Por Gabriel Saguias, para o Techtudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Resident Evil 7, Outlast 2 e The Evil Within 2 foram games de terror que marcaram o ano de 2017. A franquia da Capcom foi um dos principais lançamentos do ano e inovou por trazer o terror de volta a série. Já as outras franquias de peso conquistaram o público com muito suspense e terror. O Techtudo separou uma lista com os jogos mais assustadores de 2017, confira:

O jogo que revolucionou o gênero de terror em 2013 ganhou seu segundo título este ano. Outlast 2 entrega a mesma fórmula que foi aclamada pela crítica, com muitos sustos em uma atmosfera sombria e violenta.

O estranho culto de Temple Gate é destaque em Outlast 2 — Foto: Divulgação/Red Barrels O estranho culto de Temple Gate é destaque em Outlast 2 — Foto: Divulgação/Red Barrels

O estranho culto de Temple Gate é destaque em Outlast 2 — Foto: Divulgação/Red Barrels

Na pele de Blake, jornalista investigativo e cinegrafista, o jogador irá investigar um misterioso assassinato em Temple Gate, cidade que fica na região do Colorado, Estados Unidos. Ao procurar por evidências sobre o crime, Blake e sua esposa encontram um estranho culto. Assim como no primeiro título, você é totalmente incapaz de lutar contra as ameaças, contando apenas com sua câmera que registra tudo o que acontece.

Resident Evil 7: Biohazard (PC, PS4 e Xbox One)

A maior franquia de survival horror redefiniu seu rumo em Resident Evil 7. O game abandona a dose de ação entregue nos seus últimos títulos e aposta no formato “Outlast” em primeira pessoa e com elementos bem assustadores.

Família Baker é a principal antagonista em Resident Evil 7 — Foto: Divulgação/Capcom Família Baker é a principal antagonista em Resident Evil 7 — Foto: Divulgação/Capcom

Família Baker é a principal antagonista em Resident Evil 7 — Foto: Divulgação/Capcom

A trama apresenta Ethan Winters, protagonista, que vai à cidade de Dulvey em busca de informações de sua esposa desaparecida. Em sua jornada, o protagonista chega à residência dos Baker, uma família estranha que passa a persegui-lo.

The Evil Within 2 (PC, Xbox One e PS4)

The Evil Within 2 foi um dos jogos mais aguardados de 2017. A nova obra de Shinji Mikami, diretor original de Resident Evil, traz elementos bizarros e criaturas sinistras.

 The Evil Within 2 — Foto: Divulgação/Bethesda  The Evil Within 2 — Foto: Divulgação/Bethesda

The Evil Within 2 — Foto: Divulgação/Bethesda

O jogo continua a história três anos após os acontecimentos do primeiro game. O protagonista Sebastian é procurado pela corporação MOBIUS para salvar sua filha, que até então era dada como morta, e desce novamente ao mundo STEM.

What Remains of Edith Finch (PS4, Xbox One e PC)

What Remains of Edith Finch é um game diferente do habitual, com narrativa em forma de contos que explicam a estranha história da família Finch. Após uma tragédia, Edith recebe as chaves de sua velha casa e a explora para entender o que aconteceu com os Finches e também a razão da estranha celebração da morte que sua família tinha como hábito.

A casa da família Finch — Foto: Divulgação/Annapurna Interactive A casa da família Finch — Foto: Divulgação/Annapurna Interactive

A casa da família Finch — Foto: Divulgação/Annapurna Interactive

O grande destaque do game é a sua ambientação imersiva. O jogador vai se conectar à história e a cada personagem apresentado, enquanto Edith vasculha os cômodos trancados da mansão. O game foi vencedor do Game Awards 2017 na categoria de melhor narrativa.

Detention (PC, Switch, PS4 e Xbox One)

Detention é um jogo indie premiado por sua ambientação assustadora e por seu estilo diferenciado, que remete aos filmes de terror asiáticos. O jogo se passa em uma Taiwan fictícia de 1960, sob a lei marcial, período conhecido como Terror Branco, que durou 38 anos.

A cultura da Ásia Oriental é explorada em Detention — Foto: Divulgação/RedCandleGames A cultura da Ásia Oriental é explorada em Detention — Foto: Divulgação/RedCandleGames

A cultura da Ásia Oriental é explorada em Detention — Foto: Divulgação/RedCandleGames

A protagonista encontra-se em uma escola e precisa escapar de criaturas malignas e assombrações. Detention incorpora elementos da cultura asiática, como Budismo e Taoismo, mitologia chinesa e diversas referências culturais para criar um clima de tensão e terror no jogador.

Jason está de volta, e dessa vez nos consoles e PC. Em Friday The 13th, você controla o maior assassino dos filmes de terror, Jason Voorhees, e pode caçar suas vítimas indefesas pelo cenário.

Jogue como Jason Voorhees na caça por pessoas indefesas em Friday the 13th: The Game — Foto: Divulgação/Gun Media Jogue como Jason Voorhees na caça por pessoas indefesas em Friday the 13th: The Game — Foto: Divulgação/Gun Media

Jogue como Jason Voorhees na caça por pessoas indefesas em Friday the 13th: The Game — Foto: Divulgação/Gun Media

Totalmente em multiplayer, seu formato lembra o game Dead by Daylight. Tanto o assassino como as vítimas são controlados por jogadores, o que torna o jogo uma espécie de pique-esconde mortal.

Prey (PS4, Xbox One e PC)

Prey mescla ação com suspense em um ambiente futurista, onde o protagonista Morgan Yu é o último recurso para conter um experimento que deu errado. O jogo se passa na estação espacial Talos I, que orbita a Lua, em 2032.

Alienígenas caçam Morgan Yu em Prey — Foto: Divulgação/Bethesda Alienígenas caçam Morgan Yu em Prey — Foto: Divulgação/Bethesda

Alienígenas caçam Morgan Yu em Prey — Foto: Divulgação/Bethesda

O clima de tensão é alto, gerado pela invasão de alienígenas que assumem formas diversas e também pelo mistério quanto ao passado de Morgan. Em suas primeiras horas, Prey lembra um pouco Alien: Isolation, de 2014, e seu estilo gráfico é similar ao Dishonored, de 2012.

Little Nightmares (PS4, Xbox One e PC)

Little Nightmares é mais um game indie com ótima aceitação do público e crítica. Com uma ambientação bastante sombria e macabra, o jogo explora os medos da infância de uma pequena criança.

Little Nightmares — Foto: Divulgação/BANDAI NAMCO Entertainment Little Nightmares — Foto: Divulgação/BANDAI NAMCO Entertainment

Little Nightmares — Foto: Divulgação/BANDAI NAMCO Entertainment

Little Nightmares brinca com a luz e escuridão nos seus cenários, de estilo visual que lembra as produções de Tim Burton. Muito semelhante ao jogo Limbo, de 2011 e Inside, de 2016.

Observer (Xbox One, PS4 e PC)

Observer foge dos usuais padrões de terror e aposta em uma trama futurista com thriller psicológico. No controle do detetive Daniel Lazarski, conhecido como o Observador, seu trabalho é hackear e invadir a mente de suspeitos.

Terror psicológico no estilo cyberpunk é a aposta de Observer — Foto: Divulgação/Aspyr Terror psicológico no estilo cyberpunk é a aposta de Observer — Foto: Divulgação/Aspyr

Terror psicológico no estilo cyberpunk é a aposta de Observer — Foto: Divulgação/Aspyr

Porém, na medida em que Daniel investiga a mente dos criminosos ele é forçado a reviver seus medos mais sombrios. O estilo cyberpunk com uma versão caótica da cidade de Cracóvia dão o clima de suspense do game.

Get Even

Get Even é um game de terror psicológico, com elementos similares aos do Resident Evil 7 e Outlast, com perspectiva em primeira pessoa. A diferença é que o personagem principal não é indefeso, muito pelo contrário. Black, um mercenário e matador de aluguel, embarca em um tratamento que o permite reviver memórias como se fossem reais.

Get Even traz um game de tiro e suspense que utiliza a realidade virtual como parte de sua jogabilidade — Foto: Reprodução/Operation Rainfall Get Even traz um game de tiro e suspense que utiliza a realidade virtual como parte de sua jogabilidade — Foto: Reprodução/Operation Rainfall

Get Even traz um game de tiro e suspense que utiliza a realidade virtual como parte de sua jogabilidade — Foto: Reprodução/Operation Rainfall

O jogo se passa em um asilo com lunáticos fazendo uso de realidade virtual como um tipo de terapia experimental. Prepare-se para experimentar uma mistura de Matrix com thriller psicológico.

MAIS DO TechTudo