Por Igor Nishikiori, para o TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp
Lista traz os crossovers mais improváveis do mundo dos games Lista traz os crossovers mais improváveis do mundo dos games

Mario Kart, Marvel vs Capcom e The King of Fighters são jogos que uniram franquias famosas e se uniram para fazer a alegria dos fãs nos chamados crossovers. Assim nasceram esses games clássicos, só que não é incomum produtoras saírem do óbvio e promoverem misturas improváveis de personagens e universos.

Seja por terem uma premissa absurda, seja por não terem nada em comum, esses crossovers causaram mais surpresa do que excitação no mundo dos games. Mas muitos até que conseguiram driblar o ceticismo e fizeram um bom papel em divertir até os fãs mais pessismistas. Confira na nossa lista abaixo:

Mario & Sonic

Mario e Sonic juntos nas Olimpiadas do Rio 2016 — Foto: Divulgação/Nintendo Mario e Sonic juntos nas Olimpiadas do Rio 2016 — Foto: Divulgação/Nintendo

Mario e Sonic juntos nas Olimpiadas do Rio 2016 — Foto: Divulgação/Nintendo

Quem viveu os anos 90 deve se lembrar de uma das maiores rivalidades da história dos videogames: Nintendo contra Sega. Por isso, em 2007, o mundo dos games foi pego de surpresa quando as duas empresas anunciaram que seus mascotes estrelariam um game em conjunto sobre as Olimpíadas.

Rumores de uma parceria entre Nintendo e Sega já existiam pelo menos desde 2005. Só quando a Sega adquiriu os direitos de licenciamento dos Jogos Olímpicos que os produtores viram a oportunidade de unir os antigos rivais como um símbolo da união e amizade no esporte. A Nintendo gostou da ideia e, inclusive, o próprio Shigeru Miyamoto ficou responsável pela supervisão do projeto. A série foi lançada apenas para consoles Nintendo e arcades.

Mario + Rabbids Kingdom Battle

Mario + Rabbids Kingdom Battle colocou o bigodudo em um game de estratégia — Foto: Divulgação/Ubisoft Mario + Rabbids Kingdom Battle colocou o bigodudo em um game de estratégia — Foto: Divulgação/Ubisoft

Mario + Rabbids Kingdom Battle colocou o bigodudo em um game de estratégia — Foto: Divulgação/Ubisoft

Revelado pouco antes da E3 2017, o crossover entre Mario e Rabbids deixou até Shigeru Miyamoto impressionado. Quando a equipe da Ubisoft foi até o Japão apresentar o protótipo para a Nintendo, eles logo receberam a aprovação para seguir o projeto.

O que chamou atenção da empresa japonesa é como Mario + Rabbids Kingdom Battle é diferente de tudo que já tinha sido feito anteriormente na série. De fato, é a primeira vez que um game do Mario tem armas em sua jogabilidade – mesmo que seja uma arma à la Mega Man – e o primeiro game de estratégia por turnos da franquia. O jogo está disponível para Switch.

Professor Layton vs. Phoenix Wright: Ace Attorney

Professor Layton e Phoenix Wright resolvendo mistérios juntos — Foto: Divulgação Professor Layton e Phoenix Wright resolvendo mistérios juntos — Foto: Divulgação

Professor Layton e Phoenix Wright resolvendo mistérios juntos — Foto: Divulgação

Professor Layton e Phoenix Wright possuem algumas semelhanças: ambos ganharam fama em consoles da Nintendo e a jogabilidade de ambos envolvem investigação e quebra-cabeças.

Mas a ideia do crossover nasceu por um motivo simples: Akihiro Hino, presidente da Level-5, que produz Professor Layton, é um grande fã de Ace Attorney. Então, ele propôs à Capcom um game unindo os dois personagens. Shu Takumi, criador de Phoenix Wright, gostou da ideia e as duas empresas japonesas passaram a trabalhar em conjunto no projeto, que foi lançado para Nintendo 3DS.

Mortal Kombat vs. DC Universe

A improvável parceria entre Mortal Kombat e DC foi o último jogo da Midway — Foto: Divulgação/WB Games A improvável parceria entre Mortal Kombat e DC foi o último jogo da Midway — Foto: Divulgação/WB Games

A improvável parceria entre Mortal Kombat e DC foi o último jogo da Midway — Foto: Divulgação/WB Games

No final dos anos 2000, a série Mortal Kombat estava em baixa, mas uma improvável parceria com a DC Comics a colocou de volta ao centro das atenções. O problema é que isso resultou em uma mudança drástica em sua principal mecânica: os fatalities. Como a DC não permite violência extrema envolvendo seus personagens, a brutalidade característica de Mortal Kombat foi suavizada, o que provocou críticas dos fãs da série.

Mortal Kombat vs. DC Universe foi o último jogo da Midway Games, que acabou sendo comprada justamente pela Warner Bros, que detém a licença da DC Comics. Atualmente um dos criadores de MK, Ed Boon, é o diretor responsável pelo game Injustice.

Arkanoid vs Space Invaders

Arkanoid e Space Invaders são daqueles jogos clássicos que qualquer pessoa já deve ter visto alguma vez na vida. Em Arkanoid, você controla uma plataforma que precisa rebater uma bolinha até que ela destrua todas os tijolos na parte de cima da tela. Já em Space Invaders é preciso eliminar todas as naves inimigas e se esquivar de seus tiros.

Em 2017, a Taito e a Square Enix uniram as duas mecânicas e criaram um dos games mais insanos já feitos para celular.

Street Fighter X Mega Man

A única coisa que talvez una Street Fighter e Mega Man é que ambas são produzidas pela Capcom. Mas um fã de Singapura conseguiu ir além e criou um jogo no estilo de Mega Man com os personagens e os cenários do mais famoso game de luta.

Seow Zong Hui apresentou uma versão de testes para um diretor da Capcom, que não apenas gostou da ideia como ajudou a financiar e distribuir o game. Street Fighter X Mega Man está disponível para PC e pode ser baixado de graça.

Pokémon Conquest

Pokémon Conquest coloca os monstrinhos na era feudal japonesa — Foto: Divulgação Pokémon Conquest coloca os monstrinhos na era feudal japonesa — Foto: Divulgação

Pokémon Conquest coloca os monstrinhos na era feudal japonesa — Foto: Divulgação

Nobunaga’s Ambition é uma série de estratégia famosa no Japão por sua mecânica complexa. Nela você encarna o próprio xogum na tarefa de unificar o país durante a era feudal. Surpreendemente, em 2012, foi anunciado um crossover para Nintendo DS com nada menos que a bilionária marca Pokémon.

Pokémon Conquest é voltado para o público infantil, mas sua jogabilidade simplificada não significa que ele seja fácil. Há diversas opções a fazer e decisões estratégicas a tomar, mas é um ótimo ponto de partida para conhecer a série Nobunaga’s Ambition.

Puyo Puyo Tetris

Se Tetris já é um game viciante, imagine juntá-lo com o Puyo Puyo, provavelmente pensou alguém da Sega. A mecânica dos dois puzzles de fato é parecida: peças caem sem parar e é preciso alocá-las em algum lugar na tela. Quando se juntam quatro peças de cores iguais em Puyo ou uma linha horizontal em Tetris, elas somem e são transferidas para o terreno adversário. Perde quem alcançar o topo da tela primeiro.

Só que diferente do game russo, Puyo Puyo não faz muito sucesso no Ocidente, embora já tenha sido adaptado com personagens de Sonic e Kirby. Inclusive, Puyo Puyo Tetris foi lançado em diversas plataformas, mas fora do Japão veio apenas para Switch e Playstation 4.

Wario Blast Featuring Bomberman!

Wario Blast: o anti-herói da Nintendo se une a Bomberman — Foto: Reprodução Wario Blast: o anti-herói da Nintendo se une a Bomberman — Foto: Reprodução

Wario Blast: o anti-herói da Nintendo se une a Bomberman — Foto: Reprodução

Produzido pela Hudson e publicado pela Nintendo, Wario Blast tem uma história curiosa: ele foi lançado apenas no Ocidente. Isso porque o game é uma versão remodelada da versão japonesa de Bomberman GB para Game Boy, em uma clara jogada para aumentar as vendas.

No jogo você pode escolher entre Wario ou Bomberman e precisa derrotar seu oponente colocando bombas em locais estratégicos. Foi por causa desse crossover que a imagem de Wario ficou muito associada ao uso de bombas, como em WarioWare.

Final Fantasy 15 e Assassin's Creed Origins

Final Fantasy 15 encontra Assassin's Creed — Foto: Divulgação/Ubisoft Final Fantasy 15 encontra Assassin's Creed — Foto: Divulgação/Ubisoft

Final Fantasy 15 encontra Assassin's Creed — Foto: Divulgação/Ubisoft

De repente, duas franquias de peso se encontram em um DLC. Isso aconteceu em agosto de 2017, quando a Square Enix anunciou uma parceria com a Ubisoft para levar alguns elementos de Assassin’s Creed para o mundo de Final Fantasy 15.

Batizado de Assassin’s Festival, a expansão gratuita permite ao jogador escalar edifícios, ficar escondido e atacar em modo stealth tal qual um assassino. Também há mini-games e itens exclusivos para desbloquear. E esse não foi o primeiro crossover do game de RPG: o exclusivo carro Regalia está disponível para download em Forza Horizon 3.

MAIS DO TechTudo