Por Igor Nishikiori, para o TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp
Metroid e mais: veja os melhores jogos de Nintendo 3DS de 2017 Metroid e mais: veja os melhores jogos de Nintendo 3DS de 2017

Em 2017, o Nintendo 3DS acabou ofuscado pelo lançamento do mais novo console da Big N, o Switch. Porém, o portátil velho de guerra mostrou que ainda tem muita lenha para queimar. Se o ano não teve Mario e Zelda, ao menos tivemos o retorno do Metroid clássico e algumas boas surpresas vindas de outras franquias famosas.

Para lembrar os lançamentos mais marcantes do ano, listamos aqui os 10 melhores games de 3DS de 2017. Importante frisar que para chegar a esses nomes levamos em conta as notas de agregadores de resenhas, como Metacritic e Opencritic. Além disso, os remakes foram deixados de fora.

Metroid: Samus Returns

Metroid: Samus Returns foi eleito o jogo do ano para portáteis — Foto: Divulgação Metroid: Samus Returns foi eleito o jogo do ano para portáteis — Foto: Divulgação

Metroid: Samus Returns foi eleito o jogo do ano para portáteis — Foto: Divulgação

Apesar de ter sido anunciado como um remake do obscuro Metroid 2 para Game Boy, Metroid: Samus Returns pode ser considerado uma releitura dos games 2D da série. Não apenas gráficos e som passaram por um considerável upgrade como a jogabilidade conta com boas novidades, como a possibilidade de mirar em qualquer direção e a opção de contragolpear os inimigos. Essas mudanças deram um toque de modernidade ao bom e velho Metroid em side-scroll, que não dava as caras em consoles da Nintendo desde o GBA.

Metroid: Samus Returns levou o prêmio da crítica na E3 2017 e o de melhor jogo portátil do ano no The Game Awards.

Pokémon Ultra Sun/Moon

Pokémon Ultra Sun e Ultra Moon trazem melhorias — Foto: Divulgação Pokémon Ultra Sun e Ultra Moon trazem melhorias — Foto: Divulgação

Pokémon Ultra Sun e Ultra Moon trazem melhorias — Foto: Divulgação

Exatamente um ano após o lançamento de Pokémon Sun e Moon, a Nintendo não perdeu tempo e já lançou a versão definitiva da sétima geração do RPG de monstrinhos. Ultra Sun/Moon possui basicamente os mesmos gráficos e jogabilidade do original, mas traz mudanças e melhorias que o tornam mais intuitivo e divertido, com adição de atividades como surfar e tirar fotos, além do retorno da Equipe Rocket e outras surpresas.

Bye-Bye BoxBoy!

A série BoxBoy é um daqueles jogos obrigatórios para quem possui um 3DS. Tudo nele é simples: o visual, a mecânica e, principalmente, o conceito por trás dele: o jogador basicamente controla uma caixa com pernas e precisa conduzi-la até o fim da fase, coletando coroas pelo caminho.

Neste último game da trilogia, a jogabilidade é a mesma de sempre, mas agora há o desafio de escoltar os QBabies com segurança até o objetivo final. Bye-Bye BoxBoy! ainda inclui novas habilidades que conferem mais complexidade aos puzzles.

Ever Oasis

Ever Oasis, um dos melhores RPGs do ano — Foto: Divulgação / Nintendo Ever Oasis, um dos melhores RPGs do ano — Foto: Divulgação / Nintendo

Ever Oasis, um dos melhores RPGs do ano — Foto: Divulgação / Nintendo

Do mesmo estúdio que adaptou Ocarina of Time e Majora’s Mask para 3DS veio o Ever Oasis, um RPG de ação com elementos de gerenciamento de cidade. A mistura soa estranha, mas funciona bem dentro do ambiente fantástico do jogo. Ao mesmo tempo em que sua missão é fazer o oásis prosperar no deserto completando quests, também é preciso explorar dungeons e derrotar inimigos para melhorar suas habilidades de luta.

Ever Oasis está na nossa lista de melhores RPGs de 2017.

Story Of Seasons: Trio Of Towns

Story of Seasons Trio of Towns mantém a tradição dos antigos Harvest Moon — Foto: Divulgação/Marvelous Story of Seasons Trio of Towns mantém a tradição dos antigos Harvest Moon — Foto: Divulgação/Marvelous

Story of Seasons Trio of Towns mantém a tradição dos antigos Harvest Moon — Foto: Divulgação/Marvelous

Não se engane pelo nome: Story Of Seasons é a série de simuladores de fazenda produzida pela Marvelous que ficou conhecida no Ocidente até 2014 como Harvest Moon.

A mecânica já é conhecida: o jogador precisa administrar uma fazenda (o que significa cuidar da horta e dos animais) e participar da vida social do campo, com a opção até de se casar e ter filhos. A novidade desta versão é que há três cidades para explorar, cada uma com características e culturas diferentes. E conhecê-las é vital para fazer sua fazenda prosperar.

Layton's Mystery Journey: Katrielle And The Millionaires' Conspiracy

Layton's Mystery Journey coloca Katrielle Layton no papel principal — Foto: Reprodução Layton's Mystery Journey coloca Katrielle Layton no papel principal — Foto: Reprodução

Layton's Mystery Journey coloca Katrielle Layton no papel principal — Foto: Reprodução

Logo de cara é possível notar uma mudança em Layton’s Mystery Journey: a protagonista, ao invés de ser o professor Hershel Layton, é sua filha Katrielle, que precisa justamente desvendar o paradeiro de seu pai. A mecânica continua a mesma, com diversos puzzles para decifrar e mistérios a desvendar no desenrolar do jogo. O ponto forte continua sendo a apresentação, cujas cutscenes contam com belas animações e uma excelente dublagem.

Monster Hunter Stories

Monster Hunter Stories é um spin-off da série consagrada — Foto: Divulgação/Capcom Monster Hunter Stories é um spin-off da série consagrada — Foto: Divulgação/Capcom

Monster Hunter Stories é um spin-off da série consagrada — Foto: Divulgação/Capcom

Produzido pela Marvelous, Monster Hunter Stories é um spin-off da consagrada franquia da Capcom. O visual colorido e cartunesco não deixam dúvidas: o game tem como alvo o público infantojuvenil. Mas não que isso seja ruim. A mudança na jogabilidade, que agora está nos moldes de RPG por turno, e a mecânica de combate simplificada são um sopro de frescor e pode ser o ponto de partida de muitos que nunca jogaram a série original.

Monster Hunter Stories foi indicado ao prêmio de melhor jogo portátil no The Game Awards 2017.

Go! Go! Kokopolo 3D - Space Recipe for Disaster

O nome é estranho, mas Go! Go! Kokopolo 3D é uma das grandes surpresas do ano no 3DS. A premissa é curiosa: uma mistura de quebra-cabeça, plataforma e simulador de pega-pega em 80 fases e dois níveis de dificuldade. O destaque fica por conta da roupagem, que lembra os antigos games da geração 16 bits.

Etrian Odyssey V: Beyond the Myth

Etrian Odyssey V é divertido e desafiador — Foto: Divulgação Etrian Odyssey V é divertido e desafiador — Foto: Divulgação

Etrian Odyssey V é divertido e desafiador — Foto: Divulgação

A tradicional série que mistura exploração com RPG não decepcionou em sua mais nova sequência para o portátil. Etrian Odyssey V recebeu elogios por melhorar diversos aspectos de suas versões anteriores e possibilitar um game divertido, desafiador e com um ótimo senso de progressão. Entre suas novidades estão a inclusão de novas raças e a customização do mapa, o que acrescenta mais elementos de estratégia e planejamento.

Yo-kai Watch 2: Psychic Specters

Psychic Specters é a versão definitiva de Yo-kai Watch 2 — Foto: Divulgação/Level-5 Psychic Specters é a versão definitiva de Yo-kai Watch 2 — Foto: Divulgação/Level-5

Psychic Specters é a versão definitiva de Yo-kai Watch 2 — Foto: Divulgação/Level-5

Demorou três anos, mas a versão definitiva de Yo-kai Watch 2 enfim chegou ao Ocidente. Psychic Specters traz 19 espíritos novos e mais quests e cidades para explorar. A história e a mecânica são basicamente as mesmas das versões anteriores de Yo-kai Watch 2, Bony Spirits e Fleshy Souls, que consiste em derrotar monstros e recrutá-los para seu grupo, e cumprir missões. As comparações com Pokémon são inevitáveis, mas o game da Level-5 tem seu próprio charme e particularidades.

MAIS DO TechTudo