Lista traz máquinas de fliperamas mais bizarras de todos os tempos

Vire mesas e ordenhe vacas nesses fliperamas com games totalmente inusitados.

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Igor Nishikiori, para o TechTudo

Os tradicionais fliperamas já viveram dias melhores. Os mais antigos devem se lembrar de passar horas jogando pinball, lutando freneticamente em Street Fighter ou mesmo disputando rachas em Daytona USA. Na época do boom das máquinas, alguns desenvolvedores abusaram da criatividade para criar aparelhos com conceitos curiosos e, no mínimo, bizarros. Alguns ainda existem e podem ser encontrados pelo mundo — sobretudo no Japão —, enquanto outros (felizmente) se perderam com o tempo. Confira alguns fliperamas bizarros na nossa lista abaixo.

Boong-Ga Boong-Ga

Boong-Ga Boong-Ga: um game curioso (Foto: Reprodução/imgur) Boong-Ga Boong-Ga: um game curioso (Foto: Reprodução/imgur)

Boong-Ga Boong-Ga: um game curioso (Foto: Reprodução/imgur)

A ideia por trás deste bizarro jogo de origem sul-coreana é bem peculiar. Ela é inspirada em um trote popular na Ásia conhecida como "kancho" no Japão, que consiste em unir as mãos com os dedos indicadores em riste e projetá-los entre as nádegas de uma pessoa distraída. Por isso, a jogabilidade de Boong-Ga Boong-Ga é simples: o jogador precisa introduzir uma espécie de pistola em um simulacro das partes inferiores da vítima. Há ainda a opção de puni-la dando umas palmadas em seus glúteos.

Final Furlong

Final Furlong é para quem sonha em ser um jóquei (Foto: Divulgação) Final Furlong é para quem sonha em ser um jóquei (Foto: Divulgação)

Final Furlong é para quem sonha em ser um jóquei (Foto: Divulgação)

Final Furlong é um game de corrida de cavalos lançado em 1997. O objeto obviamente é chegar em primeiro e, para isso, é preciso movimentar a rédea para controlar a velocidade do animal, tomando cuidado para não gastar toda sua energia. Há ainda um botão de chicotada para fazê-lo ir mais rápido. A segunda versão do aparelho ainda traz uma opção multiplayer para quem não quiser passar vergonha sozinho.

Cho Chabudai Gaeshi

O simulador de virar mesas Cho Chabudai Gaeshi! foi bastante comentado na internet na época de seu lançamento, em 2009 — e é fácil entender o porquê. Após escolher um dos cenários disponíveis, é preciso executar dois movimentos: o primeiro é de bater na mesa para dar mais força e raiva ao personagem; e o segundo é o de jogá-la para frente causando a maior destruição possível. Quanto maior o prejuízo, mais pontos são marcados. No final, é possível ver o replay com cenas de caos e loucura.

Inu no Osanpo

Não estresse o cão em Inu no Osanpo  (Foto: Divulgação) Não estresse o cão em Inu no Osanpo  (Foto: Divulgação)

Não estresse o cão em Inu no Osanpo (Foto: Divulgação)

Quem prefere títulos mais amenos vai gostar de Inu no Osanpo, um simulador de passeio com cachorros. Lançado em 2001 pela Sega, o jogo permite escolher seis raças diferentes: Poodle, Pug, Corgi, Shiba Inu, Labrador Retriever e Husky Siberiano. Para vencê-lo, você deve completar uma das rotas escolhidas sem que o cão fique estressado. Com o controle em forma de coleira, é preciso evitar que o animal se exponha a situações negativas, como veículos, latas de lixo ou algum cachorro grande. O mais incrível é que tudo isso acontece enquanto se caminha de verdade numa esteira.

Arm Champs II

Arm Champs II (Foto: Reprodução) Arm Champs II (Foto: Reprodução)

Arm Champs II (Foto: Reprodução)

Que tal testar sua força contra a máquina? Em Arm Champs II, você escolhe seu oponente e parte para um duelo de braço de ferro. Se conseguir descer o braço da máquina no tempo limite sem tirar o cotovelo da almofada, você vence a disputa e passa de fase. Lançado em 1992, Arm Champs II fez bastante sucesso fora do Japão, porém, uma versão semelhante do fliperama teve que ser retirado de circulação porque estava quebrando o braço dos jogadores em terras nipônicas.

The Sumo

The Sumo é outro game para medir sua força - só que desta vez é preciso usar o corpo inteiro para tentar deslocar seu oponente para fora do ringue. Os níveis variam entre maegashira (iniciante) até o yokozuna (grande campeão). O arcade só permaneceu no Japão.

Repka Silomer

Repka Silomer é um fliperama da antiga União Soviética. Ele é inspirado numa história do folclore russo sobre um senhor que planta um nabo tão grande que não consegue puxá-lo para fora da terra. Então, ele pede ajuda da mulher, da neta, do cachorro e do gato, sem sucesso. Só quando um rato se une ao grupo que eles conseguem finalmente colher o nabo gigante.

O jogo, portanto, é um teste de força com uma alça fincada imitando as folhagens da leguminosa. Ao final, o jogador ainda recebe uma classificação baseada nos personagens do conto. O mais legal é que mais de uma pessoa pode ajudar a puxar, tal qual acontece na história.

Densha de Go!

O elogiado sistema metroviário do Japão é o mote da série Densha de Go. No game, é preciso escolher uma das linhas de metrô que existem de verdade e transportar os passageiros com segurança e dentro do horário estabelecido, que não pode ter mais do que alguns segundos de atraso. O curioso é que não apenas o joystick do fliperama simula exatamente os controles dos trens como sua cabine por fora também é semelhante a um vagão japonês.

Udderly Tickets

Udderly Tickets: a imagem fala por si (Foto: Reprodução/imgur) Udderly Tickets: a imagem fala por si (Foto: Reprodução/imgur)

Udderly Tickets: a imagem fala por si (Foto: Reprodução/imgur)

Udderly Tickets é mais um simulador inusitado lançado pela Sega. Nesse caso, é um game de ordenhar vaca. Entretanto, jogabilidade não envolve leite; o que o jogador precisa fazer é pressionar a teta que estiver brilhando no tempo correto para marcar pontos. Quanto melhor a performance, mais tíquetes são liberados ao final.

Sub Marine Catcher

Sabe aquelas máquinas de bichos de pelúcia em que é preciso manipular uma garra para fisgar um prêmio? Em Sub Marine Catcher o prêmio é uma lagosta viva! Por mais bizarra e absurda que pareça a ideia de levar um fruto do mar vivo para casa após "pescá-lo" em um fliperama, essa máquina existe em diversos lugares do mundo, como Japão, EUA e Coreia do Sul.

MAIS DO TechTudo