou uma febre de modos Battle Royale, nos quais dezenas de jogadores tentam sobreviver e conquistar a vitória. No entanto, o game iniciou seu desenvolvimento através do serviço de acesso antecipado "Early Access" da loja digital Steam, o que significa que ele ainda não estava pronto e era natural ainda haver problemas.

Um dos bugs mais curiosos de PlayerUnknown's Battlegrounds era o das texturas em baixa qualidade mesmo quando o jogador se aproximava — Foto: Reprodução/PlayerUnknown's Battlegrounds Forums Um dos bugs mais curiosos de PlayerUnknown's Battlegrounds era o das texturas em baixa qualidade mesmo quando o jogador se aproximava — Foto: Reprodução/PlayerUnknown's Battlegrounds Forums

Um dos bugs mais curiosos de PlayerUnknown's Battlegrounds era o das texturas em baixa qualidade mesmo quando o jogador se aproximava — Foto: Reprodução/PlayerUnknown's Battlegrounds Forums

Entre os bugs mais curiosos, havia um no qual o jogo mantinha texturas de baixa qualidade mesmo após o jogador aterrissar e se aproximar dos locais, enquanto outro fazia com que um competidor abatido se tornasse invencível até que seu time o ressuscitasse e, caso não o fizesse, garantia uma inevitável vitória para seu esquadrão.

Quer saber mais sobre o que são bugs? Comente no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo